Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [História] O Arqueiro Astuto
Hoje à(s) 03:18 por Urameshi

» [ MF ] Vorn
Hoje à(s) 03:18 por Urameshi

» [ SOLO ] Vorn, o Aprendiz
Hoje à(s) 03:18 por Tenshin

» [RP - Crônica] Libertação - Hidey
Hoje à(s) 03:17 por Oda

» Rankeamento de Técnicas
Hoje à(s) 02:53 por GuillotineCrown

» [CENA] A chuva sobre os fios negros
Hoje à(s) 02:52 por Hipátia

» [Banco] Omoi
Hoje à(s) 02:22 por Kaginimaru

» Lista & Organização de Habilidades Especiais
Hoje à(s) 02:21 por Kaginimaru

» [M.F] Omoi
Hoje à(s) 02:19 por Kaginimaru

» [ITEM] Máscara do Espírito Azure
Hoje à(s) 01:44 por Tenshin


Convidado


20/7/2018, 03:24
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[ RP - MUNDIAL ] O Outro Mundo

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[ RP - MUNDIAL ] O Outro Mundo - em 1/11/2017, 00:06



Assim que atravessaram a enorme ruptura, se encontraram em uma caverna cristalizada e fria. O inverno era muito mais rigoroso do que em qualquer outro lugar do mundo normal. Somente pessoas preparadas para temperaturas extremamente baixas tinham possibilidades de não sofrerem nenhum efeito contrário, os demais, caso não encontrassem uma maneira de se aquecerem sofreriam de dores nas articulações. As paredes da caverna reluziam pedras brilhantes, talvez preciosas, talvez não. Mas o caminho em frente não revelava absolutamente nada além de escuridão e alguns pontinhos brilhantes como as pedras nas paredes. Pelo frio e pelo desconhecido os ninjas precisariam tomar cuidado. O chão também dificultava plenamente os passos deles, pois escorregava facilmente e o chakra não serviria para ficarem mais firmes. Precisariam andar aos poucos ali dentro se quisessem sobreviver ou ao menos terminarem inteiros. Felizmente era espaço suficiente para o grupo andar unido, não necessariamente lado-a-lado, havendo espaço para três ninjas normais lado-a-lado.

Caberia a eles seguirem em frente até adentrarem a escuridão cerca de quarenta metros a frente deles.


Consid.:
Todos os participantes tem 24Hrs de W.O a partir de agora. Sigam as instruções façam normalmente o roleplay.

Instrução: sigam à vontade até a escuridão (ou não vão até lá, o ponto é que não se pode ultrapassar esse limite).

Boa sorte.
avatar
Narrador
Narrador


ST: 4 |4 • HP: 1200 | 1200cH:1400 | 1400
Eu fui o primeiro do aglomerado de shinobis a  adentrar o "portal" e acabei parando dentro de uma caverna gigantesca e com temperatura muito abaixo do que o mundo estava acostumado, humanos comuns certamente pereceriam naquele lugar, a baixa temperatura iria destruir completamente a resistência de uma pessoa convencional. Felizmente esse não era o meu caso, minha linhagem sanguínea e meu clã me permitia aguentar tranquilamente temperaturas extremas iguais aquela.
Ali eu buscaria me atentar ao máximo enquanto eu aguardava a chegada de outros shinobis, para poder dar sequencia e me aprofundar naquela caverna.
Aparencia:
Hyorinmaru:
Rank: S 
Descrição:É uma enorme espada que se assemelha a uma Katana, tem um simples enfeite dourado em seu cabo, que é revestido em um tom negro e vai clareando para de azul até chegar ao azul claro, da p/ G o diferencial da espada exatamente nesse detalhe.
Habilidade: Toque Gélido: Graças implementação do poder do usuário, a arma passou a ter uma habilidade um pouco incomum entre as espadas. Com um simples corte ou até mesmo o toque, a espada pode congelar qualquer coisa, até mesmo o próprio chakra. Em harmonia com sue usuário, a espada pode obliterar outras técnicas com Rank inferior ao da espada, no caso... Rank A, congelando-as, mas apenas uma vez por turno. Consumo de 50 de CH quando usada para deter outras técnicas, 
Mascara ANBU

_______________________

"Desista da ideia de me fazer desistir"
Ficha Antiga - Banco - Mods
avatar
Nukenin A
Nukenin A

Evento

Passando pelo portal e chegando ao outro lado, Itsuki ficava surpreso ao ver um território coberto de gelo e neve, algo bastante semelhante a sua terra natal porém um pouco mais frio do que estava normalmente habituado porém nada de muito especial tendo em conta que podia sempre fazer uma pequena chama para se aquecer ou em casos extremos uma pequena bola de lava para levar consigo pela viagem. No entanto nada disso era muito importante visto que o seu caso pesado de cabedal, era confortável o suficiente para não se preocupar com aquilo de forma imediata, olhando em redor Itsuki procuraria alguém que soubesse o que se passava naquele local visto que pelo que tinha descoberto, ninguém tinha a menor ideia do que se passava logo qualquer pista ou instrução era mais que bem-vinda naquele momento.

O chunnin iria olhar em redor a procura de alguém da sua aldeia de modo a criar um pouco familiarização visto que da última vez que tinha saído da aldeia, que por acaso foi no evento de graduação ao rank de chunnin, o Terumi tinha descoberto que apesar da sua personalidade, nem todas as pessoas eram atenciosas o suficiente para conversa, muitos deles eram um bando de egocêntricos revolucionários com o seu próprio umbigo. Visto que ainda poucas pessoas tinham entrado através do portal, o correcto seria esperar que mais pessoas entrassem em vez de partir em uma direcção aleatória sem saber para onde ir, especialmente porque tudo naquele lugar coberto de gelo e neve parecia igual, algo que vindo de uma pessoa que viva num local rodeado de névoa, neve e chuva parecia estranho.



St: 4/4     HP: 675     CHKR: 700

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin

O OUTRO MUNDO.

Senti-me aliviado assim que o velho calvo relatou não saber do que se tratava o outro lado, e muito menos das coisas que nos reservava, também. Muito obrigado! Todos aqueles rostos e corpos se postavam de maneira estática, excessivamente atentos ao discurso do homem de terceira idade. Eu elevei meus olhos até a ruptura e avistei-a descer monstruosa - assim como era -, admitindo proporções ainda maiores e amedrontadoras. Chegava a hora de transpassá-la, e como um último aviso nos foi dito que, caso estivéssemos em situações extremas, deveríamos lançar algo além da fenda. – Menos mal - Pensei alto, certificando-me de que carregava todo o necessário para a aventura, finalmente atravessando a escuridão.

Primeiro Oto, depois o preto e por último os cristais. Toda a realidade parecia ter se alterado no exato momento em que coloquei-me do outro lado. Nada mais correspondia àquele amontoado de pessoas se prestando a reconstruir a vila, ou àqueles outros que estavam vidrados, parte no velho, parte no buraco negro. Ali dentro era tudo mais vívido, mais brilhante, diferente. – Se bem que a iluminação deixa a desejar. Não era de todo excepcional.

E continuavam entrando, aumentando o número de companhias e diminuindo o meu espaço livre. Onde é que aquela garota se meteu? E eu me lembro de ter visto um outro ninja da Nuvem, também... Eu não conseguia enxergá-los, mas se tinha algo que eu podia garantir, era que estava um frio desgraçado. Repentinamente comecei a bater os dentes e tentar me aquecer com movimentos de ida e vinda das minhas mãos nos meus braços. Sorte a minha de que estava agasalhado. – Caralho! Deixei escapar, fechando os meus olhos e começando a andar. Era só o que me faltava. O chão escorregava fácil, fácil. Merda!

Olly, HP: 625/625; CH: 800/800; ST: 05/05; VEL: 18 m/s.

Taberu (Lendária), RES: 350/350.

Considerações:
Aparência. Bolsa de armas atada a cintura. Taberu está numa bainha preta fosca, presa às minhas costas.

Taberu:

Taberu
(Devoradora)

Espécie: Lendária.
Rank: S.
Descrição: Quando mais nada existia, mesmo antes de buracos negros surgirem, de as galáxias se formarem e de poeira cósmica se espalhar, Kūsō, A Personificação do Vazio, sentindo-se afoito pelo escuro da solidão, criou e, mais tarde, conspirou contra as vontades de Sōkū, O Deus de Tudo e Todas as Coisas, de fazer nascer a sua primeira dádiva: Jinsei, o universo como conhecemos hoje, proferindo que somente a existência de seu filho era o suficiente para lhe arrancar o seu título e proporcionar deleite. Insatisfeito, Sōkū e Kūsō formularam a primeira briga de toda a vida, e com ela trouxeram, a cada conflito de suas armas, a criação de centenas de realidades capazes de abrigar diferentes partes das suas personalidades, confrontando até que quase nenhuma delas sobrasse.

Alimentado pela vontade e pelo orgulho, Sōkū acabou vencedor e, como prêmio, recebeu o comando de todo O Primeiro Plano, a realidade em que vivemos, e seu pai, Kūsō, ficou com os cenários difusos, cheios de crises, confusão, escória e nada, absolutamente nada, assim como eram as coisas antes de o nascimento da sua cria. Revendo suas atitudes, arrependeu-se de não usufruir de toda a potência contra O Deus de Tudo e Todas as Coisas e, por isso, desobedeceu o trato que dizia não poder transpassar as barreiras do Segundo Plano, lançando mão da sua presença para conseguir se infiltrar em uma parte do Mundo de Cima e dar um fim a tudo, novamente. Mas as forças resistentes eram muito poderosas e, assim, ao invés de se transportar por inteiro e se vingar, precisou se resumir a uma mera espada violeta, com os seus nove olhos a adornando e vigiando o império de Sōkū, a pior ingratidão que lhe aconteceu.

Agora como uma arma, Kūsō carregava consigo a maior energia vital de todas, possibilitando de amplificar em tamanho e poderio o que viu ser apelidado, pelo humano que a empunhou, de Taberu, A Devoradora. Sorrateira e furtiva, a espada se tornou capaz de adaptar seu feitio a quaisquer que fossem as habilidades de quem a comandasse, justamente porque A Personificação do Vazio era O Pai de Tudo e Todas as Coisas. Esbanjando vigor, aliou-se de maneira ímpar ao seu dono e, finalmente, Kūsō pôde se considerar liberto da solidão que tanto temia e doía, proporcionando ao espadachim um presente divino: o diálogo com o dono da primeira expressão de som já existente, do primeiro eco rebobinado e da maior intensidade sonora conhecida, conduzindo seus adversários a uma temível destruição auditiva.

Hoje, distanciado de ódio e rancor, Kūsō permite ser empunhado com a intenção de destruir todas as partes da personalidade de seu filho, inclusive o próprio manipulador de Taberu, na tentativa de purificá-lo inteiramente do mal que lhe acometeu assim que A Maior das Guerras, o episódio em que Kūsō e SōKū batalham, aconteceu. Quando concluído esse objetivo, A Personificação do Vazio fará com que tudo retorne aos conformes e, por último, desapareça, impedindo todas as coisas de experimentar o que ele um dia experimentou: o escuro da solidão, crises, confusão, escória e nada. Absolutamente nada.

Kūsō, reconhecendo a necessidade de um juramento de fidelidade como garantia da sua servidão, somente se deixou compreender depois de aplicar sobre o peito de seu espadachim um selo escrito em romaji: オメン, ou Omen, que significa "Presságio". Tal marca garantiria a vida do manipulador ao manipulado, tornando-o o armazém de Taberu, A Devoradora, que apenas poderia ser retirada através do selo e do bel prazer daquele que jurou, com a recitação da frase "Transcenda o vazio, e mate o medo: Devore!". Enquanto resguardada no seu portador, a arma consegue ser destruída caso este morra e ela fique a mercê do dano inimigo.

A Devoradora possui um tamanho padrão de sessenta centímetros e uma lâmina absolutamente reta e de um único fio, com uma proteção quadrada e base longa para acomodar as mãos. Sua coloração semeia entre o violeta e o púrpura, e a superfície do corte tem nove íris de coloração verde musgo te observando. A ponta da arma é pouco curvada e, o que diz respeito a sua força, capaz de cortar tudo e todas as coisas. Suas habilidades variam desde manipulações de energias elementares até despertar de técnicas ilusórias afrontosas ou ninjutsus que moldam o chakra no formato de cobras. Como um talento secundário, existe a aptidão de ampliar em tamanho e, consequentemente, poder, podendo duplicar ou triplicar todo o dano e o alcance de suas técnicas. A bainha original da arma é o corpo de seu espadachim, mas há também uma outra, inteiramente preta fosca, para que este não precise se preocupar em devolvê-la para o seu corpo no meio de um combate. Caso o seu manipulador morra, a alma é devorada por Taberu, A Devoradora.

Bolsa de Armas:
 [20] Kunais;
 [10] Shurikens;
 [20] Hyōrōgans;
 [20] Zōketsugans;
 [11] Kibaku Fuuda;
 [25m] Fio;
 [11] Ampolas de veneno.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin

J  I  N
800/800 1200/1200 000/400 00/06

Ainda que um pouco distante, pude ouvir com perfeição as palavras do senhor que parecia ter tomado o controle do portal para si. Decidido a adentrá-lo, movi minhas pernas lentamente em direção a grande fenda que parecia distorcer o espaço. Minha cabeça demonstrava certa confusão. Não poderia esperar o contrário, uma vez que nunca havia visto nada como aquilo em toda a minha vida como ninja. De todo modo, deixei a insegurança de lado e pulei de cabeça naquela aventura. Entrava na fenda logo após um rapaz de estatura baixa fazê-lo.

Como uma viagem lisérgica, estava agora em um novo lugar. "Mas que diabos?..." perguntei-me sobre o que estaria acontecendo naquele lugar. O frio surrupiou-me de maneira imprevisível. Para tentar me aquecer, atritava uma mão na outra e escondia bastante toda parte do meu corpo exposta ao ambiente. Além disso, como o piso parecia ser escorregadio, passei a dar alguns pulinhos como forma de tentar me manter aquecido. Aquelas não eram táticas muito características de um shinobi, mas talvez fossem o suficiente para manter-me numa temperatura de graduação aceitável ao corpo.

No fim, saltitava ao lado do rapaz que havia entrado naquele espaço um pouco antes de mim. Cada vez mais próximo do breu, perguntava-me o que mais poderia aguardar dali.

coisas:
considerações:
Aparência. Tōken na cintura do lado esquerdo. Shibuki nas costas, transversal, direita para a esquerda. tô a uns cem metros aí de geral.   
tōken:
Tōken
Descrição: Uma espada (刀 剣, token) é uma arma longa, laminado utilizado para o combate. Enquanto a maioria das espadas em Naruto estão katana tradicional japonesa, tanto, ou Ninjato, espadas usadas por personagens principais tendem a ter poucas semelhanças com as armas da vida real, como é o caso com os sete espadachins das espadas névoa. Outros espadas que foram introduzidas nas séries têm poderes místicos ou especiais, incluindo Espada de Orochimaru de Kusanagi e a Espada de Totsuka como empunhada por Itachi Uchiha Susanoo.
shibuki:

Shibuki
Rank: S
Descrição: O Shibuki (飛沫, Literalmente significado: Splash) é uma das espadas dos Sete Espadachins da Névoa, empunhada por Jinpachi Munashi. A lâmina utiliza várias marcas explosivas, contidas em um rolo substancial, para incorporar explosões no próprio espadachim do usuário, ganhando o título de "blastword" (爆 刀, bakutō). A própria espada possui dois lados distintos, com uma borda de corte estreita localizada na parte inteira de um comprimento e uma ampla seção de plataforma no outro. O deslocamento acima mencionado se desenrola ao longo deste último lado, deslizando para baixo e descansando sobre sua superfície para formar um segmento individual, composto por numerosas etiquetas explosivas, que se separam do restante após a detonação. Apenas uma vez que o adversário desejado entre em contato com a plataforma, as etiquetas explosivas finalmente inflamam e depois se separam, proporcionando uma pequena oportunidade para o usuário escapar do raio de explosão devastador, ao mesmo tempo em que compensa qualquer recuo resultante. A espada é aparentemente capaz de recarregar outro segmento de tags na plataforma, automaticamente após cada ataque.
armas:
Kunai: 7/7
Shuriken: 4/4
Kibaku Fuda: 8/8
Kemuridama: 2/2
Hikaridama: 2/2
Fio: 10m/10m

_______________________

avatar
Tokubetsu Jonin
Tokubetsu Jonin


HP: 750/750• CH: 800/800 • ST: 00/06
Cruzando o outro lado do portal misterioso que se situado na aldeia de Otogakure no Sato, Chara rapidamente esfregava os olhos ao reparar que se encontrava num local estranho rodeado de frio, gelo, neve e uma quantidade notável de baixas temperaturas, parte de si estava feliz por ter trazido a sua camisola de mangas compridas em vez de algo mais exótico no entanto a ausência de calças era algo que de certeza se iria arrepender em breve. Olhando em redor de forma atenta e assertiva, a Kunoichi iria olhar para trás observando o local de onde tinha saído, visto que parte de si tinha a certeza que muitos não teriam a mesma coragem em avançar pelo portal o ideal seria esperar que um grupo substancial de pessoas chegasse de modo a começar a exploração, para si tudo aquilo não passava de algo idêntico a uma visita de estudo da mesma forma em que ela e a sua turma tinham planeado fazer uma excursão no País da Neve mas que acabou por ser cancelado devido a problemas burocráticos, políticos e de certa forma sociais visto que as relações entre as aldeias nem sempre eram das mais fáceis de lidar.

Assim que tivesse um grupo ligeiramente adequado com cerca de cinco ou seis pessoas, ou pelo menos o maior número de pessoas que tivesse a coragem de passar o portal, Chara procuraria algo semelhante a uma pedra ou pequeno monte e de seguida colocar-se-ia em cima dele e após tossir para limpar a garganta, colocaria ambos os indicativos na boca e após assobiar o mais alto que conseguisse de modo a chamar a atenção de todos começaria o seu discurso.

— Atenção grupo de pessoas de aspecto questionável! Tendo em conta a estranha circunstância em que nos encontramos, o correcto seria formar um grupo organizado para evitar surpresas desagradáveis. Neste momento temos duas opções: querem optar por um plano calmo e bem organizado ou preferem optar pela estúpida ideia de agir independentemente como um protagonista de uma história de ficção?

Assim que terminasse o seu discurso, a kunoichi iria colocar as mãos na cintura aguardando a opinião do suposto grupo, ela não sabia se existia alguém competente o suficiente para assumir o tal papel de líder mas ela tinha certeza que caso houvesse essa tal pessoa, com a coragem, motivação ou insipiência suficiente para assumir tal cargo, essa pessoa iria de destacar do grupo e se oferecer para fazê-lo. Aquela situação tomaria um de três caminhos, ou alguém iria assumir a liderança do grupo e Chara teria a oportunidade de se colocar no meio da multidão de modo a usa-los como uma tentativa de escudo humano, ou ninguém iria assumir a liderança e a Chinoike teria que fazer a gentileza de perder parte do seu precioso tempo e assumir as rédeas ou como última opção e talvez aquela que seria a mais idiota, o grupo iria tentar agir de forma independente num local onde supostamente ninguém sabia nada, ninguém tinha um método de orientação concreto e acima de tudo não havia forma de julgar a força dos adversários que aquele local portava.

~~
Considerações:
N/A
Jutsus Usados:
N/A
Armas:
Nome do Item: Satsuriku
Espécie:  Raro
Rank:  A
Descrição:  A Satsuriku é uma adaga inconvencional de coloração negra com extremidades prateadas como se fossem banhadas em mercúrio, a sua textura ortodoxa e victria semelhante a pedra obsidiana leva muitos a pensar que esta arma foi criada num vulcão activo usando uma porção de lava composição félsica e baixo teor em água, ao contrário de muitas armas desta categoria, a lâmina da Satsuriku possui quase meio metro de comprimento e quinze centímetros de largura com um pega adicional de vinte e três centímetros com um resguardo de  quinze centímetros.

A origem desta arma é desconhecida pelo simples facto de não existir nenhum tipo de identificação, marca ou designação do ferreiro que a fabricou, no entanto rumores afirmam que não passa da obra de um ferreiro amador que procurou criar algo que fosse mais esteticamente apelativo do que funcional. Ironicamente é importante realçar que apesar da atenção na escolha do metal para a arma, a pega da mesma possui um revestimento grosso de borracha isolante algo que protege o usuário de choques eletricos.

_______________________

⟢ Bingo ⟢ Mudança - Ficha ⟢ C.J ⟢ Chara ⟣ C.T ⟣ Mudança - Status ⟣ Banco ⟣
avatar
Jōnin | Anbu | Heroína
Jōnin | Anbu | Heroína

O Início
Rumando e Rumando...

---------------------------------------------------------- 
-------------------------------------------------------------------

"Desistir?! Isso não está em discussão." – Pensava ante o aviso do idoso. 

– ARRGGHL! – Colocava, em um gesto automático, a mão no abdômen. A viagem havia despertado uma ânsia de vômito. Era um enjoo juntamente com decepção temperada com um ambiente nada agradável do lugar. Devido a escuridão que tomava conta do local, inclinava minha cabeça sorrateiramente enquanto tirava os óculos e limpava as lentes com um pano. Nesse instante, dava uma passada rápida de olho e prontamente colocava-os de volta. Faria isso com a maior descrição e no menor tempo possível.

Como um membro do clã Aburame, desde tenra idade usei excesso de vestimentas, por isso acreditava fortemente que o frio não iria me prejudicar. Em um ato involuntário e inconsciente devido ao fato de sair de um ambiente e ingressar em outro com temperatura totalmente diferente em um curto espaço de tempo, era normal que minha respiração saísse fora do normal. 

Tentaria encontrar entre os ninjas presentes, aqueles que possuíssem algo característico da Vila Oculta da Folha, para que pudesse tomá-los instintivamente, como aliados. No entanto, minha timidez desarmava uma possível aproximação.

Dirigiria-me até a parede mais próxima, tocaria ela com minha mão esquerda e utilizaria de meu Hijutsu, Mushimayu. O objetivo por trás de tal ação seria descobrir possíveis insetos da região - o que poderia ser muito difícil, devido a baixa temperatura - e adquirir o máximo de informações possíveis que ajudassem em nossa busca.  

Legenda

Ação - Fala " " Pensamentos
 

Considerações:
Aparência na ficha.

Bolsa de Armas:
Senbon x20 [10 espaços] 
Kunai x6 [6 espaços] 
Kibaku Fuuda x4 [2 espaços] 
Hikaridama x2 [2 espaço]

Jutsu Utilizado:
Hijutsu: Mushimayu 
Rank: C 
Descrição: Esta técnica exclusiva permite que o usuário acelere a velocidade de desenvolvimento de seus insetos. Como o corpo do usuário já é uma ramificação sortida de insetos, o usuário irá encerrar-se em um casulo real para ajudar ainda mais os insetos. Este é um movimento extremamente útil para os membros do clã Aburame, já que seus ataques principalmente tem como foco o uso de insetos. No entanto, usar isso no meio de uma batalha pode ser potencialmente perigoso, pois deixa o usuário estático e vulnerável. Como tal, quando esta técnica está sendo empregado, o usuário geralmente encontra um local seguro ou de outra forma pode ser guardada por seu companheiro de equipe.

HP: 300/300 SP: 325/350
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Entrada na fenda e o corredor gelado...

Muitas pessoas apareceram em volta da fenda voadora, aquilo me irritava, não gosto de muita gente junta. O velho responsável pelos cuidados da fenda moveu suas mãos numa rapidez exorbitante e de imediato bateu no chão, a fenda havia sido expandida. O idoso continuou e explicou os procedimentos para volta, e de forma sagaz, tirou o dele da reta, somente desejando boa sorte a todos ali presentes. Ser a primeira não era minha intenção desde o começo, portanto observei algumas daquelas pessoas, que olhando melhor a maioria eram crianças, entrarem para ver se não havia nada de errado e tudo aquilo ser uma fatal armadilha. O começo da viagem dimensional deles havia começado, um após o outro entrando naquela fenda estranha, nenhum barulho sendo ouvido ou algum tipo de sinal. Parecia que era verdade o que haviam passado para nós, teríamos que entrar ali. Minha vez havia chegado, me posicionei abaixo daquela fenda e pulei, entrando no mesmo.

Em um instante estava em outro local, o choque térmico de sair de um local ameno e ir para um extremamente gelado foi considerável. Parei um pouco para o meu corpo adaptar-se ao novo clima. Minhas vestimentas cobriam todo o meu corpo, exceto meus ombros. Coloquei minhas mãos inversamente neles e comecei a atritar, na tentativa de gerar calor. Passado alguns minutos, decidi que era hora de seguir, olhei em minha frente e vi aquela linda caverna de gelo e cristais, uma coisa linda não posso negar, mas o frio que me atingia não me deixava expressar nada. Os ninjas que haviam primeiramente entrado na fenda estavam andando calmamente pelo solo liso, um boa estratégia afinal. Limitar minha movimentação me deixava irritada, aliás, tudo me deixa irritada, estar ali me irritava e ver crianças num lugar como esses também. Dei pequenos passos para me acostumar com o solo liso, após algumas tentativas consegui achar a força e jeito corretos de andar pelo chão sem fazer com que eu caísse de cara no chão. Poderia usar a Emissária de apoio, mas sua lâmina era menor que as espadas comuns e não me serviria a nada. Lembrei-me da garota que havia aparecido no portão para sair, mas logo ela haveria de sair. Decidi por esperá-la, já que com certeza ela teria que estar aqui, para "tirar algumas satisfações". Me desloquei a direita da saída da fenda e assim esperei.

Considerações:
- Aparencia igual ao avatar.
- Emissária nas costas na vertical.
Bolsa de Armas:
Kunai: 4 (5)
Shuriken: 5 (5)
Senbon: 8 (4)
Kibaku Fuuda: 12 (3)
Hikaridama: 3 (3)
Emissária da Luz:


A Emissária da Luz

Espécie: Lendária
Rank: S
Descrição: Uma espada passada de geração em geração para aqueles que foram destinados a trazer a paz no mundo, a Emissária da Luz tem grande poder destrutivo se souberem usá-la bem, em seu estado normal, ela parece ser apenas uma espada comum com uma lamina menor, mas em seu estado real, a Emissária da Luz mostra seu verdadeiro poder com sua habilidade de manipular chakra do estilo vento para cortar aqueles que opuserem a ela. Aquele que a empunhar, terá que saber como controlá-la e ter conhecimento do chakra Fuuton.
Habilidades/Mecanismos: 
- Para ativar a forma real da espada, o usuário deverá gastar a mesma quantia de chakra de um jutsu rank S. A forma real da espada dura 2 posts, e quando voltar ao estado normal, ela deverá "descansar" por 1 post.

- Em sua forma real, a espada tem a habilidade de manipular chakra de estilo vento, a manipulação nessa forma vai até o limite de manipulação rank A. 2 manipulações por post.


- A espada pode manipular o chakra vento para poder aperfeiçoar sua capacidade de batalha, criando um manto de chakra Fuuton para aumentar o seu dano. Manto de vento gasta chakra continuadamente a cada post ativado e conta como se fosse um jutsu rank B.

- Não se pode escolher usar o Manto de vento e manipular chakra vento ao mesmo tempo, ou o usuário utiliza a forma real da espada para atacar a distancia com suas manipulações ou utiliza o chakra Fuuton para criar o Manto.
Especifidades da espada:

- Tamanho da lâmina em sua forma normal: 50cm
- Tamanho total da espada em sua forma normal: 95cm

- Tamanho da lâmina em sua forma real: 90cm
- Tamanho total da espada em sua forma real: 135cm


Aparência:
- Forma Normal

- Forma Real
 

_______________________

C.J|Banco|M.F|M.S

avatar
Chūnin
Chūnin

Com um certo receio, adentrei o portal depois de receber algumas instruções e dicas do homem idoso. O outro mundo era coberto por gelo e pedras preciosas - que certamente eu pegaria algumas unidades, não fosse a quantidade de pessoas presentes ali. 

O clima era extremamente frio, talvez um pouco mais que o deserto do País do Vento à noite, o que era um grande problema para todos nós - ou para a maioria. Cobrir meu corpo com areia provavelmente me ajudaria a superar a baixa temperatura, uma vez que eu já estava acostumado com o frio, mas a fim de poupar Chakra, decidi aguentar um pouco mais. 

O chão coberto de gelo dificultava a caminhada, sendo fácil perder o equilíbrio e escorregar a qualquer movimento, mas como não tínhamos pressa, julguei que também não fosse necessário utilizar areia para resolver esse pequeno incômodo. 

Uma Kunoichi discursou algumas palavras, parecendo querer obter a liderança sobre o grupo. Ignorei-a e segui avançando até a escuridão, atento e pronto para agir, se necessário. Havia uns seis ou sete ninjas na minha frente e mais alguns ainda atravessavam a enorme ruptura, o que me deixava quase no final do grupo.

Ainda que essa fosse uma missão apenas de investigação, supus que fosse melhor que todos se apresentassem e contassem sobre suas habilidades, mas parar ali talvez não fosse uma boa ideia, então eu deixei parar propor isso em um local mais adequado. 

HP: 705/705
CH: 825/825

_______________________



あなたは私の世界を破壊し、今私はあなたを殺すでしょう!
You destroyed my world, now I will kill you!

avatar
Herói
Herói



❝ i'll stand here existing and feeling wretched existence
Consuming life-force 'til i grow distant
don't bother searching for somebody like me
A fading no one ❞
CH: 2840/2800 HP: 2000/2000 ST: 00/14
Kurama: 5000/5000

A nequice dimensional dilatou os seus horizontes através da influência externa, curvando matéria e realidade perante a singularidade de um negro opaco e sedutor, uma existência equivocada e implausível, indigna de permanecer ali. Com o bater da destra na terra de onde uma ferida antiga ainda não sarara, repartiu com ela o seu mimo em linguagem simbólica; uma lembrança de que esteve ali, um seguro ou mesmo arte pura e desinteressada, o que se sucedesse da forma mais bela. — Descanse, bom homem. — Os olhos pousavam sobre os ombros do ancião conforme os lábios finos pronunciavam um singelo agradecimento, mera formalidade de suas raízes reais. Testemunhou a entrada dos mais bravos, acomodando-se em meio a penumbra da fenda e arrebatando a si mesmos de sua vista. A visão acomodada descreveu em silêncio as características mais marcantes dos que a acompanhariam, questionando-se quantos deles retornariam ao seio de suas casas com algum fôlego de vida. Embora veterana em missões arriscadas, a mulher tornara-se um tanto quanto pessimista sobre a vida alheia. Decidiu, quanto poucas silhuetas restavam do lado seguro da fenda, que seria a próxima. Caminhou, as placas de um vinho enegrecido rearranjando-se através da armadura em sons do tilintar do metal e o sussurro dos ventos na ponta dos ouvidos. Sentiu, no momento em que se situava entre ambas as existências, as trevas a tomarem em uma densa camada de escuridão e vazio, em um silêncio tão profundo que nem mesmo o coração ousou arriscar uma batida. Ela cerrou os olhos e continuou a travessia.

O vento frio desceu como o dedo de um cadáver através da espinha de Mordred, atiçando o seu tato que imediatamente a coagiu a novamente abrir os olhos. Arriscou considerar que haviam transitado ao país da neve, mas havia algo de mágico e distinto do frio habitual. O borrifar dos ventos dentro daquele pequeno espaço serpenteava através das placas de metal, meneando os fios dourados que escorriam sobre a testa pálida e causando uma ardente sensação de prazer, como em um banho gelado. Mesmo através das grevas da armadura, bastou um passo a frente para perceber a pouca resistência do atrito entre o metal e a camada de gelo que se espalhava no chão. Experimentou do chakra para dar-lhe o equilíbrio, mas ainda sim, era como uma criança que se quer sabia andar. Decidiu que silenciosamente caminharia sobre o gelo, dando ao seu corpo a experiência necessária para ao menos não estabacar-se no chão como uma principiante; embora se o fizesse, pouco se importaria com a algazarra das risadas. — Será que Kemi está bem? — Sussurrou a si mesma e a besta interior, mas a fera estava atarefada demais concentrando-se para assegurar a sobrevivência da dupla. Sentia o poder fluir através das células de seu corpo, mas de nada adiantaria se enlouquecesse na solidão da própria preocupação. Esvoaçantes cabelos marrons atraíram a sua desatenta atenção, o bastante para se dar ao desprazer de escutar o que a jovem tinha a dizer. Tolice inteligente, averiguou mentalmente. A criança não parecia estúpida, mas desconsiderava importantes questões do que vivenciavam. Embora dobrasse as suas palavras a tecer o "plano calmo" como a melhor opção, para a veterana, o fato de estar em território desconhecido, sem suprimentos e direção era um problema a ser resolvido de imediato, sem delongas. Todavia, era justo dar a pequena os seus méritos por desmerecer uma possível ação independente; a Sannin compreendia, mais do que todos ali presentes, o quão tolo seria o que tentasse algo assim. — Esse frio é a primeira das coisas que deveríamos tratar. — Comentou, em alto e bom som. Estalou o polegar e o médio da canhota, um gesto simplório que gerou, a uma distância segura dos ali presentes, uma pequena, porém confortavelmente aquecedora esfera de fogo. O crepitar das chamas afastaria a loucura e as alucinações da caverna, a luz afastaria as sombras e o calor, o frio; era perfeito.


Considerações:
Roupas: Aqui

Nota: Kokorowatari presa a bainha e na cintura. Kibas estão dos dois lados da cintura, uma delas junta a Kokorowatari, porém em um ângulo diferente. Manipulação rank D deve ser o suficiente para aquecer os corpos dos presentes, mesmo que estes não estejam acostumados. Caso alguém se sinta incomodado com as chamas, bastara balançar o braço contra esta e a minha personagem a desfará. Kurama reuniu 50 pontos de chakra neste turno e utilizei 10, 5 para uma marcação de teletransporte do lado de fora e 5 para formar as bolas de fogo.
Armamentos:

Kokorowatari
Espécie: Lendária.
Rank: S.
Descrição: Também conhecida como Kami no namida (神の涙, lit. Lágrima de Deus), esta é uma arma lendária de origem divina cuja existência foi mantida em segredo absoluto, sendo esta um tesouro sagrado e a única prova da existência do Deus coelho. Segundo a lenda, a Kokorowatari surgiu em um período de guerras sangrentas, quando a violência humana sobrepujou a dádiva do amor e só então fez-se necessária a intervenção divina. O criador, decepcionado com tamanho pecado de sua própria criação, permitiu que uma porção de sua essência caísse sobre a terra na forma de lágrimas. Essas lágrimas juntaram-se e através da essência divina, tomaram a forma de uma espada sagrada.

A Kokorowatari tem a forma de uma katana tradicional, de ornamentos brancos e trançados completamente pretos. Sua guarda é escura tal como os trançados, mas possui adornos de cor levemente mais clara que contam a história da criação da arma através de pequenos desenhos na área da guarda. A lâmina possui oitenta centímetros e é branca como a neve, tal qual lhe confere um brilho verdadeiramente incômodo em dias ensolarados. A tradição dos que já a empunharam é de que Kokorowatari é  sempre posta do lado esquerdo da cintura.

Sendo uma espada divina cujo objetivo era parar guerras, a arma possui duas habilidades distintas que agem em prol de evitar conflitos. A primeira e mais interessante delas é a capacidade de, com o mero toque no adversário ou mesmo através do contato indireto, a espada toma parte do vigor do afetado e o transfere para seu portador, sendo essa quantia equivalente a um turno de Stamina por post. A segunda é uma forma mais ofensiva de evitar conflitos, pela qual a espada consegue destruir armas básicas completamente ao se chocarem com ela e também infligir um dano extra de 140 pontos de dano na RES das armas especiais a confronta-la.

Kiba
Rank: S
Descrições: Kiba (牙; literalmente significa "Presas"): Espadas gêmeas que são imbuídas de um raio que aumenta seu poder de corte. Elas são ditas as espadas mais afiadas já forjadas. Elas também são chamadas de "Espadas de Trovão" (雷刀, Raitō).
Habilidades da Arma: Conhecidas como as espadas mais afiadas já forjadas, ao serem banhadas em eletricidade se tornam capaz de cortar qualquer coisa até uma vez por turno - Rank S. Podem em conjunto de um portador manipulador de eletricidade (afinidade ou perícia) lançar manipulações de Raiton de até Rank A.

Amaunator MK II
Espécie: Rara.
Rank: S.
Descrição: Inspirados pela deusa do sol que lhes presenteou com o fogo, os primeiros homens tinham agora o conhecimento para forjar as primeiras armas. Entretanto, a deusa logo notou a ineficácia nos primatas recém evoluídos em forjar e devido a isto, presenteou-os novamente, mas desta vez com uma das peças de sua coleção mais preciosa. A peça presenteada foi a Amaunator, a defensora.

Amaunator MK II é uma armadura completa, feita a partir das partes reaproveitadas de sua anterior, possuindo uma diadema de prata enegrecida em tons de rubro na região das têmporas que é capaz de transformar-se em um elmo fechado com chifres irregulares e com espaço para os olhos. A fortaleza móvel é predominantemente negra, com alguns detalhes vermelhos e ornamentada em tom violeta em diversas partes da armadura, além de uma leve semelhança com um vestido em sua região inferior. Embora de aparência robusta, fora feita sob medida para mulheres e permite os mesmos movimentos ágeis, furtivos e de malabarismos que ninjas costumam executar sem nenhuma queda em velocidade. Seu material não é muito pesado e por isso, é possível utiliza-la sem problemas caso possua ao menos dois pontos em força, mas é extremamente resistente, sendo uma parte importante para sua habilidade. A habilidade da armadura da deusa do sol é a resistência absoluta, podendo defender armas básicas e especiais sem diminuição da RES — e consequentemente, sem dano. É, entretanto, passível a ser destruída através de técnicas de rank A e força 5.
Katon (火遁, Liberação de Fogo; TV Brasileira "Estilo Fogo") é uma das cinco áreas elementares básicas de transformação da natureza. Ele é executado ao moldar chakra superaquecido dentro do estômago antes de soltá-lo pelos pulmões e boca. Também há variações para isso na forma de meios combustíveis, tais como pólvora, papel explosivo e fluxo de chakra numa arma.

_______________________


What you're looking for? Stay away from my character sheet!
avatar
Superior a Kage | Anbu | Heroína
Superior a Kage | Anbu | Heroína



O Outro Lado - A Decisão de Cada Um




400/400 - 525/525 - 3/3 - 5/10ms

O aviso do velho só me deixa com mais vontade de adentrar a... seja lá o que for essa coisa no céu. No entanto eu não sou burro o bastante para seguir a um lugar desconhecido sem ter certeza que pelos menos é no mínimo seguro, por isso eu espero algumas pessoas passarem por ela, para então eu ver se não há nada de errado. Então como ninguém que entrou tentou voltar, decido que talvez seja seguro no outro lado, por isso atravesso a ruptura.

No momento em que chego ao outro lado da ruptura, sinto a mudança de temperatura em meu corpo, que sente um pouco de frio por essa mudança repentina, mas que logo começa a se adaptar devido a região que eu morro ser bastante fria.
Observando o lugar percebo que estou em algo como uma caverna cheia de gelo ou algo parecido, o que explica a baixa temperatura e o chão escorregadio. Nas paredes eu consigo ver várias pedras brilhantes que chamam minha atenção, e eu fico a imaginar se são valiosas ou não.
“Mesmo não sendo valiosas, devido ao lugar que foi retirada, pode ser vendida por um bom preço no mercado negro.”
Deixando esse pensamento de lado, olho para as outras pessoas que estão a minha frente. Não conheço ninguém, mas acho que tem dois ninjas também de Kiri a minha frente, entretanto não posso ter certeza absoluta disso. Enquanto continuo a observar o lugar, ouço uma voz feminina, que ao que parece estar tentando organizar o grupo de pessoas aqui dentro. A pergunta dela não é nada incomoda, pois está nos dando uma possibilidade de escolher que caminho seguir, mas não consigo me conter e tenho que contestar uma das suas opções.
-- Não acho que seja estupido agir de forma independente, esse sua forma de falar conosco que é estupida. Aqui está um grupo de pessoas de várias vilas, e que mais provavelmente não se conhecem ou mesmo nunca se viram antes. Não tem como confiarmos uns nos outros de forma a cooperar em uma só equipe, pelo menos não agora. No entanto acredito que realmente precisamos ficar calmos e pensar antes de agir.
Após a minha resposta para a pergunta da kunoiche, irei esperar pela reação dos outros presentes. Não posso confiar em ninguém aqui dentro, mas preciso encontrar pessoas inteligentes e habilidosas para conseguir sobreviver em um lugar como esse, pois mesmo sendo um incrível Genin, ainda possuo muitas limitações como eu vi no meu último treinamento com meu sensei.
Em relação a outra pessoa comentando sobre o frio, não irei comentar nada a respeito, já que não estou me importando com isso, e o frio não me causa muita estranheza.

Técnicas:

Nenhuma...
Equipamentos:

Bolsa (40)

  • Kunai 10
  • ]Kibaku Fuuda 20 (5 un)
  • Kemuridama 4
  • Fios 10 m (2 un)
  • Fūma Shuriken 4 (16)
  • Zōketsugan 1


Usando

  • Hitai-ate
    Valor: 1.000 RY
    Descrição: Um protetor de testa (額 当 て, Hitai-ATE) é uma faixa composta por uma placa de metal e uma faixa de pano. protetores de testa são usados pela maioria shinobi e estão gravados com o símbolo da sua aldeia oculta.

  • Flak Jacket
    Valor: 1.500 RY
    Descrição: A jaqueta é um item de vestuário de protecção popular entre ninja. coletes têm vários bolsos e bolsas que podem ser usados para armazenar e acessar rapidamente armas e outros suprimentos. Quando em missões, eles fornecem uma protecção pelo menos parcial de danos causados por trauma de força bruta, estilhaços, projéteis outros, e até mesmo lâminas. coletes começou a ser usado ao redor da época da Primeira Guerra Mundial Shinobi, substituindo o Shinobi Batalha Armadura comum durante o Período dos Reinos Combatentes. Eles são usados por ninja de todas as classes, mas principalmente classificação chūnin ou superior.

Considerações:

Off¹: Agora que percebi como é chato ter que contestar as coisas.
Off²: Havia escrito o meus texto antes do Mordred postar, por isso somente coloquei uma nota no fim sobre sua ação.


_______________________

Katsuo Takemoto
- Banco
avatar
Genin
Genin

Yamiko manteve o olhar fixo na ruptura nos céus, o que a assustava um pouco. Não demorou e o homem chamou a atenção da garota, quiçá de todos, ao realizar os selos de mão e, com seu jutsu, alongar a fenda dimensional de uma vez. O movimento da abertura fez com que Yamiko colocasse os braços na frente do rosto para se proteger de um eventual impacto, por puro reflexo. Não era possível conceber o que aconteceria. No entanto, o impacto não ocorreu. A ruptura parou de se expandir a uma altura 'segura' para todos. Voltou sua atenção para o velho desconhecido que fazia um pequeno discurso a respeito do que fazer, quase um pequeno manual de instruções para transitarem entre os mundos. A princípio, ela hesitou pular, pensando se o velhote era mesmo de confiança suficiente. Não foi a primeira, mas também não queria ser a última e pulou, adentrando na fenda obscura.

Era simplesmente inacreditável a diferença de temperatura do local em relação a quaisquer outros onde ela já havia estado. Friorenta, sofreu o impacto do frio praticamente de imediato, o que só não foi pior por estar de calças e bota. Em compensação, a blusa de mangas finas permitiu o ar gélido arrepiar sua pele alva quase por inteira.

"Nossa mãe... que frio!!!"

*Para tentar aliviar, ao menos um pouco, os efeitos do frio, começou a alisar os braços querendo se esquentar com a fricção as mãos com a pele exposta ao ar do lugar. Ao dar o primeiro passo, patinou com o pé. Com o susto, firmou o corpo, que esquentou pela adrenalina despechada na corrente sanguínea. Em seguida, suspirou pesadamente e fechou os olhos*

"Isso não vai ser fácil..."

Não demorou e alguns 'líderes' começaram a se mostrar no grupo de ninjas de nacionalidade diversa. A cultura deles certamente interferiria bastante na missão em conjunto. Em conjunto não por cooperação mútua planejada e sim por força das circunstâncias. Por não se conhecerem, imaginava-se ser necessário algum improviso em busca da resolução das questões suscitadas em todas as nações, depois do ataque aos samurais.

Discurso Isabela:
— Atenção grupo de pessoas de aspecto questionável! Tendo em conta a estranha circunstância em que nos encontramos, o correcto seria formar um grupo organizado para evitar surpresas desagradáveis. Neste momento temos duas opções: querem optar por um plano calmo e bem organizado ou preferem optar pela estúpida ideia de agir independentemente como um protagonista de uma história de ficção?

Embora aparentasse ser absurdamente irônica e debochada, as questões levantadas pela kunoichi de outra vila chamou atenção de Yamiko, que a observou mesmo depois de parar de falar. O grupo não pareceu dar muita atenção à jovem, alguns até mesmo preferindo tomar a frente independentemente da conduta dos outros.

_Brrr!

*Voltou a se encolher pelo frio, acelerando o movimento das mãos a se aquecer (um pouco) e observando a pessoa que se afastou um pouco dos demais*

Tratar do frio em primeiro lugar lhe pareceu ser a melhor ideia entre todas as apresentadas, expressa ou tacitamente, pelos demais. Eis que uma bola de fogo, aconchegante pelo fio de calor naquele mundo gelado, surgiu na mão da desconhecida que aparentava ser a mais velha presente. Não teve nenhum receio de, embora tímida e extremamente cautelosa para firmar o corpo, se aproximar em busca do calor do fogo, quando uma pequena discussão se iniciou por parte de um ninja, que questionou a jovem que se propôs a liderança no modo de falar.

Discurso Narrub:
-- Não acho que seja estupido agir de forma independente, esse sua forma de falar conosco que é estupida. Aqui está um grupo de pessoas de várias vilas, e que mais provavelmente não se conhecem ou mesmo nunca se viram antes. Não tem como confiarmos uns nos outros de forma a cooperar em uma só equipe, pelo menos não agora. No entanto acredito que realmente precisamos ficar calmos e pensar antes de agir.

As palavras eram igualmente sábias, com mais ponderação a respeito da diversidade cultural dos shinobis presentes. Para Yamiko, divergirem logo no início da missão de investigação acarretaria o fracasso, mas preferiu se omitir, até por estar incomodada com a presença de todos aqueles ninjas e a última coisa que queria, com certeza, era ser o centro das atenções.

*Quando silenciaram, ela se dirigiu exclusivamente à usuária de Katon que estava ao lado. Falou baixo o suficiente (quase inaudível) para apenas as duas pudessem ouvir*

_Obrigada...

Esperava que os outros se manifestassem e decidissem o que fazer, estudando a conduta deles atenta.
Considerações:
> Yamiko agradeceu a Mordred o calor criado pelo katon usado.

Status:

HP: 400/400
CH: 325/325
ST: 0/4
Speed 2 m/s

Bolsa de Armas:

4x Kunai (4)
12x Kibaku Fuuda (3)
20m Fios (4)
6x Senbons (3)
3x Ampolas de Veneno (3)
3x Ampolas de Medicamentos (3)

_______________________


Minha Ficha | Meu banco | Minha Casa | Campo de treinos | Gabinete | Criações de jutsus

Narração
_Falas
"Pensamentos"
*Ações*

Gastos e Danos de Jutsus:
Rank E: 00(10un) & 00;
Rank D: 10(10un) & 25;
Rank C: 25(30un) & 45;
Rank B: 50(50un) & 70;
Rank A: 100(100un) & 140;
Rank S: 200(200un) & 280;
Rank -: 75 & 90.
avatar
Tsuchikage
Tsuchikage



❝One lives in the hope of becoming a memory.❞ — The imortality holder
HP: 950 | 950  CH: 1275 | 1275  SPD: 18m/s  ST: 07 | 07

A melancolia nos olhos dourados era aparente. O ambiente assolado pela miséria e agonia causava arrepios em minha coluna, tornando difícil sequer pensar em me movimentar. Os rápidos tremeliques do corpo criavam uma imagem de frio, embora o agasalho que cobria meu corpo ser mais do que o suficiente para manter meu calor corporal apropriado. Todas aquelas pessoas em volta, tantas vidas preciosas, que poderiam encontrar seu fim em um piscar de olhos. Tudo aquilo me causava estranheza, será que a morte poderia ser evitada ou ela seria apenas adiada? A resposta era simples, não importa.

Movi o corpo com toda vontade que me restava. O corpo da loira mais velha foi consumido rapidamente pela escuridão do abismo a frente, exceto que aquilo nem de longe se tratava de um abismo, mas de algo completamente anormal. O olhar se dirigiu ao velho, consentindo com a cabeça, saudando-o pelo trabalho bem feito. O sorriso bobo na face, como se estivesse prestes a fazer algo estúpido deu as caras. — Creio que é isso...não é? — Indaguei a mim mesma, sendo a última restante de pé ali. Não há mais volta. Eu não quero mais isso. Reclamei, pulando com toda coragem restante para dentro da negritude, sendo absorvida por ela rapidamente, perdendo a noção de tempo e espaço. Tudo a minha volta era o mais negro silêncio, recobrindo meus sentidos de terror e desespero. Ao longe, só uma frase podia ser ouvida. "Te vejo do outro lado". Isso foi uma afirmação, refletida como uma lembrança, mas sequer pude me lembrar quem era o dono de tais palavras.

Os olhos se fecharam, aceitando o fim, quando a matéria negra cuspiu a mim para o lado de fora. O frio de imediato pareceu me abocanhar como um lobo selvagem, arrancando de mim toda a vontade de prosseguir. Mas que frio ridículo é esse? Resmunguei, com todo o corpo trêmulo. As chamas criadas por Mordred foram minha salvação, sendo talvez o suficiente para esquentar os presentes. Com um passo em falso na direção da mais velha, os pés perderam todo o contato com o solo, fazendo com que meu minúsculo corpo tombasse contra a princesa. — Foi mal...esqueci de olhar para baixo. — Se desculpou, após os corpos se chocarem, afastando-se gradativamente, meio sem graça.


Considerações:
Roupas aqui: Clique
Bolsa de armas presa à cintura, na parte traseira.
Utilizado:
Equipamentos:
Hip-Pouch:
04 Kunais [04]
06 Shurikens [06]
08 Kibaku Fuudas [02]
02 Hikaridamas [02]
02 Kemuridamas [02]
01 Fuuma Shuriken [04]

_______________________


Database
Creation
Bank
Uptade
Techniques
Codes


avatar
Genin
Genin



Os ninjas se decidiram e todos entraram nas terras frias existentes no outro lado da ruptura. A existência de um clima semelhante ao do outro mundo talvez deixasse alguns confortáveis como era notável, mas a verdade era que o frio em nada se comparava ao conhecido por humano algum. O grupo continuava junto, mas um pequeno toque contra as paredes de um dos membros acabou criando um efeito dominó perigoso; aliás, nenhum inseto nasceria de uma caverna tão fria. O chakra por ele ali implantado, produzindo uma técnica relativamente fraca, avivou os sentidos da caverna. As rochas iluminaram o ambiente mudando entre as cores verde, vermelha, azul e branca.

A técnica de chamas produzida pela mulher acabou sendo desfeita através de um sopro. Literalmente um sopro. Foi como se a caverna assoprasse as chamas, produzindo o ruído humano de lábios gerando vento. O motivo disso? Ora essa, é claro que você saberá, mas o primeiro a descobrir foi um dos enviados de Suna, aquele que continuou andando até a escuridão invés de ficar unido com o grupo. Ele estava mais a frente, porém, logo atrás dele vinha mais outro que também entenderia mais rapidamente, mas ainda tinha chances de escapar e avisar os demais. A imensidão escura abriu dois enormes olhos brancos, finos como de gatos, e uma enorme boca diante do ninja da areia. A boca, num instante depois, numa velocidade imensa, engoliu o corpo do shinobi fazendo-o desaparecer. A seguir, tentaria fazer o mesmo no homem logo atrás, porém, este seria mais difícil e levaria mais tempo.

Aos demais, porém, as paredes não tinham esquecido. Primeiro as pedras se alongaram no formato de lanças afiadas beirando dois metros de alcance; inicialmente em cima daquele que tentava chamar insetos, mas cercando todos os que estivessem dentro de um raio de cinco metros dele. A festa estava apenas começando. É claro que assistir tais acontecimentos encheria o coração de alguns com determinação, mas outros apenas cairiam em desespero. Do chão os cristais de gelo começariam a subir pelas pernas dos investigadores, numa velocidade absurda, produzindo uma camada resistente de gelo suficientemente forte para paralisá-los.

Ah, é mesmo, quanto ao jovem da areia... onde ele estaria? Nem mesmo ele saberia, dentro da boca (ou seria do estômago?) daquela criatura feita de sombras, nada mais existia além de frio e trevas.

Consid.:
INDIVIDUAL:

-- Itsuki teve o casaco ignorado porque escreveu errado. (exceto se caso for casaco).
-- Olly está sem a arma (denúncia e tudo mais).
-- Goroima estava a 4m de Tokage e, portanto, terá um tempo maior para se esquivar.
-- Leonhard precisará desviar dezenas de lanças de gelo (vindo de todas as paredes) em velocidade 4.
-- Tokage foi engolido pela sombra que aparece a 30cm dele e o devorou a velocidade 6. Dentro dela estará sentindo um frio de -20.
-- Mordred teve sua chama apagada.

GERAL:
-- Todos que dependiam das chamas para se aquecer (todos que não são de Suna e Kiri) estão com suas velocidades reduzidas em 2 pontos e sentindo dores nas articulações; a durabilidade máxima de Stamina foi reduzido em 1 também. Quem ficar com 0, não poderá alcançar valores negativos.
-- A velocidade das lanças das paredes (feitas de rochas) é de 4 e são dezenas com força de uma técnica rank-C.
-- A velocidade da sombra é 6; Tokage foi obrigatoriamente devorado pois ela apareceu a 30cm dele; Goroima pode tentar fugir de acordo com velocidade x tempo de reação x velocidade dele.
-- O chão está crescendo gelo a velocidade 5 e quem não conseguir afastar/anular os construtos ficarão paralisados por um turno e, a partir do próximo, efeitos mais perigosos podem começar.

Boa sorte.
avatar
Narrador
Narrador


ST: 4 |4 HP: 1200 | 1200CH:1360 | 1400
Aos poucos outros Shinobis começaram a aparecer por ali, me atentei  ao máximo, procurando observar se havia algum membro de Kiri, um voz feminina buscava criar alguma organização em meio a toda aquela "bagunça", alguns apenas a ignoraram, assim como eu. Tempo depois surgiu um outro shinobi, esse por sua vez usou uma técnica buscando aquecer a todos que estavam a perecer em meio a todo aquele frio, um jovem rapaz se aproximou de uma das paredes e a tocou usando alguma técnica que eu não tinha conhecimento.
Depois desse ato, alguma começou a acontecer, o chakra que ele implantou por ali fez parecer que toda a caverna tivesse vida, a técnica da mulher que estava aquecendo os demais shinobis havia sido completamente obliterada por um poderoso sopro, as rochas ali começaram a bilhar, fazendo a caverna parecer uma verdadeira rave.
Pedras se alongavam exatamente no rapz que havia tocado a parede usando seu Chakra, elas se esticavam e tinham um formato de lança, eu conseguia observar tudo aquilo, mesmo que bem pouco, no chão os cristais de gelo começaram a subir, aquilo certamente causaria enormes problemas e eu rapidamente busquei fazer alguma coisa a respeito.

Minhas posição atual era quase que no centro daquela área, cerca de 7 metros do garoto ingenuo. Eu rapidamente apontei minha mão direita para o chão e ali busquei manipular o elemento Hyoton, criando uma fina camada por cima dos cristais, visando interromper a evolução dos mesmos num raio de 8 metros a minha volta, com minha mão esquerda eu estiquei meus fios negros em direção ao jovem que estava prestes a ser empalado pelas lanças, com a aproximação feita eu o puxaria para próximo de mim p/ uma posição "segura". Eu certamente não deveria me precoupar com o indiviuo, mas eu não poderia deixar que alguem morresse por simples inexperiencia.
Todo o cuidado era pouco naquele ambiente, qualquer erro poderia desencadear uma série de consequencias e aquilo tudo era apenas o inicio.

Aparencia:
Hyoton:
Hyōton (Elemento Gelo)
Elementos: Suiton & Fuuton
Descrição: Hyōton (氷遁) é a kekkei genkai natureza de transformação combinado do clã Yuki. Ele permite ao usuário criar e manipular gelo, combinando simultaneamente vento e chakra à base de água livremente. Quando o usuário lança seu chakra, torno da vizinhança se torna frio o suficiente para fazer com que a neve a cair. 
Jiongu:
É um Ninjutsu que concede a imortalidade e a habilidade de roubar outros corações, utilizado por Kakuzu na série. A técnica transforma o personagem usuário em uma espécie de boneco de pano conectado por milhares de estranhos fios negros que funcionam como órgãos diversos, músculos e nervos, transformando-o em um ser imune a venenos, mas afetado por ilusões naturalmente. 

Um dos grandes diferenciais da técnica é que corações roubados podem ser armazenados em máscaras às costas do usuário - limitadas a quatro (04). Cada coração concede uma "vida extra" ao personagem que só morre ao ter todas as máscaras/corações destruídos. Porém, ao adquirir a técnica, o usuário não inicia com nenhum coração e precisa roubá-los de outros jogadores (em ON) ou de NPC's, mas para cada tipo de roubo há uma regra diferente. Sabe-se, porém, que todos os corações, além de conceder uma vida extra, também aumenta as reservas de chakra do personagem e suas afinidades elementais. 

A técnica em si permite manipulações sem custos do próprio corpo, conseguindo esticar os fios em até vinte metros. A invocação das criaturas das máscaras terá consumo de chakra rank-B, possuindo os status de invocações do mesmo nível (600HP & 500CH). Cada máscara quando conjurada dessa forma terá direito a duas manipulações do elemento de sua afinidade com rank máximo C. Quando uma das máscaras/corações forem destruídas (mortas), o personagem deverá repor em ON.
Hyorinmaru:
Rank: S 
Descrição:É uma enorme espada que se assemelha a uma Katana, tem um simples enfeite dourado em seu cabo, que é revestido em um tom negro e vai clareando para de azul até chegar ao azul claro, da p/ G o diferencial da espada exatamente nesse detalhe.
Habilidade: Toque Gélido: Graças implementação do poder do usuário, a arma passou a ter uma habilidade um pouco incomum entre as espadas. Com um simples corte ou até mesmo o toque, a espada pode congelar qualquer coisa, até mesmo o próprio chakra. Em harmonia com sue usuário, a espada pode obliterar outras técnicas com Rank inferior ao da espada, no caso... Rank A, congelando-as, mas apenas uma vez por turno. Consumo de 50 de CH quando usada para deter outras técnicas, 
Considerações:
-Todas as ações são tentativas. Obs: Caso o "resgate" do aburame não for possível, recolherei os fios no mesmo instante.
Mascara ANBU

_______________________

"Desista da ideia de me fazer desistir"
Ficha Antiga - Banco - Mods
avatar
Nukenin A
Nukenin A

Meio
Contando com a sorte e Aliados...

---------------------------------------------------------- 
-------------------------------------------------------------------

Para cada ação há uma reação igual e oposta. Você recebe do mundo o que você dá ao mundo. O simples toque que realizei nas camadas de gelo da parede, porém, ingênua, desencadeou em uma enorme confusão. Logo quando a garota de longos cabelos castanhos havia se pronunciado de maneira muito motivadora e outra, maior, havia aquecido a todos, criando indícios de confianças... Sem querer, acabei colocando todas aquelas pessoas em risco.

Correr não era uma opção, as "estacas" de gelo, por assim dizer, tinham 2 metros de altura, superando os meus 1,61 e vinham a uma velocidade que eu certamente não poderia superar. Já me dando por vencido, o Cosplay de Aquaman realizava um gesto que me enchia de esperanças. Mesmo com o fato de sermos de vilas distintas, ele tentava me ajudar. Apesar de ser de um clã Nobre de Konoha, eu apreciava tal ação.

Não poderia ficar de braços cruzados apenas olhando o esforço do homem. Mobilizaria meus insetos para formarem uma barreira de escudos à frente, acima e laterais, em uma altura de 6 metros, possibilitando uma abertura que era para permitir o alcance do ninja. Para reforçar tal tentativa, correria ao encontro do homem e estenderia meu braço dominante, o direito, e agarraria firme seu braço assim que estivesse ao meu alcance. Mentalmente apenas torcia para que tu se resolvesse. Se tivéssemos êxito em nossa ação, e tempo para tais gestos, eu agradeceria ao homem com uma completa mesura, em sinal de respeito. – Muito obrigado, você salvou minha vida. – Diria sem mais delongas.

Não obstante ter clareado o ambiente, eu via a escuridão chegar cada vez mais perto, ela trazia consigo um abismo, mais um passo e despencaria nele... Este abismo era ou parecia ser o fim intransponível. Passava um filme na minha cabeça que remetia aos melhores momentos da minha vida. "Quero viver antes de morrer." – Era o pensamento mais lógico que conseguia descrever nesse momento de tensão. 

Legenda

Ação - Fala " " Pensamentos
 

Considerações:
Aparência na ficha. A barreira ou manipulação que tento levantar teria um rank-C. É isso aí. Para meus colegas, deixo o pedido de desculpas pela confusão.

Bolsa de Armas:
Senbon x20 [10 espaços] 
Kunai x6 [6 espaços] 
Kibaku Fuuda x4 [2 espaços] 
Hikaridama x2 [2 espaço]

Jutsu Utilizado:

HP: 300/300 SP: 325/350
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

Evento: Enfrentado o Vazio

Com um conjunto de acontecimentos estranhos, desde a chegada de mais pessoas através do portal que tal como ele tinha assumido não pareciam ser muito amigáveis ou pelo menos sociaveis, haviam outros factores que de certa forma deixaram-lhe meio desconfiado, desde o discurso ditador da garota de cabelos castanhos de Kumogakure, da atitude das duas pessoas que se afastaram do grupo sem se dar ao trabalho de tentar saber o que se passava e até mesmo uma kunoichi de cabelos loiros que por algum motivo Itsuki tinha a mais estranha sensação que já a tinha conhecido antes mas que por algum motivo não se conseguia lembrar de onde era e por isso permaneceu calado, o Terumi começava a achar que de todas as pessoas que podiam ter sido enviados para lidar com esta situação, talvez não fosse o grupo mais eficientemente eficaz mas pelos vistos seria algo do qual eles apenas tinham que lidar. Limitando-se a observar o grupo de forma calma e isolada, tentando se manter ausente de qualquer confusão visto que ele não queria se dar ao trabalho de intervir em argumentos desnecessários, só quando as coisas estivessem mais agitadas é que Itsuki iria intervir se colocando no meio das pessoas.

— Gente, não vamos arranjar confusões desnecessárias. Eu sei que as diferenças ideológicas são bastante diferentes mas vamos focar-nos na nossa sobrevivência sim? Não querem começar com uma apresentação? Falar os nomes, habilidades etc?

No meio de tantas situações, Itsuki era surpreendido por um conjunto de armadilhas que eram activadas quando um dos membros do grupo, um rapaz estranho de Konoha que através de uma acção pouco assertiva desencadeava um conjunto de dilemas, primeiro havia um monstro estranho que comia um dos lobos solitários que se tinha afastado do grupo e que quase comeria o outro caso o mesmo não saísse do caminho. Não só isso como também havia um monte de lanças ou espigões de gelo que saiam da parede e avançavam em direção ao grupo e como não sabia se todos teriam o mesmo tempo de reacção, ele se preocuparia em ser o primeiro a formar uma defesa, após assobiar para ter a atenção do grupo, iria usar o jutsu Doton: Doroku Gaeshi para formar duas paredes de terra uma sua frente a cerca de cinco metros de distância e outro a sua trás aproximadamente a mesma distância visto que isto iria cobrir grande parte das aberturas e pontos de pouca guarda.

— Alguém que trate do resto por amor de deus,

Rezando que os outros shinobis tivessem a habilidade de conseguir bloquear ou no mínimo destruir alguns dos pilares, Itsuki iria de seguida criar entre as duas paredes formadas por si e de preferência num local onde não estivesse ninguém, uma pequena bola ou buraco de lava com aproximadamente meio metro de comprimento para combater qualquer tipo de gelo que tentasse prender as pessoas visto que a lava iria formar calor suficiente para contrariar esse efeito. Apesar de não sentir um grande efeito a temperatura ambiente do local, Itsuki estava a ter o cuidado de tentar ajudar os outros a sobreviver a adversidade, não que ele sentisse a necessidade de efectuar tal acção mas sim porque aquela era a atitude correcta a tomar, não importava quem era da onde ou acima de tudo quem queria fazer o que, o importante era tentar terminar o objectivo daquela exploração com o maior número de sobreviventes possíveis.


St: 4/4     HP: 675     CHKR: 688

Jutsus Usados:

Nome: Doton: Doroku Gaeshi
Tipo: Ninjutsu
Rank: C
Alcance: Curto
Selos: Bater No Solo
Duração: Instantâneo
Descrição: Depois de colidir com o chão com as mãos, Jirobo cria uma grande parede de terra na frente dele. A defesa não é perfeita, embora uma vez que um disco de impacto ou de perfuração, tais como a técnica Nikudan Hari Sensha podem perfurar a parede. Além disso, uma vez que esta técnica só protege contra ataques frontais, o inimigo pode facilmente atacar de lado ou até mesmo a partir de cima. Depois de adquirir o DNA de Jirobo, Kabuto Yakushi ganhou acesso a esta técnica. Em sua luta com Sasuke e Itachi Uchiha, ela é usada para mudar de lado a terra que havia sido incendiada pelo Amaterasu, em vez de se defender.

Manipulação Elemental Yõton - Rank D

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin

O OUTRO MUNDO.

Pelo visto ninguém desistiu da ideia de se matar... Ou melhor, entrar na ruptura, buraco negro, ou seja lá como preferir chamar. Nós todos estávamos dispostos em diferentes lugares do cenário e eu ainda estava caminhando calmamente, a espera de alguma manifestação, fosse dos participantes ou daquela caverna de gelo. Essa voz... Reconheci mentalmente o timbre da menina de mais cedo, e quando me virei, pude olhá-la discursando algumas palavras as quais não dei muita atenção, mas não porque não achei estimulante, e sim porque me interessava ver a reação dos outros. Indiferentes e individualistas. Muitos deles eram. Quem é essa? Uma das mulheres presentes dispôs de uma bola de fogo assim que o discurso de Kumo acabou, na tentativa de aquecer os corpos que estavam precisando. Não que eu esteja morrendo, mas... Isso foi bom. Mesmo que não tivesse dito, estava grato.

– Mas o que é que... Um garoto cheio de roupa, bastante coberto e com óculos escuros fez o que não devia, e eu somente consegui perceber isso porque foi depois de ter posto as mãos na parede, que o furdunço começou. – Tava demorando mesmo. Quase como um alarme visual, as cores primárias e o branco acenderam das rochas e começaram a nos iluminar. As chamas cessaram: Algo me dizia que coisa boa não significava. Preparei-me para substituir em corvos caso precisasse, e certifiquei-me de endurecer o meu corpo contra todo e qualquer tipo de atrito que aquele monte de rocha, cristal e pedra pudesse me impor.

Mas que porra...? Até mesmo o solo estava armado, sucumbindo os meus pés caso eu não fosse capaz de ignorá-lo com minha velocidade. – Esse é o único jeito - Pensei alto, emitindo do mesmo chakra elemental que usei para revestir o meu corpo, contra aquele amontoado de gelo. Elemento Terra: Técnica da Rocha Ponderada! Há pouco eu estava falando de individualistas, mas até agora eu somente tinha dado bola para o meu próprio umbigo. Foi aí que eu percebi o quanto aquela extrema temperatura estava me afetando, o quanto as minhas articulações estavam sendo prejudicadas pelo frio e o quanto os meus dentes tremiam. Mas isso não era nem um terço de todo o caos que o lugar se transformara. – Cuidado! - Gritei para quem precisasse ouvir, buscando auxiliar os mais próximos com a minha perícia e afinidade com Terra através de manipulações provindas de lama expelida da minha boca.

Olly, HP: 625/625; CH: 763/800; ST: 03/04; VEL: 10 m/s.

Considerações:
Aparência. Bolsa de armas atada a cintura. Tudo tentativa, feito em velocidade máxima, descontado de acordo com a minha qualidade Grande Controle de Chakra. Considerei que estava próximo ao centro do lugar, não muito longe do fogo que Mordred fez. Caso os ataques que vêm da parede me alcancem, teve a tentativa de endurecer o meu corpo com o Kōka no Jutsu e, depois, fugir com o Shunshin, que assim como eu narrei, não sei se irá funcionar por conta dos cristais de gelo que vinham, numa fodendo velocidade, do chão; Contra estes eu usei o Kajūgan no Jutsu. Se o Shunshin de alguma maneira der certo, desconto no próximo post. Por fim usei da minha perícia para produzir terra (mesmo que em propriedades de lama) para conseguir manipulá-la e auxiliar com manipulações pontiagudas (que logicamente seguem as regras de manipulações, quantidade, rank C e tal) que rebateriam os cristais e as pedras que afrontam os demais. No exato momento em que a bola de fogo apagou, preparei o Kawarimi. Ações efetuadas para o lado oposto ao que aquela coisa tá engolindo o pessoal.

Jutsus Usados:
Kawarimi no Jutsu (PREPARAÇÃO)
(Técnica de Substituição)
Rank:
E
Selos: Carneiro, Javali, Touro, Cachorro e Cobra.
Descrição: Com esta técnica, os usuários substituem o seu próprio corpo por algum outro objeto (geralmente por um bloco de madeira) no momento de um ataque. Isso cria uma ilusão de ótica, fazendo com que o inimigo ache que o ataque foi bem sucedido. A partir disso, o usuário pode usar o lapso de atenção do inimigo para atacar ou fugir do campo de batalha. Etiquetas de explosivos podem ser anexadas à substituição. É um ninjutsu básico ensinado na Academia, mas é uma arte útil que pode ser aplicada em várias situações.

Doton: Kōka no Jutsu
(Elemento Terra: Técnica do Endurecimento da Pele)
Rank:
B
Descrição: Através da utilização de chakra à base de terra, o usuário cria uma armadura de rocha que reveste seu corpo. A armadura também pode ser usada para criar armas extensíveis, visando atingir o alvo.

Shunshin no Jutsu
(Técnica de Cintilação Corporal)
Rank:
D
Descrição: O Shunshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade que permite que um ninja se movimente de curtas à longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ela aparece como se o usuário tivesse se teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo que se movimenta em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, sendo esta uma técnica de movimentação extremamente rápida e não de teletransporte.

Doton: Kajūgan no Jutsu
(Elemento Terra: Técnica da Rocha Ponderada)
Rank:
B
Descrição: Oonoki usa essa técnica para aumentar o seu próprio peso, de tudo e de todos que entrar em contato, resultando em um aumento na força dos ataques físicos, mas em uma redução em sua velocidade. A técnica também pode ser usado para petrificar todos que estiverem em contato com o usuário.

Doton
(Elemento Terra)
Rank:
C
Descrição: O Elemento Terra é uma das cinco naturezas elementais básicas de chakra que permite ao usuário manipular a terra ao seu redor para fins ofensivos ou defensivos, podendo se encontrar também na forma de poeira, lama ou rocha. As técnicas desse elemento têm a capacidade de alterar a força e a composição da terra, fazendo-a se tornar mais dura ou suave, tal qual a sua densidade, podendo se transformar em peso ou leveza.

Bolsa de Armas:
 [20] Kunais;
 [10] Shurikens;
 [20] Hyōrōgans;
 [20] Zōketsugans;
 [11] Kibaku Fuuda;
 [25m] Fio;
 [11] Ampolas de veneno.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin


HP: 750/750• CH: 732/800 • ST: 00/06
Com a chegada de novas pessoas do outro lado da fenda sobrenatural e o total de membros do grupo sendo elevado para doze, Chara apenas tinha observado  grande parte deles a lutar contra o solo coberto de gelo, não era nada de muito complicado visto que até ela que tinha pouca ou talvez nenhuma experiência com o clima tinha tido tanta dificuldade excluindo obviamente a adaptação inicial, mesmo assim para ela era simplesmente muito patético ver shinobis que ironicamente vinham de um clima gélido estarem a reclamar do frio, realmente o mundo estava recheado de gente inútil. No entanto a sua sorte não tinha acabado ali, quando finalmente se preparou para efectuar um discurso e ter a generosidade de dispor do seu tempo para guiar o bando de ovelhas perdidas que componham aquele grupo, Chara reparava dois indivíduos que apesar da situação em que se encontravam, insistiram em avançar para a zona obscura à alguns metros dali, um deles parecia ser de Suna e outro da sua aldeia, algo que ela apenas pode ver graças as bandanas que todos os ninjas usavam pois fora isso ela não fazia a mínima ideia quem eram aquelas duas tristes almas que decidiram enfrentar o abismo de forma independente.

Para melhorar a situação havia um pirralho arrogante que questionou as suas palavras, pelos vistos o pobre e inocente "floco de neve" especial não tinha gostado das suas palavras, a sua frágil masculinidade tinha sido afectada pois ele não confiava em ninguém. Talvez não passasse um daqueles casos clichés em que os pais morriam e as crianças saiam pelo mundo como se fossem rebeldes rejeitados pela sociedade, porém na realidade não passavam de meros desperdícios de carbono e oxigénio. Tolerando a insolência do miúdo, Chara iria focar o seu ponto de vista nele em vez de manter um amplo campo de visão no grupo, tendo em conta que maior das pessoas ali mantinham uma atitude neutra ou pareciam estar de acordo logo a atitude correcta a tomar, tendo em conta o seu instinto nato de liderança era colocar aquela pessoa no seu devido lugar.

— Ah nesse caso lamento, esqueci-me que algumas mulheres são sensíveis. Deve ser aquela altura do mês... - comentou a Chinoike sarcasticamente colocando um sorriso hipócrita no rosto encarando o primeiro shinobi de Kiri.

Descendo da pedra de onde se encontrava, Chara iria regressar ao chão comum e de uma forma clara iria dar alguns passos em direcção ao mesmo sem se dar ao trabalho de lhe dar uma resposta clara independentemente da resposta dele visto que não se iria dar ao trabalho de perder mais tempo com pessoas insignificantes. As outras únicas pessoas que lhe chamaram no chão foi a mulher loira que parecia ser alguns anos mais velha que ela, alguém que tive o bom senso de criar uma pequena chama para aquecer o pessoal que lhe rodeava e um outro "homem" que parecia ser a mistura entre uma experiência sexual entre um homem, um atum e oitenta e quatro litros de bebida alcoólico  Havia também o caso dos outros dois shinobis que se afastaram do grupo num tentativa ridícula de aclamar independência, visto que eles tiveram a escolha voluntária de se afastar Chara iria focar-se na kunoichi loira que pelos vistos era uma das mais velhas ou talvez mesmo a mais velha visto que a Chinoike não teve a oportunidade de observar todos com atenção.

— Sim realmente a temperatura será um problema constante acompanhar claro que temos aqueles casos especiais, até depois companheiros. A gente voltará a vê-los no funeral deles... - afirmou a jovem colocando uma mão na cintura e com a outra acenando aos outros dois que avançavam para a escuridão.

Enquanto falava com o grupo e fazia uma lista mental de pessoas e pequenos pontos de interesse que seriam úteis para esta pequena missão exploratória, Chara e provavelmente o resto do grupo era surpreendida por um conjunto de abalos causado por paredes que caiam em efeito dominó, algumas armadilhas luminosas que eram activadas entre outras coisas que a mesma não pode verificar de forma imediata tendo em conta o facto de ter sido apanhada de surpresa. A chama que mantinha o grupo aquecido era rapidamente apagado pelo que parecia ser uma técnica de estilo vento, um fenómeno estranho tendo em conta que normalmente com técnicas do estilo katon entravam em contacto com vento, as chamas apenas ficavam maiores mas o momento era inapropriado para questionar o motivo do que lhe rodeava, olhando em direção do sopro de vento, a única coisa que observava era algo semelhante a uma enorme cabeça Mistral a literalmente engolir um dos moços que tinha decidido agir como o próximo Rikudō Sennin fazendo-o desaparecer quase instantaneamente, não só isso como o outro rapaz que o acompanhava tinha tido pouco tempo para conseguir fugir.

— Adoro quando tenho razão... - murmurou para si própria com uma expressão de satisfação no rosto.

Infelizmente o azar do grupo não ficava por ali e as armadilhas adicionadas tinha o azar de seguir o resto do grupo, tudo isto causado pelo konohense que não teve a decência de ficar quieto, Chara e possivelmente o resto das pessoas conseguia ver que havia mais dois perigos para o grupo, o primeiro era sobre a forma de lanças de gelo que saiam da parede em direção ao grupo numa tentativa de os impalar e a outra era na forma de uma tentativa de imobiliza-los congelando as suas pernas. Focando-se nas lanças primeiro visto que esta era aquela que lhe causava maior aflição, a kunoichi iria salta para o alto e retirar a sua adaga das costas segurando-a na sua mão dominante e utilizando a técnica de tipo vento Fuuton: Shinkūken, faria dois cortes sendo um deles horizontal e largo e outro vertical para projectar uma rajada de vento no arco dos seus ataques, tendo em conta que a técnica era forte o suficiente para conseguir cortar um árvore e parar maior parte dos projécteis ou no mínimo grande parte dos projecteis que já lhe foram lançados durante a sua vida, a Chinoike esperava que isto fosse o suficiente para parar as lanças que vinha na sua direcção.

Assim que acabasse a técnica e tocasse novamente no chão, Chara iria então se preocupar com o problema que tinha a seus pés, visto que já possuía algum controlo sobre o elemento Hyõton ou seja a habilidade de usar, manipular e influenciar gelo, algo que apesar de não ser perfeito era muito superior a média visto que Chara passou tempo suficiente a treinar com ele para se sentir confiante a usa-lo quase como se tivesse nascido com o mesmo, o importante agora era manter uma atitude confiante e se concentrar de modo a tentar aumentar a temperatura a sua volta em aproximadamente cinco ou dez graus para tentar combater o frio.

Se por algum motivo não conseguisse combater o gelo que lhe estava a subir pelas pernas, Chara iria então activar o seu Ketsuryūgan, o seu dojutsu e uma habilidade que mudaria a aparência da íris dos seus olhos porém algo que a mesma não iria se dar ao trabalho de ocultar, pelo menos por agora, a sua intenção seria manipular o sangue do seu próprio corpo, tendo o cuidado para não interferir na circulação regular do próprio sistema sanguíneo e iria manter o seu corpo a flutuar a vários metros do chão cerca de um ou dois metros ou no mínimo o suficiente para que não tocasse no chão e consequentemente impedisse que o gelo a imobilizar-se, de seguida e de forma quase imediata, iria focar a sua atenção no seu companheiro rebelde de Kumo (Goroima), que supostamente estava a alguns metros de distância e o puxaria pelo ar como se fosse um fantoche humano, Chara faria questão de o sufocar ligeiramente de modo a castigar a sua má decisão porém nada de grave visto que de acordo com a sua última conversa com Rukia, era errado e imoral prejudicar os companheiros de vila, assim que ele estivesse perto de si ou melhor dito do grupo onde estava, a kunoichi cancelaria a sua influência sobre ele deixando-o aterrar no chão como se fosse um pano junto do grupo.

Em último recurso e apenas caso a sua utilização do elemento Hyõton funciona-se, Chara iria tentar manipular o corpo do Aburame desajeitado e lança-lo ao ar vários metros cerca de quinze ou vinte apenas com a intenção de o tirar da linha de fogo visto que o mínimo que ele podia fazer para se remedir era aterrar correctamente, no entanto caso algum dos outros shinobis tivesse alguma defesa criada ou outro método de bloquear os problemas.

~~
Considerações:
Caro Mestre de Evento, tendo em conta que eu possuo o elemento Hyõton e o elemento me concede a habilidade passiva e a custo zero de alterar a temperatura ambiental ou no mínimo um pouco da temperatura a minha volta. Creio que isso é suficiente para me conceder alguma imunidade ao frio, caso não eu farei a correção no próximo post.

Foram descontadas duas utilizações de chakra: 1 jutsu rank C e 1 manipulação que corresponde a um jutsu rank C (45+45= 90 - 25% B.C.C= 68
Jutsus Usados:

Nome: Fuuton: Shinkūken
Rank: C
Classe: Ninjutsu
Descrição: O usuário balança sua espada e uma rajada de vento é liberada no arco em que foi balançada. A técnica é forte o suficiente para parar projéteis que são lançados no usuário e mesmo cortar algo denso como uma árvore.
Dojutsu: O Ketsuryūgan é um dojutsu kekkei genkai, que aparece em certos indivíduos do clã Chinoike. O Ketsuryūgan é reconhecido pela sua cor avermelhada, dando uma aparência especial para os usuários deste dōjutsu, caracterizados como titulares de "olhos tão vermelhos como o sangue". O Ketsuryūgan confere habilidades de seleção de genjutsu. Seu poder ganhou comparação com os Três Grandes Dojutsu. O Ketsuryūgan também deu aos usuários a capacidade de manipular o sangue do usuário, ou mais precisamente o ferro no sangue, permitindo que o usuário não apenas manipule seu sangue, mas qualquer líquido com alta concentração de ferro.

Habilidade:
Limite de duas manipulações de sangue/líquidos com alcance máximo de 30m por post com consumo de chakra e força equivalente ao máximo rank-C. Caso o sangue usado seja do próprio corpo, o consumo será retirado da vitalidade e não do chakra.
Armas:
Nome do Item: Satsuriku
Espécie:  Raro
Rank:  A
Descrição:  A Satsuriku é uma adaga inconvencional de coloração negra com extremidades prateadas como se fossem banhadas em mercúrio, a sua textura ortodoxa e victria semelhante a pedra obsidiana leva muitos a pensar que esta arma foi criada num vulcão activo usando uma porção de lava composição félsica e baixo teor em água, ao contrário de muitas armas desta categoria, a lâmina da Satsuriku possui quase meio metro de comprimento e quinze centímetros de largura com um pega adicional de vinte e três centímetros com um resguardo de  quinze centímetros.

A origem desta arma é desconhecida pelo simples facto de não existir nenhum tipo de identificação, marca ou designação do ferreiro que a fabricou, no entanto rumores afirmam que não passa da obra de um ferreiro amador que procurou criar algo que fosse mais esteticamente apelativo do que funcional. Ironicamente é importante realçar que apesar da atenção na escolha do metal para a arma, a pega da mesma possui um revestimento grosso de borracha isolante algo que protege o usuário de choques eletricos.

_______________________

⟢ Bingo ⟢ Mudança - Ficha ⟢ C.J ⟢ Chara ⟣ C.T ⟣ Mudança - Status ⟣ Banco ⟣
avatar
Jōnin | Anbu | Heroína
Jōnin | Anbu | Heroína

J  I  N
790/800 1042/1200 000/400 02/06

Desde a morte de Nel todas as minhas ações tinham endereço concreto. Visavam, intrepidamente, o expurgo de todo o ódio existente no mundo. Enquanto caminhava em direção ao breu, percebia o quanto minhas atitudes teriam sido inúteis perante tamanha condição climática aversiva ao corpo. Como resultado da estupidez, ganhei cansaço extra e debilidade nos movimentos do meu corpo. Ainda sim, persistia rumo ao meu caminho utópico. O caminho, no entanto, continuava a apresentar ainda mais dificuldades aos seus visitantes. Não entendia bem o motivo, mas algumas coisas esquisitas estavam se desencadeando. Atento a tudo, revelei minha herança sanguínea ao mundo na menor modificação por mim vista em relação ao terreno daquele lugar.  

Depois daquilo, vi um homem ser engolido por uma sombra logo afrente de mim. Vê-lo ser atacado pela criatura foi o estopim para uma atitude de fuga minha. Assustado e sem muito tempo para pensar, saltei para trás utilizando chakra para mover-me o mais rápido que pude e, durante o salto, puxei de dentro da minha roupa dois pequenos objetos esféricos que referenciavam tudo aquilo que representava ser um shinobi. Arremessei os objetos o mais rápido que pude na direção daquele ser de aparência de muito esquisita. — Fechem os seus olhos! — alertei em um tom altíssimo enquanto fazia os artefatos estourarem. Uma luz intensa surgiu a partir deles. Fechei os meus olhos por alguns instantes e os abri novamente após um curto intervalo. As ações teriam sido rápidas, fluidas, realizadas sem qualquer pausa entre elas. Além disso, também seguiam uma lógica de dois pontos: sendo o primeiro a existência de olhos no monstro, dando a entender que talvez se tratasse de algo que pudesse sofrer alguma cegueira momentânea com aquela bomba enquanto o segundo, por outro lado, foi o fato dele parecer ser formado por sombra, ou mesmo escuridão, e que talvez pudesse ser enfraquecido, ainda que fosse por instantes, pela intensidade de toda aquela luz.

As manobras defensivas não seriam interrompidas aí. Seguindo o arremesso, enquanto ainda de olhos fechados, realizei um único selo de mão e evoquei uma cópia criada a partir da minha bela imagem. O clone utilizou as minhas costelas como plataforma e arremessou-se de pronto em direção ao ser místico, fazendo com que o meu corpo fosse empurrado para trás de maneira simultânea. O clone executava uma manobra suicida e ao mesmo tempo tentava me manter ainda mais distante daquela coisa. Para garantir a distração e o motivo de sua existência, sacou dois selos explosivos em cada mão e tentou explodir-se junto daquilo. Coordenado, esperei o clone chegar à sombra para então bater a destra contra o chão e, desse modo, evocar uma grande quantidade de chamas naquele local. As chamas tomariam um formato cilíndrico e tentariam envolver a figura negra no intuito de mantê-la ali dentro.

Nenhuma das minhas ações estavam sendo feitas ao acaso. Dito isso, as chamas também tinham seu papel essencial no meu plano de defesa. Sendo parte de suas funções: conter a explosão da minha cópia e, não menos importante, tentar produzir algum calor para esquentar as coisas naquele lugar.

De pés no chão, tentando aproximar-me do restante do grupo, percebi algumas figuras cristalinas formando-se na minha sandália. Fugaz, ativei um estágio ainda mais elevado de meu dojutsu. Enquanto ativava, dei um salto e encostei no cabo de shibuki com a mão direita, atribuindo-a, em outras palavras, um controle remoto. A partir disso, manejei a espada mentalmente e a tornei uma plataforma para os pés no intuito de flutuar a uma pequena distância do chão, visando evitar que os cristais tomassem controle sobre o restante de meu corpo.

Tantas ações executadas daquela maneira, tanta adrenalina correndo pelos meus vasos sanguíneos, poderiam, de alguma maneira, ajudar meu corpo a manter uma temperatura mais amena e, quem sabe, ajudar um pouquinho a esquivar de todo aquele problema do frio. Depois de tudo, continuei dirigindo-me para mais próximo de todos, acendendo um cigarro para fumar e evitando qualquer outra ação impensada como fora aquela de seguir sozinho na escuridão.

coisas:
considerações:
Aparência. Tōken na cintura do lado esquerdo. Minhas ações foram realizadas à velocidade máxima: 4 (graças ao shunshin). Considerei que não me movi muito mais do que vinte metros, então utilizarei o gasto comum do shunshin. Com sharingan ativo, poderia ver bem os movimentos da sombra, o que ajuda na minha estratégia (eu sei q ver é diferente de acompanhar, mas tamo ae). Acho que é isso, não gosto de considerações grandes. 
tōken:
Tōken
Descrição: Uma espada (刀 剣, token) é uma arma longa, laminado utilizado para o combate. Enquanto a maioria das espadas em Naruto estão katana tradicional japonesa, tanto, ou Ninjato, espadas usadas por personagens principais tendem a ter poucas semelhanças com as armas da vida real, como é o caso com os sete espadachins das espadas névoa. Outros espadas que foram introduzidas nas séries têm poderes místicos ou especiais, incluindo Espada de Orochimaru de Kusanagi e a Espada de Totsuka como empunhada por Itachi Uchiha Susanoo.
shibuki:

Shibuki
Rank: S
Descrição: O Shibuki (飛沫, Literalmente significado: Splash) é uma das espadas dos Sete Espadachins da Névoa, empunhada por Jinpachi Munashi. A lâmina utiliza várias marcas explosivas, contidas em um rolo substancial, para incorporar explosões no próprio espadachim do usuário, ganhando o título de "blastword" (爆 刀, bakutō). A própria espada possui dois lados distintos, com uma borda de corte estreita localizada na parte inteira de um comprimento e uma ampla seção de plataforma no outro. O deslocamento acima mencionado se desenrola ao longo deste último lado, deslizando para baixo e descansando sobre sua superfície para formar um segmento individual, composto por numerosas etiquetas explosivas, que se separam do restante após a detonação. Apenas uma vez que o adversário desejado entre em contato com a plataforma, as etiquetas explosivas finalmente inflamam e depois se separam, proporcionando uma pequena oportunidade para o usuário escapar do raio de explosão devastador, ao mesmo tempo em que compensa qualquer recuo resultante. A espada é aparentemente capaz de recarregar outro segmento de tags na plataforma, automaticamente após cada ataque.
armas:
Kunai: 7/7
Shuriken: 4/4
Kibaku Fuda: 8/8
Kemuridama: 2/2
Hikaridama: 0/2
Fio: 10m/10m
sharingan:

Mangekyō Sharingan
Descrição: O Mangekyō Sharingan (万華鏡写輪眼; Lit. "Olho Copiador Giratório Caleidoscópico"), observado ser os "olhos celestiais que vêem a verdade de toda a criação, sem obstrução" (天壌の理を掌握せし瞳, tenjō no kotowari wo shōaku seshi hitomi), é uma forma avançada do Sharingan, só foi ativado por poucos membros do clã Uchiha. E também por Kakashi Hatake, que não possui sangue Uchiha.
jutsus:

Uchiha Kaenjin
Rank: B
Selos: 0
Descrição: Depois de manifestar pequenas chakras em cada dedo de uma mão, o usuário então bate a palma no chão, resultando na criação de uma barreira cilíndrica envolvendo um local de sua escolha, protegendo qualquer coisa contida dentro e queimando o que entrar em contato com a barreira exterior.
Shunshin no Jutsu
Rank: D
Descrição: O Shumshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade, permitindo que um ninja possa se mover de curta para longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tiver teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo para se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, esta técnica não é teletransporte e sim apenas um movimento extremamente rápido.
Kage Bunshin no Jutsu
Rank: B
Selos: 1
Descrição: Semelhante à técnica de base Clone, esta técnica cria cópias do utilizador. No entanto, esses clones são corporais em vez de ilusões. O chakra do usuário é distribuído igualmente entre todos os clones, dando a cada clone uma fração igual do poder global do usuário. Os clones são capazes de executar técnicas por conta própria e podem até sangrar, mas normalmente irá dispersar depois de atingido por uma força forte o suficiente. Os clones também podem dispersar por conta própria ou ser dissipadas pelo usuário da técnica. Clones de sombra não podem ser diferenciado do original com Sharingan, Byakugan, Rinnegan ou Rinne Sharingan. Clones de sombra também parecem ser capazes de pensar por si mesmos e sentir a dor do original em alguma medida, como evidenciado por clones de Naruto sentindo dor quando manto da Nove Caudas despertou enquanto ele e Kakashi estavam lutando Deidara.

_______________________

avatar
Tokubetsu Jonin
Tokubetsu Jonin



❝One lives in the hope of becoming a memory.❞ — The imortality holder
HP: 950 | 950  CH: 1275 | 1275  SPD: 10m/s  ST: 06 | 07

O enorme alvoroço que rondava as imediações me deixava confusa. As dores provenientes do frio eram o que mais me incomodavam, tornando difícil me movimentar apropriadamente. O tempo de reação baixo me fazia um alvo fácil, o que provavelmente causaria o meu fim. — Mordred, salve a si mesma, antes que seja tarde! — Implorou a sua superior, não queria causar sua morte por causa de minha fraqueza. Os olhos se fecharam enquanto as estacas de gelo se aproximavam.


Considerações:
Roupas aqui: Clique
Bolsa de armas presa à cintura, na parte traseira.
Com velocidade 2 eu não vo conseguir fazer nada.
Utilizado:
Equipamentos:
Hip-Pouch:
04 Kunais [04]
06 Shurikens [06]
08 Kibaku Fuudas [02]
02 Hikaridamas [02]
02 Kemuridamas [02]
01 Fuuma Shuriken [04]

_______________________


Database
Creation
Bank
Uptade
Techniques
Codes


avatar
Genin
Genin



Oportunismo ou Movimento Estratégico


400/400 - 525/525 - 2/3 - 18ms

O clima de tensão entre mim e a garota é substituído por uma sucessão de eventos súbitos e perigosos. A minha mente tenta acompanhar de forma rápida tudo que acontece e seu desenrolar, mas ainda assim não consigo entender muito bem o que está acontecendo nesse lugar, só sei que tenho que fazer algo para escapar dessa armadilha, que provavelmente não é natural e sim criada por alguém que não quer ninguém desse lado.
Esquecendo-me dos motivos dos eventos, tento me focar em como sobreviver a ele e não gastar meu chakra a toa. Enquanto isso, os outros membros do grupo estão tentando impedir que as estacas continuem a avançar, no entanto ninguém parece realmente focado nos cristais de gelo crescendo sobre nossos pés, exceto um que tenta salvar o garoto que ativou a armadilha. Percebendo que não posso me defender das estacas e dos cristais de gelo sozinho, decido por me aproveitar dos outros ninjas para minha sobrevivência, assim eu tento efetuar um salto até a área onde os outros ninjas estão e me proteger atrás de suas defesas.
“Se eu tentar criar mais defesas, só causaria uma confusão que poderia anula-las antes mesmo das estacas tentarem destruí-la. No momento permanecerei a usa-los em minha defesa, e em um momento mais oportuno mostrarei minhas habilidades.”


Técnicas:

Nenhuma...
Equipamentos:

Bolsa (40)

  • Kunai 10
  • ]Kibaku Fuuda 20 (5 un)
  • Kemuridama 4
  • Fios 10 m (2 un)
  • Fūma Shuriken 4 (16)
  • Zōketsugan 1


Usando

  • Hitai-ate
    Valor: 1.000 RY
    Descrição: Um protetor de testa (額 当 て, Hitai-ATE) é uma faixa composta por uma placa de metal e uma faixa de pano. protetores de testa são usados pela maioria shinobi e estão gravados com o símbolo da sua aldeia oculta.

  • Flak Jacket
    Valor: 1.500 RY
    Descrição: A jaqueta é um item de vestuário de protecção popular entre ninja. coletes têm vários bolsos e bolsas que podem ser usados para armazenar e acessar rapidamente armas e outros suprimentos. Quando em missões, eles fornecem uma protecção pelo menos parcial de danos causados por trauma de força bruta, estilhaços, projéteis outros, e até mesmo lâminas. coletes começou a ser usado ao redor da época da Primeira Guerra Mundial Shinobi, substituindo o Shinobi Batalha Armadura comum durante o Período dos Reinos Combatentes. Eles são usados por ninja de todas as classes, mas principalmente classificação chūnin ou superior.

Considerações:
Nenhuma...


_______________________

Katsuo Takemoto
- Banco
avatar
Genin
Genin


Enlouqueci, mas quem disse que estou ligando para os outros?

O caos se instaurou...

Estive ao lado da saída da fenda o tempo todo, não queria arriscar em andar por aquele solo que poderia gerar armadilhas, e olha só! Não é que gerou mesmo? O imbecil que era de Konoha decide por aplicar chakra na parede de uma caverna desconhecida, onde poderia ser a casa da organização que destruiu o país da Neve. Realmente deixar que crianças chegassem ali era uma decisão idiota. Antes mesmo dele tocar parecia que ia dar merda uma hora ou outra, mas no momento que o chakra entrou em contato com a caverna e tudo ficou estranhamente colorido, decidi por me afastar mais ainda para a direita, permanecendo longe o suficiente daquele que queria ser o sabichão da expedição. O fogo que a loira de Konoha fez para aquecer todos foi apagado e meu corpo rapidamente sentiu o frio e meus cotovelos e joelhos começaram a arder, minhas capacidades de movimentação estavam debilitadas, bufei de raiva, não estava aguentando mais toda essa confusão.

Gelo começou a subir por minhas pernas, foquei por alguns milisegundos para concentrar chakra em meus tenketsus e expeli tudo de uma vez, querendo quebrar todo aquele gelo. De longe via estacas sendo formadas para atacar o garoto super inteligente, eu não estava sendo um alvo por estar segura em minha posição. Os outros ajudaram o garoto na mesma situação, ocorreu de tudo, desde levitação até lava e terra, uma confusão que queria que acabasse logo. Um bando de juvenis que não sabem se organizar em um lugar perigoso. Aos poucos minha sanidade mental ia se esvaindo, por que eu segui aquela carta? Por que me juntei com essas crianças? Talvez eu era a mais velha dali, deveria eu ser a líder de tudo aquilo, e tomar o poder das mãos das criancinhas mimadas? 

Ao mesmo tempo das lanças, uma especie de monstro surgira das sombras e tentava abocanhar dois ninjas que haviam avançado muito na caverna, outros idiotas afinal de contas. Um deles teve a brilhante ideia de jogar duas bombas de luz nas sombras na tentativa de pará-la, a explosão criou uma enorme iluminação repentina, coloquei o braço direito sobre meus olhos. Eles estavam me irritando, eles queiram criar mais confusão, eles não pensavam mais no que estavam fazendo. Ódio... Tudo bagunçado... Fraqueza... Idiotices... Desorganização... Crianças mimadas querendo tudo para elas... Eu já não estava aguentando mais tanta falha... Por que isso aconteceu comigo? Claro que tinha um por que... Meu pai fez isso comigo... Tudo que acontecera desde o dia que despertei o Byakugan era culpa dele... ANTONIE LAURENT ERA O CULPADO! Surtei, minha cabeça não aguentava mais tanta confusão, queria destruir tudo aquilo ali, se morresse era melhor para mim mesma. Esperei a luz passar, olhei para a loira que tinha feito o fogo e aos poucos via que ela era familiar segundo as histórias que me contavam, seria Ojo? Ela era poderosa se for verdade.

- Se você for quem eu estou pensando... Você conseguirá sair daqui, não aguento mais isso. - disse a ela - Tire quem você acha importante daqui e se salve.

Minha mente estava uma bagunçada, a raiva minha em meu corpo crescia, aos poucos eu movia meus braços preparando a técnica do clã de minha mãe. Não pensava em mais ninguém, somente em me livrar daquilo tudo.

- CRIANÇAS MALDITAS, VOCÊS ESTRAGARAM TUDO! NÃO AGUENTO MAIS ISSO! SÃO SABEM FAZER MERDA! - gritei a todos.

Concentrei meu chakra na palma da minha mão direita e joguei todo o acumulado em diagonal para minha frente visando o teto da caverna, ação quase que inconsciente minha na tentativa de gerar um enorme desmoronamento acima deles. A falta de atrito fez com que meu golpe me deslocasse para trás, no caminho puxava a Emissária para fincar ao chão e me fazer parar.

HP: 350/350
CH: 594/650
ST: 1/4
Velocidade: 6m/s
E. da Luz: 350/350 (RES)

Considerações:
- Aparência igual ao avatar.
- Ao ver o "show de luzes", me desloquei para mais de 5 metros do Thuram, isso que na minha concepção eu já estava seguro antes mesmo de tudo começar, tudo foi para garantir.
- Jukenpo Ichigekishin usado para me livrar do gelo que estava subindo em minhas pernas.
- Que pena gente, vocês irritaram a Fiora por serem tão desorganizados, ela odeia isso =(
- Qualquer palavra que possa ofender a algum de vocês, não fiquem com raiva de mim em OFF. A narração é inteiramente coisas da Fiora, ou seja, em ON.
- Hakke Kusho usado em direção ao teto acima de todos que estejam perto do Thuram, num raio de 5 metros. Ele foi o causador de tudo isso, logo para Fiora ele deve pagar pelo que fez. Cuidado quem tiver voando, pode ser atingido pela técnica no caminho.
- VAMOS LÁ GENTE, VOCÊS ACHARAM QUE SERIA SÓ RPZINHO, DISCUSSÃO PARA VER QUEM É LÍDER? VAMO ANIMAR ESSA CAVERNA.
- Tudo foi tentativa, cabe o narrador decidir se dará certo ou não.
Bolsa de Armas:
Kunai: 4 (5)
Shuriken: 5 (5)
Senbon: 8 (4)
Kibaku Fuuda: 12 (3)
Hikaridama: 3 (3)
Jutsus Usados:

Jūkenpō Ichigekishin
Rank: C
Descrição: Uma técnica nascida a partir de sua habilidade inata de expelir chakra de cada tenketsu em seu corpo, um membro do clã Hyūga pode bater seu oponente com uma rajada de chakra que irá enviá-lo voando para longe do usuário. Mostrou-se também que esta técnica pode ser utilizada com precisão concentrada para atingir o ponto fraco de uma técnica, exemplificado quando Neji Hyūga foi preso pela Técnica da Prisão de Água de Kisame Hoshigaki, e foi capaz de dissipá-la.




Hakke Kūshō
Rank: B
Descrição: Esta técnica é semelhante, na prática, ao Hakkeshō Kaiten, mas tem um alvo específico, em vez de uma área geral. Para realizá-lo, o usuário aponta precisamente para os pontos vitais do inimigo com o Byakugan e libera um impulso com a palma da mão em alta velocidade. A "rajada de vácuo" compactado usando o Jūken é formada para atacar os órgãos vitais do oponente de uma certa distância, lançando-os para longe com uma força tremenda antes mesmo de perceber que eles foram atingidos.
Emissária da Luz:


A Emissária da Luz

Espécie: Lendária
Rank: S
Descrição: Uma espada passada de geração em geração para aqueles que foram destinados a trazer a paz no mundo, a Emissária da Luz tem grande poder destrutivo se souberem usá-la bem, em seu estado normal, ela parece ser apenas uma espada comum com uma lamina menor, mas em seu estado real, a Emissária da Luz mostra seu verdadeiro poder com sua habilidade de manipular chakra do estilo vento para cortar aqueles que opuserem a ela. Aquele que a empunhar, terá que saber como controlá-la e ter conhecimento do chakra Fuuton.
Habilidades/Mecanismos: 
- Para ativar a forma real da espada, o usuário deverá gastar a mesma quantia de chakra de um jutsu rank S. A forma real da espada dura 2 posts, e quando voltar ao estado normal, ela deverá "descansar" por 1 post.

- Em sua forma real, a espada tem a habilidade de manipular chakra de estilo vento, a manipulação nessa forma vai até o limite de manipulação rank A. 2 manipulações por post.


- A espada pode manipular o chakra vento para poder aperfeiçoar sua capacidade de batalha, criando um manto de chakra Fuuton para aumentar o seu dano. Manto de vento gasta chakra continuadamente a cada post ativado e conta como se fosse um jutsu rank B.

- Não se pode escolher usar o Manto de vento e manipular chakra vento ao mesmo tempo, ou o usuário utiliza a forma real da espada para atacar a distancia com suas manipulações ou utiliza o chakra Fuuton para criar o Manto.
Especifidades da espada:

- Tamanho da lâmina em sua forma normal: 50cm
- Tamanho total da espada em sua forma normal: 95cm

- Tamanho da lâmina em sua forma real: 90cm
- Tamanho total da espada em sua forma real: 135cm

Aparência:
- Forma Normal

- Forma Real
 

_______________________

C.J|Banco|M.F|M.S

avatar
Chūnin
Chūnin



❝ i'll stand here existing and feeling wretched existence
Consuming life-force 'til i grow distant
don't bother searching for somebody like me
A fading no one ❞
CH: 2805/2800 HP: 2000/2000 ST: 01/14
Kurama: 5000/5000

A essência do mistério bailava em verde sobre a íris daqueles olhos distraídos. Distante dos murmúrios dos elementos e indiferente a eles, deleitava-se agora com o próprio suspiro a dar fôlego a vida, um gesto natural e inconsciente em que a existência física apropriava-se dos nutrientes do ar e devolvia-lhe o dispensável; uma sinfonia em sussurro, frívola como muitas outras, mas que para o subjetivo curioso da princesa, era digno de atenção. A natureza que não farfalhava, seus olhos, entretanto, pouca atenção davam aos sussurros da respiração; muito mais se interessavam pelas estalactites cristalinas no céu sob suas cabeças, construções que lembravam um jardim de adagas, de um brilho celestial e a típica ardência do gelo de inverno. O traje de metal lúgubre e o tecido aderente a pele eram seguranças térmicos contra o frio, mas queria a sua subjetiva infantilidade a oportunidade de abraçar o algoz dos aquecidos. Seguiu com os olhos os aventureiros, corajosos de mente, ávidos pelo desconhecido. A sombra devoradora, o pesadelo encarnado, entretanto, tinha um apetite peculiar a respeito do destemor. Se temor era palpável, pôde senti-lo atravessar-lhe a pele e lhe penetrar o coração como uma adaga afiada, tanto quanto o certo e o errado, tanto quanto a verdade e a mentira, tanto quanto o bem e o mal.

Interrompeu um resfolego entre as narinas como uma recém nascida, vislumbrando a luminescência multicolorida proveniente das pedras. A natureza pigmentou as suas árvores de um cinabre vívido de seis astros e uma estrela de três pontas, prole híbrida de humano e caçador. Fantasia surreal e realidade cruel misturavam-se como perfeita união de mundos sob sua visão; era possível fazer pequenas notas mentais acerca das manchas de um azul fluorescente através do gelo. Era indistinguível o que de fato movia a construção de gelo a transmutar-se em estacas pontiagudas e mortíferas, mas a veterana de guerra pouca questão fez a respeito de sua origem; seus olhos correram os mais próximos, tomando-lhes sob sua custódia e arrastando consigo em um não tão bem armado salto gatuno. Diante de uma fonte de luz não natural, seus  corpo bailou contra o chão para proteger-se da cegueira, atentando-se ao gelo de características humanas em crescimento inexplicado. Com o pouso forçado, a pressão exercida propositalmente pelos pés não somente destruiu a tentativa de obstrução como também reverberou através de toda a camada de gelo que cobria o chão, destruindo seus interiores; a mágica da questão estava no doujutsu e em sua precisão invejável, fazendo-se provar como eram precisos os seus cálculos acerca de força e pressão. — Kirie, cuidado com o solo! — Atentou-a, cobrindo através de um impulso a distância entre a princesa e a jovem que levitava. Razão e motivações tinham peso frívolo diante daquela decisão. Momentos mais cedo, enquanto aplicava em sua companheira a marcação especial, semelhante a que encontrava-se agora no país do arroz, seus olhos correram ao perigo iminente a poucos metros acima de sua cabeça: um embate entre shinobi e caverna formara-se no presente momento, colocando em risco a vida dos shinobis. Preocupada com aquela que mais próxima estaria do desabamento, a Uchiha precipitou-se por sobre a jovem, projetando um apêndice de chakra sob a forma de uma volumosa mão que tomaria seu corpo por completo, estabelecendo o contato físico necessário para a execução da habilidade. Em um lapso de momento, ambas desapareceram, ressurgindo a centímetros de Kirie, desfazendo o chakra de um amarelo luminoso e colocando a jovem na duvidosa segurança do chão. — Espero que todas estejam bem. —  Os olhos a fitar a penumbra devoradora. — Você vai devolver o rapaz ou teremos que a obrigar? — Indagou em tom sério e pouco amistoso, embora sucinta e anormalmente tranquila.



Considerações:
Roupas: Aqui

Nota: Kokorowatari presa a bainha e na cintura. Kibas estão dos dois lados da cintura, uma delas junta a Kokorowatari, porém em um ângulo diferente. Com ou sem o estilo de luta, eu sou mais rápida que as estacas de gelo. Com o estilo de luta, sou mais rápida que o congelamento. Puxei ambos Kirie e Yamiko para uma posição segura. Com minha força, é como se elas fossem copos plásticos sem peso relevante algum — neste momento coloquei a marcação Hiraishin nas roupas de Kirie. A defesa do solo foi o próprio pouso desse movimento; com um golpe bem controlado e calculado, eu destruí não somente o gelo sob meus pés como toda a camada de gelo que está crescendo através dos pés dos demais, de forma a também auxilia-los. Como quem tem Sharingan é a Mordred e não eu, não considerarei a força usada, deixando esta para fins de bom senso e tal. Terminado o movimento e estando seguros Kirie e Yamiko (as quais deixei também seguras do desabamento), partiria a velocidade máxima e força em um salto rápido na direção de Chara, usando de uma manipulação sem custos do Chakra Arms para aproximar-me dela mais rápido. Quando a mão toca-la (o que será feito de forma a impedir também detritos de gelo de caírem sobre a jovem), o teletransporte será feito, retornando-nos de volta a segurança do local onde Kirie se encontra. Com o EMS e o Mana Burst, eu enxergo muito além da velocidade de quaisquer um e de quaisquer coisas utilizadas até então, dando-me uma vantagem para esta defesa. Além disso, a armadura me protege de possíveis pedaços do teto caindo sobre mim. O Chakra Arms será obviamente desfeito quando Chara estiver em segurança, deixando a zoio de fusca livre. Kurama permanece juntando chakra, algo já narrado no turno passado.
Armamentos:

Kokorowatari
Espécie: Lendária.
Rank: S.
Descrição: Também conhecida como Kami no namida (神の涙, lit. Lágrima de Deus), esta é uma arma lendária de origem divina cuja existência foi mantida em segredo absoluto, sendo esta um tesouro sagrado e a única prova da existência do Deus coelho. Segundo a lenda, a Kokorowatari surgiu em um período de guerras sangrentas, quando a violência humana sobrepujou a dádiva do amor e só então fez-se necessária a intervenção divina. O criador, decepcionado com tamanho pecado de sua própria criação, permitiu que uma porção de sua essência caísse sobre a terra na forma de lágrimas. Essas lágrimas juntaram-se e através da essência divina, tomaram a forma de uma espada sagrada.

A Kokorowatari tem a forma de uma katana tradicional, de ornamentos brancos e trançados completamente pretos. Sua guarda é escura tal como os trançados, mas possui adornos de cor levemente mais clara que contam a história da criação da arma através de pequenos desenhos na área da guarda. A lâmina possui oitenta centímetros e é branca como a neve, tal qual lhe confere um brilho verdadeiramente incômodo em dias ensolarados. A tradição dos que já a empunharam é de que Kokorowatari é  sempre posta do lado esquerdo da cintura.

Sendo uma espada divina cujo objetivo era parar guerras, a arma possui duas habilidades distintas que agem em prol de evitar conflitos. A primeira e mais interessante delas é a capacidade de, com o mero toque no adversário ou mesmo através do contato indireto, a espada toma parte do vigor do afetado e o transfere para seu portador, sendo essa quantia equivalente a um turno de Stamina por post. A segunda é uma forma mais ofensiva de evitar conflitos, pela qual a espada consegue destruir armas básicas completamente ao se chocarem com ela e também infligir um dano extra de 140 pontos de dano na RES das armas especiais a confronta-la.

Kiba
Rank: S
Descrições: Kiba (牙; literalmente significa "Presas"): Espadas gêmeas que são imbuídas de um raio que aumenta seu poder de corte. Elas são ditas as espadas mais afiadas já forjadas. Elas também são chamadas de "Espadas de Trovão" (雷刀, Raitō).
Habilidades da Arma: Conhecidas como as espadas mais afiadas já forjadas, ao serem banhadas em eletricidade se tornam capaz de cortar qualquer coisa até uma vez por turno - Rank S. Podem em conjunto de um portador manipulador de eletricidade (afinidade ou perícia) lançar manipulações de Raiton de até Rank A.

Amaunator MK II
Espécie: Rara.
Rank: S.
Descrição: Inspirados pela deusa do sol que lhes presenteou com o fogo, os primeiros homens tinham agora o conhecimento para forjar as primeiras armas. Entretanto, a deusa logo notou a ineficácia nos primatas recém evoluídos em forjar e devido a isto, presenteou-os novamente, mas desta vez com uma das peças de sua coleção mais preciosa. A peça presenteada foi a Amaunator, a defensora.

Amaunator MK II é uma armadura completa, feita a partir das partes reaproveitadas de sua anterior, possuindo uma diadema de prata enegrecida em tons de rubro na região das têmporas que é capaz de transformar-se em um elmo fechado com chifres irregulares e com espaço para os olhos. A fortaleza móvel é predominantemente negra, com alguns detalhes vermelhos e ornamentada em tom violeta em diversas partes da armadura, além de uma leve semelhança com um vestido em sua região inferior. Embora de aparência robusta, fora feita sob medida para mulheres e permite os mesmos movimentos ágeis, furtivos e de malabarismos que ninjas costumam executar sem nenhuma queda em velocidade. Seu material não é muito pesado e por isso, é possível utiliza-la sem problemas caso possua ao menos dois pontos em força, mas é extremamente resistente, sendo uma parte importante para sua habilidade. A habilidade da armadura da deusa do sol é a resistência absoluta, podendo defender armas básicas e especiais sem diminuição da RES — e consequentemente, sem dano. É, entretanto, passível a ser destruída através de técnicas de rank A e força 5.

Mana burst
Descrição: Muito embora Mordred tenha sido treinada nos mais variados estilos de Kenjutsu ao redor do mundo, um dia a cavaleira vermelha viu-se na necessidade de abdicar dos métodos tradicionais de luta de espadas e criar um novo método de combate, imprevisível e mortal. Através de seu grande conhecimento acerca do próprio Doujutsu, ela desenvolveu cada pequeno processo de formação do estilo de luta utilizando-o, de forma a corrigir as mais minuciosas falhas de previsibilidade e criar um estilo de luta completamente imprevisível, mesmo para poderosos usuários de Doujutsu. O estilo de luta em si agrega movimentos sujos e pouco usuais de Kendo, bem como movimentos de arremesso e movimentação rápida criados pela própria espadachim carmesim.

Por ultimo, a jovem viu-se na necessidade de agregar ainda mais mortalidade ao seu estilo e, usando-se de seus conhecimentos científicos e de sua grade proficiência em habilidades do elemento relâmpago, foi capaz de mesclar o chakra elétrico a seus movimentos, mas não a seu corpo. Em outras palavras, ela utiliza do chakra elétrico para interagir com o exterior a qual Mordred está viva e com isso, é capaz de amplificar os movimentos físicos da garota por alterar as propriedades do ambiente circundante. Uma vez no uso do estilo de luta, é possível ampliar a força e a velocidade de Mordred em 1 ponto por tornar seus movimentos mais fluidos com eletricidade. Além disso, sua aptidão física é grandemente aumentada quando o assunto são saltos, resistência a quedas e outros desafios físicos menores. Durante o uso do estilo, os jutsus elétricos do usuário tem coloração vermelha.

Hiraishin no Jutsu
Rank: S
Descrição: O Hiraishin no Jutsu é uma técnica criada pelo Segundo Hokage, Tobirama Senju, que permite ao usuário se transportar para um determinado local marcado instantaneamente.

Para ativar esta técnica, o usuário coloca um selo especial ou "técnica fórmula" (術式, jutsu-shiki) para marcar o destino pretendido. Depois disso, eles podem entrar um vazio dimensional à vontade que instantaneamente transporta-os para o local do selo. A marca pode ser aplicada a qualquer área através do contato físico breve, incluindo um adversário ou alguma outra característica circundante. Como esta técnica é capaz de afetar qualquer coisa que está em contato com o usuário ou de alguma forma ligado ao seu chakra, eles também podem usar esta técnica para teletransportar outros objetos ou pessoas, como quando Minato usou para teleportar Kurama de Konohagakure, embora o tamanho do objeto determina a quantidade de chakra necessário. Como Minato também notou, a fórmula de marcação nunca desaparece a partir de um alvo marcado.

Eien no Mangekyō Sharingan
Descrição: O Eien no Mangekyō Sharingan (永遠の万華鏡写輪眼, Eien no Mangekyō Sharingan, literalmente Olho Copiador Giratório Caleidoscópico Eterno) é a metamorfose do Mangekyō Sharingan. Ele é obtido quando um Uchiha recebe o implante de Mangekyō Sharingan de outro Uchiha. Ao fazer isso ambas as formas dos olhos se fundem e o possuidor do dito doujutsu pode utilizar as técnicas do Mangekyō sem que sua visão se deteriore pelo uso contínuo, convertendo-se em um sharingan relativamente perfeito.

Tailed Beast Chakra Arms
Descrição: Esta é uma habilidade que um jinchūriki pode executar quando em uma forma de cauda. Os jinchūriki usarão o chakra bruto da Força Atada para formar armas, que podem manipular livremente para atacar seus inimigos, capaz de atacar um oponente mais rápido do que um usuário Sharingan pode reagir. As mãos dos braços do chakra são arranhadas enquanto o resto do braço parece não ter qualquer tipo de articulação, permitindo que eles tenham movimentos flexíveis que geralmente serão impossíveis para os braços normais. O usuário pode criar qualquer número de braços que eles desejam e também podem servir para outros fins, como agarrar ganchos, agarrar objetos ou inimigos de grandes distâncias, por meios ofensivos, pois apenas tocar um deles pode causar queimaduras fatais, devido Ao odioso ódio de Nine-Tails dentro de seu chakra (embora isso nem sempre seja o caso). Devido a ter um chakra ligado ao seu corpo, os braços do chakra podem crescer em tamanho e da quarta cauda, ​​Naruto, os braços ou qualquer parte do corpo podem dividir em dois ou mais apêndices totalmente operacionais. O assassino B também mostrou usar esta técnica, porém, em vez de braços, ele pode formar chifres que ele usa para sua técnica Lightning Release: Lariat.

Em seu modo Chakra Nine-Tails, Naruto pode usar os braços do chakra em maior medida, pois ele pode usar e liberar os braços do chakra de qualquer lugar em seu corpo em pequena ou grande escala. Esses braços ainda têm o poder de esmagar a pedra sem que Naruto tenha pensado nela. No anime, Naruto conseguiu esmagar uma espada com um braço de chakra apenas apertando seu aperto. Depois de alguma prática, ele dominou os braços do chakra, capaz de manipular várias pedras e formas geométricas sem esmagá-las. Agora, ele é capaz de usá-los na tentativa de criar uma nova técnica: a besta de atadura Rasengan desde que ele foi aconselhado pelas Eight-Tails contra o uso de clones de sombra nesta forma. O domínio de Naruto sobre os Chakra Arms da Besta Atada é tão grande que ele é capaz de criar vários de uma só vez para lançar ataques em vários inimigos, usá-los para puxar os inimigos para o ataque e até mesmo criar pequenos em torno de seu dedo. Os braços também lhe concedem um maior nível de destreza e manobrabilidade do que normalmente seria uma situação indefesa, como guiar seu Rasenshuriken durante sua luta contra o Terceiro Raikage. Não só isso, Naruto pode controlar cada mortalha individual que ele dá para proteger seus aliados.

Obito é capaz de usar isso depois de se tornar o jinchūriki do Ten-Tails. Ele faz isso, exercendo o chakra dos Dez-Tails dos dez saliências espiantes que vêm de suas costas. Os braços são fortes o suficiente para rasgar a Formação Quatro Red Yang de Hokage com facilidade, apesar de poder proteger todos da gigantesca Bola de Bichos de Ten-Tails. Mais tarde, ele cria tais armas usando Truth-Seeking Balls, grande o suficiente para agarrar um Susanoo e Naruto totalmente desenvolvido em seu modo de cauda atada.

_______________________


What you're looking for? Stay away from my character sheet!
avatar
Superior a Kage | Anbu | Heroína
Superior a Kage | Anbu | Heroína

Todos os acontecimentos eram absurdamente adversos aos ninjas que estavam ali, supostamente, para cooperação. Na realidade, não pareciam cooperar nenhum pouco um com os outros. Alguns discutiam entre si buscando assumir a liderança e outros agiam individualmente, como se fosse possível obter uma taxa mínima de sucesso. Ao contrário, apenas o fracasso poderia advir do conjunto de ações levianas e despreocupadas.

A kunoichi de Iwa nem ao menos conseguia ver o que aconteceria com os dois ninjas que tomaram a dianteira na escuridão da caverna congelada. Entretanto, era claramente visível que o toque do jovem de roupas estranhas havia desencadeado, em efeito dominó, reações quase vivas do ambiente hostil em que estavam todos.

O primeiro estranho efeito foi a luminosidade, em tons verde, vermelho, azul e branco, que chamaram bastante a atenção de Yamiko. Pasmém, ela sentiria, arrepiada, o assopro que apagou de plano a pequena chama que a aquecia um pouco. Por consequência, parecia que o ambiente estava mais frio, a ponto de fazer doer as articulações.

*Ela ergueu o braço, formando ângulo com o corpo, e ficou movendo os dedos, com expressão clara de dor*

"Mas o que é isso?... Está muito frio... Mais frio que antes..."

Mesmo que não estivesse efetivamente mais frio, a sensação térmica dela era muito pior que antes. Seja porque a chama acabara de se apagar, seja por ter baixado a adrenalina despechada na corrente sanguínea antes. Outra consequência da queda de temperatura foi a respiração se tornar irregular, o que a cansaria mais rápido que o normal.

A primeira consequência realmente ameaçadora foi constatada quando ela observou as grandes estacas de pedra cercarem o homem que deu início a todos os eventos. Ele, mais distante de Yamiko e as outras duas kunoichis que se afastaram antes (Mordred e Dharma), era o que estava em pior situação, segundo a visão da jovem ninja da Pedra.

*Sem poder fazer nada para ajudá-lo em tempo, ou seja, antes que fosse empalado pelas estacas de pedra, falou, não muito alto. Talvez nem fosse ouvida, até por se manter tímida perante tantos estranhos*

_Cuidado...

Com tantas adversidades, Yamiko não teve muito espaço para planejar o próximo passo a ser tomado para o andamento seguro da missão.

*Começou a sentir algo estranho se mover sobre os pés, quando veio um solavanco forte. Parecia ter sido atingida por uma pressão imensa e os seus cabelos negros balançarem ao vento, que os bagunçou*

"O que é isso?"

Apenas seu pensamento foi veloz o bastante para chamar atenção do que tinha acontecido. Em um instante, estava longe do local de origem, ao lado da jovem que aparentava ser muito íntima da garota mais velha responsável pelo jutsu katon de antes. Ao fundo, uma luz intensa tomava conta do local. A luz seria o bastante para ofuscar quem estivesse olhando para ela. *Para se proteger do brilho intenso, levou o braço esquerdo a frente dos olhos, protegendo-os da luz* Como meio de proteção individual, liberou sua técnica de defesa Doton, ao máximo de velocidade da técnica.

Não era preciso dizer nada, apenas a cor da pele da kunoichi que mudou consideravelmente. De alva para escura como terra, visando aumentar sua defesa natural contra ataques como aqueles que ocorreram. Ainda buscava entender a situação, quando se pode ouvir um grito em meio aos demais ao longe.

Fiora:
CRIANÇAS MALDITAS, VOCÊS ESTRAGARAM TUDO! NÃO AGUENTO MAIS ISSO! SÃO SABEM FAZER MERDA!

De onde estava, era impossível definir o que aconteceu. Seria um inimigo? A resposta contava com muitas possíveis variáveis dentro do universo das probabilidades. Como não sabia o que estava acontecendo, resolveu ficar ao lado da garota íntima da ninja do katon.

_Kirie... num é?... Fique pró...xima...

"Essa ninja do katon é muito rápida... Nem consegui ver como chegamos aqui... E ela já está em outro lugar... Será como ela..."

Ainda pensava quando a ninja do katon expressou estimas de bem-estar de todas. Agora eram quatro kunoichis: a mais velha usuária de katon e absurdamente veloz, a jovem que se mostrou líder nata assim que chegaram naquela caverna, a Kirie e a Yamiko. Pareciam estar encarando algo turvo com olhos grandes de gato.

*Yamiko deu um passo para trás, levando a mão esquerda para atrás das costas, esperando o que viria a acontecer dali em diante. Ficou especialmente tensa depois que a usuária veloz de katon provocou a 'criatura'*

Considerações:
> Imagine um carioca na serra catarinense, numa noite fria de inverno. É como a Yamiko está se sentindo.
> Como Yamiko, Mordred e Dharma estavam afastadas dos demais, por conta da chama, considerei que estava fora da área de risco das estacas de pedra.
> Tenho 4 pontos de ninjutsu, então o jutsu rank B ocorreria a 15m/s. Levando em conta a altura da personagem, o corpo inteiro estaria coberto em, no máximo, 0,11s.


Jutsu usado:
Doton: Domu
Rank: B
Descrição: O usuário corre chakra através de todas as partes do seu corpo fazendo-a tornar-se visivelmente mais escuro, o que aumenta o seu poder defensivo aos seus últimos limites, fazendo a pele tão duro como diamante, facilmente capaz de suportar a maioria dos ataques com pouco ou nenhum dano. Como resultado, a quantidade de técnicas que podem romper as áreas endurecidas pela Lança Terra são perto de zero, excluindo sua inegável ponto fraco: Relâmpago lançamento ninjutsu. Além disso, o poder destrutivo dos ataques físicos é aumentada, tornando esta uma ótima técnica para todos os fins. Kakuzu usou essa técnica através do uso de sua máscara Terra-elemento. Kakuzu demonstrado a capacidade de usar esse recurso para cobrir-se parcialmente (ou seja, mão e braço inferior, e ao lado de sua cabeça) sem o uso de selos de mão, que lhe deu uma vantagem tática significativa contra emboscadas.

Status:

HP: 400/400
CH: 250/300 (-1 stamina)
ST: 1/3 (-1 stamina)
Speed 2 m/s

Bolsa de Armas:

4x Kunai (4)
12x Kibaku Fuuda (3)
20m Fios (4)
6x Senbons (3)
3x Ampolas de Veneno (3)
3x Ampolas de Medicamentos (3)

_______________________


Minha Ficha | Meu banco | Minha Casa | Campo de treinos | Gabinete | Criações de jutsus

Narração
_Falas
"Pensamentos"
*Ações*

Gastos e Danos de Jutsus:
Rank E: 00(10un) & 00;
Rank D: 10(10un) & 25;
Rank C: 25(30un) & 45;
Rank B: 50(50un) & 70;
Rank A: 100(100un) & 140;
Rank S: 200(200un) & 280;
Rank -: 75 & 90.
avatar
Tsuchikage
Tsuchikage

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum