Naruto RPG Akatsuki
Olá visitante, registre-se em nosso fórum e venha fazer parte desde mundo mágico de Naruto, sim, seja um Ninja! Veja no vídeo abaixo os primeiros passos para fazer parte deste mundo após o seu cadastro!


Convidado


22/11/2017, 23:58
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações
UM TEXTO AQUI LOGO LOGO
Meta: 00,00 R$ Recebido: 00,00 R$
00%
compre Seus AGs Pelo Pag Seguro e Paypal
UPDATES!
09.09.2017 — Exatamente um mês desde o último update, estou aqui hoje para avisar que o arco RUPTURAS está oficialmente encerrado. Ao longo dos próximos dias o tópico referente a ele será devidamente atualizado. Como prometido, novos sistemas virão (já estão disponíveis para o público ver e sugerir coisas) e novos Clãs/Kekkei Genkais também, além disto, muito em breve teremos o inicio de um novo arco.
ESTAÇÕES & EVENTOS
Ano: 08
Primavera:
14/11 - 07/12
Verão: 08/12 - 30/12
Outono: 31/12 - 22/01
Inverno: 23/01 - 13/02





Últimos assuntos

» Lista & Organização de Contas Duplas
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:55

» Lista & Organização de Vilarejos
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:54

» [RP EP] - O fracasso
por Sarutobi Kygo Hoje à(s) 23:53

» Dá n muita panela dropei flw
por Retz Hoje à(s) 23:30

» [Missão Rank C - Urameshi] Preço da Fama
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:27

» Treinos de Yuki Riki
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:18

» [Quest - Fios Negros] Asakura
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:02

» [F.P] Dante
por Mukuzii Hoje à(s) 22:47

» Evento Especial: Cenários
por Dumas Hoje à(s) 22:44

» [RP EP] - Revolução em Konoha
por Sora' Hoje à(s) 22:04

Procurados
Procurados RPG Akat


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Missão B] Resgate I: Mjölnir

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Missão B] Resgate I: Mjölnir em 25/10/2017, 23:55

Zoe

avatar
Kryptoniana
Kryptoniana
Poucos minutos distanciavam-se da contagem de um dia novo. Neve caía aos montes do céu, inundando as vielas e as árvores de uma camada gélida e esbranquiçada, tão fofa que dissolvia-se na mão. Em indumentárias de inverno, uma pequena fada em corpo humano descansava no portão, animada com a primeira missão no novo cargo. Muito havia progredido desde a missão anterior, agora capaz de lidar um pouco mais com a timidez excessiva e também detentora de um cargo superior, o de Chunin da folha. A companheira que lhe acompanharia na viagem era Akemi Uchiha, uma colega familiar com quem havia participado de missões anteriormente. Deveriam viajar para a fronteira norte do país do fogo, onde deveriam, a princípio, expurgar uma ruína inexplorada de um punhado de bandidos de estrada. A pequena Inori Yuzuriha parecia exageradamente animada em ver a parceira, mas não tanto com a ideia de investigar um lugar escuro e infestado de pestes.

Consideração inicial: Narrar receber a missão é indiferente pra mim, mas gostaria que narrasse um contato com a menina para que eu dê prosseguimento a missão.
Jogador envolvido: Akemi Yuki



Ver perfil do usuário

Akemi Yuki

avatar
Chūnin
Chūnin


❝ This is for long-forgotten
Light at the end of the world
Horizon crying
The tears he left behind long ago ❞
CH: 1150/1150 HP: 800/800 ST: 00/05

Certamente sua vida havia progredido tanto nos últimos tempos que mal havia percebido que já estava tanto tempo em Konoha que já se sentia em casa. Depois do acontecimento com Mordred, naquele hotel onde viviam, a jovem Uchiha passou a ver o mundo com outros olhos, literalmente com outros olhos. Cansada de se fazer de vítima e regrada a não abaixar a cabeça, viver naquele corpo e aceitar seu verdadeiro traço orgulhoso era algo que necessariamente passou a ocorrer com naturalidade desde aquela semana destrutiva. O corpo não doía mais em decorrência ao combate, porém o emocional ainda estava bem abalado, sua fraqueza movida a ódio lhe consumia, mas entendia que tudo seria utilizado como forma de crescimento para um futuro próximo. Em todo caso, ao receber a missão de Yahiko, um velho conhecido Gennin mensageiro da folha, desta vez se surpreendia, afinal sua missão não era tão simples, era uma tarefa na realidade, que trazia um certo risco e isso por si só já era o suficiente para entender que estava enfim amadurecendo aos olhos do vilarejo também. Foi através do pergaminho da missão que pode ler que alguém a acompanharia, sendo esta a sua velha conhecida, uma colega da folha na qual já havia trabalhado em dupla. "Bem, será que dessa vez serei a líder?" Parecia animada também com a evolução de Yuzuriha, mesmo uma Chunnin como Akemi sabia que às vezes ter amizades era uma forma de aliviar a pressão de uma tarefa difícil, ainda mais para a ex Yuki, que precisava muito se distrair naquele momento de sua vida, já que ainda carregava o peso de sua falha com sua amada. Seus passos eram em velocidade moderada sobre a neve fofa, suas vestimentas eram quentes, desde sua perca de poder através de seu DNA já extinto de Yuki, sua capacidade de suportar baixas temperaturas eram anuladas, ainda assim seu tempo em Kiri havia de servir para compensar a ausência das habilidades primárias do Clã de Kirigakure. Chegando próxima aos portões de Konoha, a usuária do Doujutsu lendário se apresentava ao ponto de encontro já notando a silhueta feminina de sua amiga Inori.

E aí, mais nova Chunnin de Konoha, parabéns pela promoção. Como você está? — Embora confiante, temia que sua amiga não a reconhecesse de primeira, já que os olhos e os cabelos haviam mudado drasticamente sua aparência. — Ah, quanto aos cabelos pretos, resolvi mudar um pouco o visual... — Mentia, não queria assustar a garota com mais uma história de sua vida sem graça.


Considerações:
Roupas: Aqui
Bolsa de Equipamentos presos à cintura, atrás e do lado direito.

Nota:
Equipamentos:
Kunai: 5 - cinco unidades
Shuriken: 10 - dez unidades
Kemuridama: 1 - uma unidade
Hikaridama:  1 - uma unidade
Kibaku Fuuda: 2 - oito unidades
Ampola: 1 - uma unidade

Ver perfil do usuário

Zoe

avatar
Kryptoniana
Kryptoniana
A neve cessou momentaneamente e os ventos frios do inverno encontraram espaço para circular vagarosamente através do ambiente. A silhueta de madeixas escuras caminhou através da neve, desenhando pegadas de sapatos através de seu caminho e tornando-se cada vez mais definida a cada passo. Inori, desconfiada e cautelosa, ergueu uma das sobrancelhas, avaliando a chegada da estranha e colocando-se de prontidão para uma abordagem. A partida para a missão fora avaliada como melhor ocorrendo durante a madrugada justamente pelo pouco tráfego durante a noite, o que fazia da aparição ali algo fora dos padrões. O corpo aproximou-se mais e mais até que tornou-se definido o suficiente para que Yuzuriha avaliasse os seus traços. — Não pode ser... Akemi! — Um sorriso simplista formou-se em seus lábios, aproximando-se da jovem e cumprimentando-a por esticar a mão enluvada em um aperto de mão. O olhar sério do momento transmutara-se imediatamente, revelando o quão simples eram as emoções da menina.

Você ficou ótima, sabe? Eu queria ter coragem para mudar um pouco. — Atribuiu a si mesma um certo repúdio pela covardia em inovar, correndo os olhos a neve rasteira. Para ela, a ex Yuki era como um exemplo a ser seguido, pois corriam os boatos no vilarejo de uma excepcional shinobi enviada de uma outra nação que além de ter se adaptado as normas do vilarejo, formara a sua própria fama através de vários trabalhos concluídos. Embora conhecesse um pouco da história triste de Akemi, ainda sim espelhava-se nela como uma aluna a sua mentora. Ainda mais que isso, havia aquele detalhe. — Como ela é? Digo, não precisa falar se não quiser, mas... você sabe, ela.

Consideração: Pode narrar a viagem, diálogos com a menina (que superou a timidez e agora é uma Chunin, assim como você) e também a chegada as ruínas. Se quiser, poderá descobrir uma das duas coisas que até então não sabia sobre Inori: Ela é Uzumaki e o pai dela é um foragido famoso. Caso opte pela segunda informação, não saberá nada sobre o pai dela além do fato de ser um foragido.

2/5



Ver perfil do usuário

Akemi Yuki

avatar
Chūnin
Chūnin


❝ This is for long-forgotten
Light at the end of the world
Horizon crying
The tears he left behind long ago ❞
CH: 1150/1150 HP: 800/800 ST: 00/05

O olhar da menina à frente era bem carismático, aparentemente sua facilidade em falar deveria justificar o ânimo de revê-la, certamente a timidez deixou seu corpo, tornando-a livre para interagir. Felizmente para Akemi, isso era muito bom, visto que se lembrava de um pequeno botão de rosa prestes a desabrochar na mais bela das flores. Tamanha foi a alegria estampada no rosto de Inori que ela não teve sequer tempo de se aproximar direito, a mão estendida à frente para cumprimentar a Uchiha foi rapidamente correspondida, com a destra igualmente aquecida por uma luva felpuda. Conforme visto, as duas pareciam ambas mais maduras, sem as amarras de suas limitações emocionais, pelo menos a grande maioria delas, por parte da Iryonin.

Ah, que bom que gostou, sabe. — Levou a mão esquerda aos cabelos negros, ajeitando-os, o brilho agora era natural, o cabelo havia sido restaurado desde sua transformação, tornando-se bonito e cheio de vida, como suas madeixas azuis eram. Ainda sim, ficou bem sem jeito com o comentário da menor. — É, tive que ter bastante coragem mesmo pra mudar, mas... Quanto ao seu estilo, gosto dele, ele combina com você. — Soltava a mão da menor, dando-lhe um sorriso simpático. Queria reconfortá-la, trazer a ela algo que se assemelhasse a um incentivo para se amar como realmente era, afinal.

Quando as apresentações e as fofocas foram postas em dia, começaram a andar, lentamente sobre a neve fofa que recobria o chão naquela madrugada, sendo bem silenciosas enquanto caminhavam portões a fora. O caminho era longo e embora o assunto tendesse a ir para o lado mais banal, como por exemplo, falar coisas de meninas e até sobre suas lutas mais empolgantes. Inori também contou como foi o exame Chunnin ao qual prestou e passou como uma das Kunoichis que mais se destacou.

Hahaha! Então foi isso, no final eu venci a luta e me tornei uma Chunnin. Foi até bem fácil, sabe? — Dizia a recém formada.

Isso foi bem incrível, eu não poderia ter feito melhor, eu acho. — Disse com um sorriso de canto, revelando-se também bastante empolgada com as façanhas de sua amiga.

Então você costuma desviar de alguns assuntos comigo, posso saber o motivo? — Curiosa a menina de cabelos rosados parecia provocar a mais velha, talvez ganhar algumas informações.

Hey! Eu não desvio não, ok? Pode perguntar... — Os olhos da menina mantinham-se alertas ao redor, já haviam caminhado um belo bocado do trajeto para o tal ponto da missão.

Como ela é? Digo, não precisa falar se não quiser, mas... você sabe, ela. — Atingia em cheio a Uchiha.

Bem... — O olhar desviou para o mais longe que pode da menina, ganhando as montanhas ao fundo como forma de focar sua atenção em outra coisa que não fossem os olhos brilhantes de curiosidade da mais nova, independentemente do quanto tentasse, faltariam adjetivos para nomear a pessoa a qual a menina queria obter informações, tentou resumir em poucas palavras. — Ela é duas vezes mais incrível, no mínimo, do que falam sobre ela por Konoha. — Disse pausadamente, não tinha pressa naquela altura, sabia que era uma menina inocente procurando por respostas. — E você? Aprendeu mais alguma técnica nova? Disse que foi um exame Chunnin incrível, mas não me disse se você se aperfeiçoou em algum Ninjutsu depois disso. — Desviava com maestria do assunto, buscando fazer o foco da conversa ir para outro lado.

Ah! Verdade eu treinei bastante. Eu fiz um grande aprendizado de uma técnica do meu Clã. Eu aprendi um selo muito legal, posso selar qualquer coisa com ele, é incrível... É um selo exclusivo do Clã Uzumaki — A simplicidade da menina era encantadora, pelo menos não havia percebido a artimanha em mudar de assunto.

O papo se estendeu muito mais, deixando muitas vezes as duas debatendo sobre suas habilidades, exceto é claro o fato de que Akemi ocultava seu novo poder como ninja, não diria nenhuma das palavras Uchiha e Sharingan, sendo inclusive um conselho de Mordred a mais nova. Com a conversa, acabou por se descobrir que a parceira era na realidade uma membro do Clã Uzumaki. O caminhar finalmente levou as meninas ao destino, chegaram as tais ruínas descritas no pergaminho da missão. A troca de olhar entre ambas significava que a partir dali teriam que redobrar a atenção ao redor.


Considerações:
Roupas: Aqui
Bolsa de Equipamentos presos à cintura, atrás e do lado direito.

Nota:
Equipamentos:
Kunai: 5 - cinco unidades
Shuriken: 10 - dez unidades
Kemuridama: 1 - uma unidade
Hikaridama:  1 - uma unidade
Kibaku Fuuda: 2 - oito unidades
Ampola: 1 - uma unidade

Ver perfil do usuário

Zoe

avatar
Kryptoniana
Kryptoniana
As meninas alcançaram o ponto marcado com a chegada dos primeiros raios de sol da manhã. No ar, a névoa rasteira serpenteava as pernas, correndo sorrateiramente através do corpo e gelando as narinas desprotegidas. O horizonte ocultava-se em meio a uma cadeia de montanhas de onde era extraído o ferro para confecção de armas, motivo este pelo qual puderam chegar tão rápido ao seu destino; a rota percorrida fora a mesma da linha de extração, o que reduziu o tempo de viagem em alguns vários dias e permitiu-as economizar em mantimentos.

Grandes morros de pedra esculpidos pela natureza podiam ser contemplados por meramente caminhar por ali. O ambiente era estranhamente acinzentado, dando ao frio a possibilidade de atrelar-se até mesmo a menor das pedras dali. Embora a missão envolvesse um combate, naquela altura do momento era impossível não confundir a tarefa com uma de menor nível, pois não havia nenhum sinal de grupos de meliantes ou mesmo sinais de batalha pelo local. As ruínas pareciam inicialmente quietas, o que justificava a troca de olhares entre as meninas, mas nem mesmo elas esperavam pelo que aconteceria. O solo em uma extensa área sobre seus pés cedeu, levando-as a uma queda aparentemente infindável que terminaria com suas mortes, não fosse os esforços de Inori, cujas costas projetaram cerca de sete longas correntes etéreas que tomaram o corpo de Akemi e prenderam ambas na segurança das paredes. — Bem, acho que foi por pouco. Precisamos descer. — a jovem pediu, exibindo um cansaço anormal pelo uso da habilidade. Em minutos, encontravam-se de pé em um breu total, onde a única luz visível era a do buraco no céu, vários e vários metros acima.

Consideração: Vocês estão agora nas cavernas dentro das ruínas. Narre encontrando primeiro uma forma de vencer o problema com a visão. Inori não domina bem a habilidade, sendo esta uma versão inferior a Kongo Fusa, mas fez o possível para te salvar e descer. Isso, no entanto, a esgotou, tendo você agora a tarefa de ajudar com a localização.

3/5



Ver perfil do usuário

Akemi Yuki

avatar
Chūnin
Chūnin


❝ This is for long-forgotten
Light at the end of the world
Horizon crying
The tears he left behind long ago ❞
CH: 1125/1150 HP: 800/800 ST: 01/05

O raiar do dia trazia uma luz fraca que iria aumentando a medida que o tempo passava, o Sol vinha por detrás de montanhas grandiosas. As informações a respeito daquela área, não deveriam ser mentirosos, a grande abundância de concentrações de ferro naquela cadeia de montanhas outrora, dera suporte a confecções de várias armas Shinobi por muitos anos, incluindo principalmente Konoha, o vilarejo principal do País do Fogo. "É bem bonito aqui." Mentalizava suas emoções, os pequenos olhos pareciam fitar ao redor maravilhados, tudo parecia bem, exceto por uma leve dor de cabeça que tanto a incomodava nos últimos tempos. A mão foi levada a têmpora direita, acariciando-a levemente enquanto dava uma olhadela para sua parceira, que mais uma vez demonstrava curiosidade a respeito da menina.

Está tudo bem. — A tranquilizou. Certamente a dor vinha de tanto esforçar a mente relembrando-se da vila da névoa, pois embora a área fosse cercada por um oceano grandioso, o centro da vila apresentavam cadeias montanhosas parecidas.

Ah... Então está certo, Akemi-Chan. — Deu um breve sorriso.

Não demorou muito para que as duas começassem a se aprofundar mais na área das ruínas, dando pequenos passos atenciosos ao redor em busca de vestígios que dessem sentido a missão. Até o momento, nenhum indício de que haviam passado por ali recentemente, nenhum resquício de carvão de uma fogueira qualquer para se aquecer, nenhuma pegada sobre a argila vermelha criada através da água da neve derretida, nem mesmo sinais  de luta, o que fez a pequena Uchiha ficar levemente inclinada a imaginar que não deveriam abaixar a guarda de jeito nenhum. Sabendo que aquele cenário poderia esconder uma armadilha ou pior, uma emboscada, a filha da névoa se pôs a alertar Inori com uma voz baixa e suave.

Isso pode ser uma emboscada, não estou vendo nada que justifique nossa missão por enquanto. — Viu que a parceira estava a mais ou menos cinco metros de distância.

Será? De qualquer maneira é melhor ficarmos juntas. — A pequena de cabelos rosados se aproximou e talvez fosse este motivo que a sentença das duas se cumpriria. Com a aproximação das Kunoichis, o peso de ambas se concentrou num único ponto, talvez de uma pequena camada de terra e gelo que cederam imediatamente após alguns segundos juntas.

Em queda livre, Akemi não teria tempo de realizar qualquer coisa a não ser aceitar seu fim trágico, o que lhe trouxe uma breve lembrança de uma Mordred ainda bem chateada, sendo Akemi a causadora do problema. Entretanto, um destino totalmente novo aguardava as duas, pois quando tudo parecia perdido, correntes brilhantes lhe circularam o tronco e pernas, dando-lhe suporte e a aparando em meio ao vazio em queda livre. Não fosse o esforço da pequena Uzumaki, talvez as duas estivessem mortas. O silêncio em meio as trevas foi rompido por uma voz baixa e ofegante, sendo Inori lhe indicando que deveriam se apressar e sair daquela posição, pois ainda estavam penduradas a uma distância do solo, medição esta que era impossível de ver com aquela baixa quantia de luz sobre suas cabeças.

Obrigada, Inori-Chan. — Agradeceu.

Depois de descerem juntas, a Uchiha a auxiliou a chegar ao solo, sempre bem preocupada com as condições de sua parceira, visto que a técnica parecia ser bem complexa e demandar muita energia. O escuro era o principal problema agora para ambas e, pensando no sucesso da missão e a segurança da parceira, a menina mais velha se pôs a mentalizar sobre o que fazer. "Se eu usar Katon, posso acabar criando luz ao queimar alguma fonte de combustível sólido, talvez um pedaço de madeira, por outro lado, posso atrair muita atenção se eu não me precaver. Bem, nunca tentei isso antes, mas..." Os olhos negros se fecharam e abriram com um curto intervalo, a concentração de Chakra nos olhos justificou a alteração de seu Sharingan no nível dois para tentar captar alguma informação extra. Com a atitude, seus olhos buscavam alguma forma de manifestação de Chakra através do ambiente, algum tipo de assinatura espiritual de algum possível ser vivo e também encontrar qualquer coisa para queimar. Não demorou muito para julgar a situação limpa, se aproximando de uma pequena viga de madeira seca. Com alguns selos básicos e rápidos, a Chunnin cuspiu uma pequena porção de fogo soprada através dos lábios. "Eu ainda acho isso um absurdo, do gelo ao fogo... Humph." Claramente o tempo que teve para "esfriar" a cabeça naquela semana seguinte a discussão com Mordred, com certeza a fez trabalhar em descobrir suas novas habilidades, o fato do Katon ser seu elemento de maior afinidade a trouxe a uma situação cômica e bem irônica para se aceitar. Acendendo o pedaço de bastão, uma tocha improvisada foi o suficiente para que a luz viesse as profundezas daquela caverna obscura. Se aproximando da outra menina, estendeu a tocha a ela, obviamente Inori estava mais cansada, caso algum problema ocorresse era melhor que a luz estivesse em posse de sua amiga, afinal ela não poderia enxergar no escuro, já Akemi poderia arriscar a sorte com seu Sharingan no breu mais uma vez.

Regras: você está cansada, segura isso e fica perto de mim. Certo? — Pediu com um sorriso tipicamente orgulhoso, pelo canto dos lábios, deixando transparecer a confiança de que daria conta do que quer acontecesse dali em diante. Após entregar a tocha, fez questão de guardar suas luvas dentro de sua bolsa na cintura.

S-Sim, Akemi. — Deixou escapar um risinho também, era engraçado como a mais velha tinha uma visão aparentemente mais atenciosa com a menor. Era evidente que Akemi se preocupava mais com Inori do que consigo mesma.


Considerações:
Roupas: Aqui
Bolsa de Equipamentos presos à cintura, atrás e do lado direito.

Nota:


Nome: Katon: Gōkakyū no Jutsu
Rank: C
Descrição: Uma técnica em que o chakra amassado dentro do corpo é convertido em fogo e expelido da boca, quer como uma esfera maciça de chama ou como um lançador de chamas contínuo. O alcance do ataque é alterado pelo controle do volume de chakra que é reunido. As chamas lançadas vão engolfar seu alvo, e deixar uma cratera na superfície do solo. O clã Uchiha usa esta técnica como um rito de "vinda de idade", e como tal, é uma técnica comum e favorecida entre eles.
Equipamentos:
Kunai: 5 - cinco unidades
Shuriken: 10 - dez unidades
Kemuridama: 1 - uma unidade
Hikaridama:  1 - uma unidade
Kibaku Fuuda: 2 - oito unidades
Ampola: 1 - uma unidade

Ver perfil do usuário

Zoe

avatar
Kryptoniana
Kryptoniana
Inebriada negrura a imiscuir-se nos assuntos das damas. A treva aclarada pelo lumo do archote tal como um farol inside a sua claridade artificial sobre o mar profundo. O olho do negro profundo ao rubro em seu estágio quase maduro vasculhou como criança pertinente os mais ínfimos dos cantos, vasculhando traços de energia viva e outras peculiaridades mais. Uma verdadeira arma era o sharingan, que findou sua busca quando percebeu antigos hieróglifos desenhados em substância energética através da parede. Não sabia dizer, entretanto, se era a única capaz de os ler devido a natureza especial de suas habilidades ou se a Uzumaki também o via, mas por algum motivo, a jovem parecera ignorar as letras, ou talvez, não as perceber. A língua era antiga e seus símbolos, quase indecifráveis, mas através do olho copiador e de suas habilidades analíticas, seria possível compreender a seguinte mensagem, embora dificultosamente: "O alento final trará o caminhar da morte".

Pequenas gotas de suor aglomeravam-se entre as dobras de uma testa enrugada pelas feições, escorrendo através das bochechas e findando na altura do queixo. Não ousaria ali interromper sua companheira, mas era especialmente capaz de sentir forças de vida a longas distâncias, bem como compreender a sua origem, tipo e forma. Era uma habilidade formidável e sem poder bélico aparente, mas o frio na espinha que sentiu era algo totalmente novo. O motivo? Sentia chakra, mas não podia dizer nada sobre ele exceto a sua distância: poucos metros da jovem. Porque Akemi, com sua habilidade, era incapaz de ver os três corpos aproximando-se e porque os hieróglifos eram tão nítidos a Uchiha e invisíveis a Uzumaki? Um grito com o pouco de força que lhe restava fora a sua única saída. — Akemi, cuidado! — Bradou em preocupação e estranheza quando uma lâmina aproximou-se da jovem.

Consideração: Essa é uma questão peculiar: você, se quiser, será capaz de compreender a dita mensagem (que digo que é importante) se a estudar bem através da sua percepção avantajada dada pelo Sharingan, percebendo até mesmo a assinatura de chakra que as formas; Inori, entretanto, não pode ver essas inscrições. Em contrapartida, você com o Sharingan ativo é incapaz de enxergar os mortos-vivos vindo em sua direção com nitidez, não percebendo nenhuma assinatura de chakra vindo destes, diferente de Inori, que os vê muito bem e é capaz de senti-los. Tentar perceber essa peculiaridade e utiliza-la para tentar vencer o combate é a sua tarefa. Sobre os inimigos, o primeiro tem o tamanho de um homem adulto e porta duas espadas, uma dela se movimento em um corte na vertical da esquerda para a direita contra você. Um outro está a 10 metros de ambas com um machado e um terceiro encontra-se com um arco e flecha a sua disposição e a 10 metros do chão, em uma fenda na rocha.

4/5



Ver perfil do usuário

Akemi Yuki

avatar
Chūnin
Chūnin


❝ This is for long-forgotten
Light at the end of the world
Horizon crying
The tears he left behind long ago ❞
CH: 343/1150 HP: 800/800 ST: 02/05

Não bastasse a escuridão completa ao redor, também havia um silêncio sem igual, apenas sendo completamente rompido através de passos repercutindo ruína adentro em meio ao eco. Não tardaram para que a distância física entre elas fosse completamente suprida, ficando uma ao lado da outra por segurança. O Sharingan fazia sua parte, não possuía sequer um movimento que escapasse destes olhos incansáveis, mas algo parecia preocupar Akemi. Não fosse o frio da caverna, poderia julgar-se completamente em um sonho incompreensível, através da energia negativa que estranhamente se abateu e apossou sobre a pequena Uchiha. "Eu não gosto desse lugar, não me trás uma sensação muito boa." Guardou para si os pensamentos pessimistas em relação a ruína na qual mergulhava, sabia que certamente isso poderia trazer a amiga uma preocupação desnecessária enquanto caminhavam em busca de algo. Aproveitava a todo momento com o Doujutsu ativo para mapear em sua cabeça os mínimos detalhes do local. Momentaneamente os passos foram as únicas coisas que poderiam ser ouvidas, o silêncio era impiedoso e o suspense também. As duas só pararam de andar quando a Iryonin deu um breve toque no ombro de sua parceira, pedindo-a através do gesto que parasse a caminhada por enquanto.

O que foi, Akemi? — Questionou a dona dos cabelos rosados.

Porém, nenhuma palavra surgiu de imediato dos lábios da usuária de Sharingan, deixando evidente que sua atenção havia sido tomada por algo que excedia os padrões do "estranho". No instante seguinte, sua leitura especial começou a focar uma parede energizada, com alguns estranhos símbolos que não lhe traziam qualquer tipo de conhecimento comum, mas com um grande esforço foi capaz de se extrair da pedra uma frase isolada qualquer.

Isso não me parece nem um pouco... — Levou a destra ao queixo, enquanto tentava fazer a frase fazer algum sentido em sua cabeça.

Hey! O que você está vendo ai? — A outra perguntou, olhando para a parede sem compreender nada.

N-nada... É que eu não consigo explicar, mas acho que isso é estranho. Esses símbolos são bem diferentes não acha? — A Uchiha desviou o olhar para a direção oposta a menina, não revelando seus olhos vermelhos, foi assim que resolveu desativá-los e girar o rosto novamente a ela.

A Chunnin mais nova não entendia absolutamente nada do que Akemi dizia, mensagem ou não, a inexistência de uma escrita na parede em branco pouco trouxe sentido a Uzumaki. Entretanto, sua parceira ainda parecia estar olhando a mesma sem compreender nada também, como se a frase houvesse sumido sem a ajuda dos olhos especiais. Os olhos negros de Akemi por fim se puseram novamente sobre a pedra, tentando obter através da luz dançante das chamas uma outra visão que pudesse lhe agregar algo. Não foi capaz, confirmando sua suposição que Inori não conseguiria entender de fato o que ela dizia há pouco. Ainda brevemente distraída a menina Uchiha encarava a parede, quando de repente a sombra maior projetada em sua frente, entre a dela e de sua companheira, o que lhe trouxe um espanto a mesma. Por conta de sua agilidade e reflexos absurdos, simultaneamente ao grito de sua amiga alertando-a, Akemi saltou lateralmente à direita enquanto apanhava a mão da mais nova como um instinto protetor, a puxando consigo para um movimento rápido do corpo tão veloz que da posição original foram reaparecer imóveis dez metros de onde estavam. O movimento das duas foi o suficiente para evitar o primeiro golpe do estranho ser que apareceu repentinamente.

Foi por pouco. — Soltou a mão da amiga, se certificando se estava bem. — Não se feriu, não é? — Questionou, preocupada.

Eu estou bem. Você é rápida! — Parecia surpresa.

Ambas pareciam bem e isso agradou Akemi que não demorou a dar um passo à frente, deixando a menina de cabelos rosados sobre a proteção de dois clones, ao conjurá-los através de um selo único com a destra. Quem agiria seria a Iryonin, mas com o auxílio da Uzumaki. Primeiramente, aproveitando da distância a menina realizou selos precisos com as mãos, puxando uma grande quantia de ar aos pulmões até o momento que adicionou seu Chakra, ao soltar o ar, o mesmo se fundia ao Chakra Katon, tornando-se assim uma poderosa bola de fogo que ia rente ao chão e com uma altura em massa um pouco maior do que a altura do homem em si, certamente se o atingisse em cheio talvez fosse o suficiente para derrotá-lo.

Tem mais dois deles, estão num raio de dez metros de nós. — Alertou a Uzumaki. — Um ali e outro mais acima, nas fendas. — Deu a localização precisa.

Desta vez uma das duas réplicas que partiria contra o grande homem de machado, usaria do cenário ao seu favor, lançando uma Kunai com uma tarja explosiva na base estrutura de pedra em cima do mesmo. Como outrora Akemi estava com Sharingan ativo, por si só a olhadela sobre o ambiente fora o suficiente para memorizá-lo em mente, dando precisamente uma leitura parcial dos locais onde poderia atingir com explosões sem oferecer um risco de desabamento generalizado da ruína. Caso a explosão ocorresse bem o suficiente, ela esmagaria o homem dos machados, o clone de qualquer maneira ficaria próximo aos escombros onde o mesmo possivelmente estaria derrotado, a fim de ganhar informações e trazer ao corpo original. Quanto a Akemi original, o mesmo fora feito, realizando o movimento com a destra lançando uma Kunai também com uma tarja explosiva na parte de cima da fenda onde o arqueiro estaria, tentando soterrá-lo dentro da fenda. O mais intrigante é que Akemi não havia hesitado sequer um instante, revelando uma natureza mais madura, pré supondo que finalmente não havia piedade em destruir aqueles que se puserem aos seus amigos e seus objetivos como ninja. De qualquer forma, a original permaneceu alerta enquanto um clone ficava à espera de saber se seus golpes haviam findado a vida do agressor e outro permanecia todo o tempo junto a Inori, protegendo-a.


Considerações:
Roupas: Aqui
Bolsa de Equipamentos presos à cintura, atrás e do lado direito.

Nota: Nota, os ataques do clone 2 e da Akemi Original foram feitos simultaneamente. E pra justificar o motivo dos pontos exatos serem o suficiente pra fazer a explosão ocorrer sem danificar o resto da caverna, seria o fato que a Akemi antes estava com o Sharingan ativo o tempo todo, mapeando sua localização e procurando pontos fracos e estratégicos. Se for considerado ok os movimentos, no turno seguinte eu vou descontar 2 kunais e 2 kibaku fuudas da minha bolsa de equipamentos.

Clone 1; 362 CH (Protegendo a Inori)
Clone 2; 362 CH (Atacando)


Nome: Shunshin no Jutsu
Rank: D
Descrição: O Shunshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade, permitindo que um ninja possa se mover de curta para longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tiver teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo para se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, esta técnica não é teletransporte e sim apenas um movimento extremamente rápido.

Nome: Kage Bunshin no Jutsu
Rank: B
Descrição: Semelhante à técnica de base Clone, esta técnica cria cópias do utilizador. No entanto, esses clones são corporais em vez de ilusões. O chakra do usuário é distribuído igualmente entre todos os clones, dando a cada clone uma fração igual do poder global do usuário. Os clones são capazes de executar técnicas por conta própria e podem até sangrar, mas normalmente irá dispersar depois de atingido por uma força forte o suficiente. Os clones também podem dispersar por conta própria ou ser dissipadas pelo usuário da técnica. Clones de sombra não podem ser diferenciado do original com Sharingan, Byakugan, Rinnegan ou Rinne Sharingan. Clones de sombra também parecem ser capazes de pensar por si mesmos e sentir a dor do original em alguma medida, como evidenciado por clones de Naruto sentindo dor quando manto da Nove Caudas despertou enquanto ele e Kakashi estavam lutando Deidara.

Nome: Katon: Gōkakyū no Jutsu
Rank: C
Descrição: Uma técnica em que o chakra amassado dentro do corpo é convertido em fogo e expelido da boca, quer como uma esfera maciça de chama ou como um lançador de chamas contínuo. O alcance do ataque é alterado pelo controle do volume de chakra que é reunido. As chamas lançadas vão engolfar seu alvo, e deixar uma cratera na superfície do solo. O clã Uchiha usa esta técnica como um rito de "vinda de idade", e como tal, é uma técnica comum e favorecida entre eles.
Equipamentos:
Kunai: 5 - cinco unidades
Shuriken: 10 - dez unidades
Kemuridama: 1 - uma unidade
Hikaridama:  1 - uma unidade
Kibaku Fuuda: 2 - oito unidades
Ampola: 1 - uma unidade

Ver perfil do usuário

Zoe

avatar
Kryptoniana
Kryptoniana
A detonação fraturou as imediações em um súbito deslize de rocha que acometeu contra a réplica Uchiha e seu algoz, soterrando-os com uma violência sem precedentes. Em um estrondo ensurdecedor, as pedras cobriram um trecho do salão de pedra, erguendo fumo do chão ao ar e tornando-o pouco respirável. A investida da original, entretanto, mostrou pouco êxito contra o arqueiro, que selecionou uma seta entre várias em sua aljava e disparou contra o objeto arremessado pela Chunin, interceptando-o no ar e riscando o selo de detonação, que explodiu mais cedo do que deveria, arremessando ambas as jovens contra o chão poucos metros atrás, sem ferimentos graves. O solo gradativamente rompia-se com as explosões, mostrando uma certa falha nos cálculos da kunoichi; rachaduras seguiam através das pedras e das paredes, causando tremores de terra que facilmente desequilibrariam quaisquer pessoas que estivessem de pé. O arqueiro até que tentou aproveitar-se do momento para disparar uma outra seta, preparando-a em seu arco e arduamente mirando na jovem dos cabelos rosados. Teria a acertado não fosse a súbita aparição de uma silhueta em negro e rubro, que ofensivou como uma pantera e tomou-lhe o arco, disparando contra ele uma sucessão de golpes potentes que tornaram-no novamente em ossos e carne podre. Estavam salvas, mas a identidade do homem era ainda um mistério.

Não obstante ao estranho, uma outra questão era deixada em aberto. O primeiro dos inimigos, o que havia sido soterrado em toneladas de pedra, tinha a cabeça e o pescoço livre para movimentar-se, embora as pernas e o torso estivessem esmagadas. Devido aos danos, seria plausível considerar uma morte imediata, mas ali, naquele momento, a visão que tinham era de um horror indescritível. O corpo balbuciava sons de animais em tom macabro e rugia para o homem e as jovens, como se almejasse extermina-las mais do que de fato sair dali. — Um morto-vivo. — A sombra protetora cuspiu. Possuía um curto cabelo grisalho e olhos amendoados, pele danificada pela idade e inscrições tão pequenas sobre a pele que de longe, era confundível com uma queimadura no rosto. Rumou em direção ao cadáver, preenchendo a própria bota com os fluidos de carne e sangue provenientes de várias e várias pisoteadas contra a criatura, que durou muito até finalmente desistir e perecer. — São difíceis de matar. Sou um Tokubetsu Jonin de Konohagakure, me chamo Hirako. Fui enviado como apoio a equipe de vocês. Sinto lhes dizer que não irão para casar tão cedo. Há muito o que se resolver por aqui.

5/5. Recompensa máxima.



Ver perfil do usuário

10 Re: [Missão B] Resgate I: Mjölnir em 27/10/2017, 21:44

Akemi Yuki

avatar
Chūnin
Chūnin


❝ This is for long-forgotten
Light at the end of the world
Horizon crying
The tears he left behind long ago ❞
CH: 1067/1150 HP: 800/800 ST: 02/05

Como havia esperado, Akemi havia feito sua iniciativa em atacar antes que os tais inimigos se fizessem valer da superioridade numérica, todavia mesmo sendo auxiliada por sua capacidade única, o Sharingan, ela não foi capaz de prever que mesmo com a baixa luminosidade, o zumbi arqueiro fosse tão preciso em flechar sua Kunai em pleno voo e sabotar sua investida. Simultaneamente, duas explosões ocorreram sem tardar, uma em cima monstruoso homem de machado, sendo parcialmente soterrado, enquanto sua clone também era desfeito graças aos pedaços dos destroços de pedra caindo sobre ela, porém o mais preocupante seria o fato que a verdadeira Chunnin também era pega na explosão, mas apenas como um impacto abafado da pressão atmosférica sendo o causador do arremesso de Akemi para trás com uma violência. Felizmente, pela distância da explosão não houve muitos ferimentos, limitando-se a pequenas escoriações que foram causadas em sua maioria pela queda ao chão. "Inori?!" Ergueu-se levemente surrada, sacudindo as vestes e tirando o pó que cobria seu corpo. Sua cópia juntamente a amiga, foi a barreira física que se pôs entre a onda de choque e a menina de cabelos rosados, dando sua vida por ela e segurando boa parte do dano dos pequenos pedregulhos que a atingiriam. As informações obtidas retornaram a original assim como parte do Chakra de suas reservas, trazendo duas notícias satisfatórias; a primeira era a que aparentemente o agressor de machado havia sido soterrado, foi a ultima visão do clone que sumiu ao ser esmagado, a segunda era melhor ainda, sendo esta a que sua companheira estava sã e salva, um pouco arranhada, mas nada sério. As fissuras no chão criadas pela explosão de fato haviam feito um tremor e tanto, mas tudo ocorreu bem afinal.

Você está bem? — Ela parecia preocupada, abaixando-se ao chão e encarando a amiga mais nova.

Sim, está tudo bem, seu clone absorveu a maior parte dos danos. De qualquer forma, quem é ele? — Apontou para uma pessoa ali.

Certamente a entrada triunfal do homem despertou na Uchiha um sentimento de dúvida, pois levando em consideração que há pouco a menina Uzumaki parecia possuir capacidades de sensoriamento, por que ela não percebeu ele chegando? Intrigada com a questão, a menor não saiu do lado de sua aliada, erguendo-se enquanto ele parecia finalizar o "morto-vivo" há poucos metros de ambas, aquele que relutava em de dar por vencido. O fogo dançava na ponta da tocha improvisada, ainda no chão. Detalhes da forma e roupas do homem se fizeram presentes assim que este se aproximou das duas e iniciou um breve discurso sobre seu posto e sua missão, mas a dúvida era: quem garantiria que ele de fato era um aliado? Sabendo disso, a jovem Kunoichi apenas fitou com atenção a sombra do mesmo. "Suspeito..." Seu conhecimento Chunnin era grande, assim como sua desconfiança. De toda maneira agora havia aprendido que os mortos vivos em questão era difíceis de serem abatidos de fato.

Certo. Obrigada, Hirako-san... Alguma informação a mais sobre nossa missão? Já que parece saber o motivo para não termos  — O agradecimento era regado de uma certa dúvida, afinal a missão estava dentro do prazo, o que estranhamente não justificaria um reforço repentino as duas ninjas da folha.


Considerações:
Roupas: Aqui
Bolsa de Equipamentos presos à cintura, atrás e do lado direito.

Nota:
Equipamentos:
Kunai: 3 - cinco unidades
Shuriken: 10 - dez unidades
Kemuridama: 1 - uma unidade
Hikaridama:  1 - uma unidade
Kibaku Fuuda: 2 - seis unidades
Ampola: 1 - uma unidade

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum