Naruto RPG Akatsuki
Olá visitante, registre-se em nosso fórum e venha fazer parte desde mundo mágico de Naruto, sim, seja um Ninja! Veja no vídeo abaixo os primeiros passos para fazer parte deste mundo após o seu cadastro!

Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
Staff Online
    Carregando...

Convidado


26/4/2018, 08:32
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[D.B-TREINO]-Shunsui

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[D.B-TREINO]-Shunsui - em 5/3/2018, 22:25

D
eterminação e
Foco !
O choro dura uma noite,mas a alegria vem pela manhã.



     Mais um dia ensolarado nascia e mais uma vez Shunsui acordava, mas este dia era diferente. Shunsui não acordou como de costume: sonolento, mal humorado e desanimado, desta vez seus olhos brilhavam intensamente, ele estava sério e focado. Era dia de treino de taijutsu, algo que o garoto levava muito a sério, afinal, tudo o que sabia sobre artes marciais aprendera quando mais jovem, com seu ex-tutor, Yamamoto. Sem desperdiçar tempo, tomou um banho, colocou sua regata azul-marinho e sua calça preta, calçou suas sandálias e correu rumo ao seu campo de treinamento.

     Diferente dos demais, Shunsui gostava do sossego das montanhas e da brisa suave que batia acima das nuvens de Kumo. Para ele o ar rarefeito não era um problema a ser batido, já estava habituado, tinha pulmões de aço. Lá treinava com esmero, dava tudo de si na certeza de que um dia verá Yamamoto novamente, no tempo certo, quando ele estiver maduro e forte o suficiente para poder olha-lo olhos nos olhos como dois grandes shinobis.
Durante o percurso ele nota a paz reinar sobre Kumo, as pessoas sorriam, os pais caminhavam com seus filhos, os casais romantizavam, os vendedores bradavam suas iguarias e os preços promocionais que faziam por tempo ilimitado, os idosos sentavam-se em bancos nas praças e conversavam entre sí e as crianças corriam alegremente pela vila. Até mesmo passou por umas ninjas da sua antiga sala antes de virar gennin, elas o olhavam com apreço, sorriam para ele e o chamavam docemente. Ele era popular entre as garotas, mas pela sua natureza independente, Shunsui não ligava muito para essas coisas. Pensava consigo “como esse povo pode perder tanto tempo nessa tranquilidade?”

     Chegando lá ele tira suas sandálias - prefere treinar descalço – senta-se no chão e medita por uns instantes controlando de forma excepcional o fluxo de chakra por todo o seu corpo. Sente o vento passando, contempla o majestoso som do silêncio e, por um momento, sim, por um momento, ele sorri. Esse clima, esse local o agrada intensamente, o faz lembrar do campo onde vivia com seus pais até os trágicos acontecimentos de seu aniversário de 7 anos. Isto era inegável, a vida era dura com Shunsui, tão jovem e tão sofrido, mas tudo em seu tempo virá, o dia em que vingará seus pais destruindo o tal “Jashin-sama” que tanto assola seus pensamentos e sonhos.

     Passados alguns instantes de contemplação e concentração, inicia-se então seu treinamento com algumas séries de flexões. “997,998...999...1000!” contava em sua cabeça as repetições. Seu peitoral ruía, a dor era intensa das flexões, mas ao mesmo tempo era prazeroso, sentia-se crescer em força e forma. Após o “pequeno” aquecimento o jovem shinobi anda em direção a uma grande rocha, se posiciona e começa a chutá-la com ímpeto. “Eu ainda vou quebrar essa pedra!”, pensava em um de seus objetivos. Não obstante inicia a sequência de socos nas pedras, então socos e chutes. A determinação do garoto se mostra imbatível, suas mãos e pés sangravam, mas isso não era o suficiente para o parar, continuava cada vez com mais intensidade.
-Ahhhhhhhhhhhh!!  Bradou Shunsui dando o seu soco mais forte na pedra.
Incrível. Ele conseguiu abrir um pequeno rombo na rocha. Isso certamente o deixou contente, percebia sua evolução, mas não era o suficiente. Deitou-se ao chão com braços e pernas abertas procurando em um momento encontrar novas forças e energia para continuar seu árduo treinamento, embora já fosse fim da tarde.

     “Yamamoto...” em meio a sua forte transpiração pensava em seu mestre, na verdade, mais que mestre, um pai. Shunsui deve tudo a ele, tudo... Se não fosse por ele, nem estaria aqui treinando nestas montanhas singulares em forma e paisagem. Lembra-se que no seu momento de maior desespero, ele estava lá, quando estava perdido, sem rumo, sem esperança e atônito ao ponto de chorar lagrimas secas de medo e temor da morte, quando seus olhos se fecharam e deixaram de ver o horizonte do espetáculo da vida, ele estava lá. Embora, claro, sentisse enorme amargor pela perde de seu pai e mãe biológicos, Shunsui entendia que eles se sacrificaram para que ele mesmo tivesse uma chance, mesmo que pequena, de vivenciar o vasto mundo e intrigante shinobi. Desde então, o jovem se esforça dobrado, até mesmo triplicadamente para se superar dia após dia, e então, no dia tão esperado e sem data marcada, reencontrar seu mestre.
     Após tamanha nostalgia de suas reviravoltas no passado, Shunsui levanta-se de um salto só, a todo vapor e a todo animo, sabia o que tinha que fazer: treinar!
     Havia um boneco de pancas dependurado em uma árvore deixado estrategicamente pelo genin. Se direcionou a ele e treinava enfurecidamente seus chutes voadores e rotatórios, seus socos e ganchos. Era algo difícil de acompanhar a olhos normais, apenas shinobis de maiores graduações tinham olhos apurados o suficiente para aqueles movimentos velozes. Era estarrecedor como conseguia executar tantos golpes em meio a tantas cambalhotas, piruetas e grunhidos. Era um mestre no Taijutsu.

     Já tarde da noite, Shunsui encerra seu treinamento. Parado por um momento, observa as arvores com seus olhos alvos - presente se sua graciosa linhagem sanguínea, os Hyugas – e dá um sorriso de canto de boca, então vira-se e segue seu caminho montanha a baixo.
Esse garoto! Disse um homem sorridente que saía em meio às arvores, seu sensei.

     Voltando a seu estado natural, mal humorado e ranzinza, Shunsui se depara na calada da noite com o povo de Kumo ainda acordados e animados. “ Como pode...tsc”


_______________________

[FICHA] [NINJA_CARD] [DATABOOK] [TREINOS]



                                                       
avatar
Re: [D.B-TREINO]-Shunsui - em 5/3/2018, 23:34

Aprovado.

Parte do template removido, pq vc bugou o tópico hard.

_______________________



Quando alguém entende o que é o amor, também entende o que é o ódio.
avatar
Raikage
Raikage
Re: [D.B-TREINO]-Shunsui - em 17/3/2018, 08:32

A vida de um shinobi certamente não é fácil, seu dia gira em torno de treinos, lutas, missões e perigo constante, seu tempo de lazer é quase que inexistente, mas aquele que preza por sua bandana não reclama, porém se orgulha enormemente e possui em seu rosto seriedade e em seu coração indescritível felicidade.
Mais um dia começava, Shunsui como de praxe se levantava, tomava seu banho e café da manhã, mas dessa vez não estava com sua regata azul favorita, vestia, contudo, um blusão preto. Hoje era dia de aeróbico. Certamente um grande dia.

O dia estava ameno, a vila pacata, as pessoas com um semblante triste, os raios de luz assim como o sol estavam tímidos, não se mostravam, as nuvens que choramingavam encobriam o glorioso e acalorado esplendor do astro luminoso.  Os alaridos de guerra que soavam pelo mundo deixavam todos inquietos e preocupados, a tensão aumentava aos poucos, mas para o gennin, isto era outro motivo para treinar pesado.

Shunsui, então, começava sua corrida. Os passos e a rapidez iam aumentando aos poucos e enquanto corria, seus pensamentos transcendentavam. Imaginava-se forte, temido, grande em meio aos tantos shinobis experientes de sua vila, as vezes pensava em pedir algumas dicas para eles, mas era teimoso, deu uns tapinhas em seu rosto: “Não posso ter ajuda de ninguém, este é o meu caminho ninja! Chegarei lá com meus próprios esforços e quando eu chegar, serei grande como ninguém, mais forte até mesmo que o Raikage!”.

Certamente as dores o seguiam, as dores de um ser fraco, de um ser incapaz, as dores da aflição e das tormentas de seu inconsciente, a angustia e o desespero inconsolável, estas coisas o perseguiam incessantemente, tudo em sua cabeça gira em torno de suas ambições, do querer ser forte, do querer ser capaz, ser alguém que esteja além de seus pensamentos em força e espirito, em técnicas e conhecimento, tudo isto para o grande dia. Realmente Shunsui é um shinobi diferente. Embora tenha poucos amigos, ele ignora este fato, entende que é necessário, entende que a amizade é um tropeço, uma pedra em seu caminho, é quase  como que em sua mente a amizade e a compaixão fizessem os outros mais fracos, mais dependentes física e emocionalmente dos outros, igual quando seus país ainda estavam vivos ou quando tinha Yamamoto por perto, mas agora não, agora estava à deriva no mundo ninja e se virava bem, o que para ele era sinal de orgulho, a independência e a responsabilidade era uma das poucas coisas que admirava em si mesmo.

Enquanto seus pensamentos afluíam Shunsui corria em um ritmo acelerado não percebendo que já tinha dado a volta em toda vila – em tempo recorde – “Consegui...”. Primeira missão cumprida, agora faltava só mais uma coisa: o treino de força.

Passou perto de sua casa e pensou em entrar, mas já estava todo molhado da chuva fina, não tinha o porquê de trocar de roupas ou tomar uma ducha. Continuando seu caminho em passos lentos encontrou seu sensei indo em direção ao Kumo no Ichiraku Ramen. Ele estava com roupas simples, uma calça de moletom preta e uma segunda pele de mesma cor que exaltavam seus poucos músculos e sua definição, também usava sandálias ninjas e segurava um guarda-chuva. Ao notar seu pupilo corre em sua direção com um sorriso no rosto.

- Ei Shunsui! O que está fazendo por aqui? Está chovendo e você está todo molhado, vai acabar pegando um resfriado! Disse com sua afeição visível pelo gennin, quase como um filho.

- Oi sensei... Eu estava correndo um pouco pra não perder o costume, agora estou indo treinar nas montanhas.
- Nossa! – Disse com espanto – Você se dedica de mais, deveria relaxar um pouco às vezes, é jovem ainda, tem tempo de sobra pra ser ou fazer o que quiser, o quão forte quiser, por que tanta neura assim?

- Quanto mais rápido melhor. Não posso perder tempo. Disse já se virando para continuar seu caminho. Embora seu sensei o admirasse muito, Shunsui não percebia tal fato, agia com ele da mesma forma como age com todos os seus colegas ou civis: indiferente. Mas Danzoo, seu sensei, não ligava e tentava incessantemente se aproximar, ser um amigo em quem Shunsui poderia acreditar. Sabia que não se pode viver solitário, na amargura da solidão e no desamparo do mundo.

- Espere! Segurou o braço de Shunsui. Eu vou com você então! Vamos treinar juntos pelo menos dessa vez, talvez eu possa te ensinar uma coisa ou outra.Com um sorriso no rosto então os dois seguiram rumo às montanhas juntos.

Por um momento as nuvens deixaram o esplendor sol rugir, embora ainda finas gotas de chuvas caíssem sem cessar. Os dois se posicionaram ao centro da montanha distando 5 metros de distância um do outro.

- Então, tudo é uma questão de... Sem tempo de falar Shunsui arrancou em direção ao Danzoo desferindo um poderoso chute alto rotatório. “Muito rápido!”. Sua velocidade realmente estava mais rápida, era nítido, mas ainda fácil de se acompanhar por um shinobi experiente. Danzoo segurou sua perna. Um brilho nascia do rosto de Shunsui.

- Muito bem, muito bem... Seus treinos têm dado frutos então, haha! Então tentou desferir um soco no rosto de Shunsui, o qual em um movimento rápido dá um mortal mirando seu pé livre no queixo de seu sensei que desvia por muito pouco e o solta. “O trabalho aqui não vai ser fácil”.

Assim continuaram lutando até que a lua resolveu esbanjar sua beleza e luz refletida. Os dois exaustos voltaram juntos à vila, comeram ramen juntos e assim se separaram novamente, cada um em direção às suas casas.

Fim.

Considerações:
- Treino para 1 ponto em Velocidade e 1 ponto em Força.

_______________________

[FICHA] [NINJA_CARD] [DATABOOK] [TREINOS]



                                                       
avatar
Re: [D.B-TREINO]-Shunsui - em 17/3/2018, 08:46

@ App  +01 em Velocidade e Força 

_______________________

FICHA | 


Bolsa de Armas

Kunai - 12
Hikaridama - 07

avatar
Genin
Genin

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum