Naruto RPG Akatsuki
Olá visitante, registre-se em nosso fórum e venha fazer parte desde mundo mágico de Naruto, sim, seja um Ninja! Veja no vídeo abaixo os primeiros passos para fazer parte deste mundo após o seu cadastro!


Convidado


22/11/2017, 23:57
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações
UM TEXTO AQUI LOGO LOGO
Meta: 00,00 R$ Recebido: 00,00 R$
00%
compre Seus AGs Pelo Pag Seguro e Paypal
UPDATES!
09.09.2017 — Exatamente um mês desde o último update, estou aqui hoje para avisar que o arco RUPTURAS está oficialmente encerrado. Ao longo dos próximos dias o tópico referente a ele será devidamente atualizado. Como prometido, novos sistemas virão (já estão disponíveis para o público ver e sugerir coisas) e novos Clãs/Kekkei Genkais também, além disto, muito em breve teremos o inicio de um novo arco.
ESTAÇÕES & EVENTOS
Ano: 08
Primavera:
14/11 - 07/12
Verão: 08/12 - 30/12
Outono: 31/12 - 22/01
Inverno: 23/01 - 13/02





Últimos assuntos

» Lista & Organização de Contas Duplas
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:55

» Lista & Organização de Vilarejos
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:54

» [RP EP] - O fracasso
por Sarutobi Kygo Hoje à(s) 23:53

» Dá n muita panela dropei flw
por Retz Hoje à(s) 23:30

» [Missão Rank C - Urameshi] Preço da Fama
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:27

» Treinos de Yuki Riki
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:18

» [Quest - Fios Negros] Asakura
por Sephiroth' Hoje à(s) 23:02

» [F.P] Dante
por Mukuzii Hoje à(s) 22:47

» Evento Especial: Cenários
por Dumas Hoje à(s) 22:44

» [RP EP] - Revolução em Konoha
por Sora' Hoje à(s) 22:04

Procurados
Procurados RPG Akat


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[RP - Treinamento] A Peituda-sensei.

Ir à página : Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 2]

Convidado

avatar
Convidado
Relembrando a primeira mensagem :

Treino :: — MANHÃ — Treino de Ninjutsu e Elemento.
Akito Ootori Shihou Kimizuki

Ainda conseguia ouvir o atrito das rodas de madeira da carroça contra a estrada de terra batida, quicando pelo caminho como se fossem os cascos dos dois garanhões bem lustrados que puxavam apressadamente o veículo, relaxando alto e desafiadoramente. Os gritos ecoavam pelas árvores de forma desconexa e sem qualquer sentido, mas, mesmo assim, podíamos entender o sentido geral da coisa: Era uma emboscada.

Era óbvio que esperávamos um ou outro ladrão de estrada disposto a faturar um dinheiro fácil emboscando uma carruagem de um comerciante - que na época julgávamos honesto. -, mas não imaginávamos aquela proporção. Eram muito mais do que estávamos preparados para enfrentar e um deles...Um deles eu jamais teria a capacidade de esquecer seus traços. 

Alto, de ombros largos e voz grave, com um porte orgulhoso e imponente. Nem tivemos tempo de perceber de onde ele estava vindo, quando o teto da carruagem fora arrancado com apenas uma de suas mãos. Não fosse a Suzume-sensei tê-lo chutado para longe, provavelmente teríamos nossas cabeças cortadas no instante seguinte. A cabeleira rubra bagunçou-se quando a shinobi, geralmente calma, avançou com ele com uma ferocidade que não sabíamos existir nela, dando-nos ordens de prosseguir e se afastar o máximo que pudéssemos.  

Lembro-me de não tremer, mesmo diante daquela confusão toda, enquanto Hibari tomava as rédeas da carruagem e Shihou me olhava com assombro. Lembro que acertei dois dos cavaleiros que perseguiram a carruagem, despreparados para uma reação. Parando para pensar agora, imagino que realmente não estavam acostumados a terem alguma resistência, ou talvez fosse o fato de sempre estarem com aquele monstro que devia impedir , mas o fato de que as kunais explosivas fizeram os cavaleiros voarem contra as árvores, caindo imóveis no chão. E meu cérebro não computou o fato de que os tinha matado. Não houve alegria nem tristeza, apenas uma atenção redobrada pelos que viriam depois, especialmente porque os gritos continuavam a ecoar pela floresta.  
Não acordei em um sobressalto.  

Para fazer isso eu precisaria dormir primeiro e, não importa o que eu fizesse, não importa o quanto eu tentasse, eu não conseguia pregar os olhos. Sempre que tentava, minha memória de elefante reproduzia a cena como se o média player estivesse travado em um loop infinito. Eu não queria admitir, mas a única coisa que eu continuava buscando em minhas memórias eram respostas para as perguntas que eu não parava de me fazer: Eu poderia ter feito algo para impedir a morte de todos? Porque eu não conseguia me sentir culpado por ter tirado aquelas vidas? E porque eu tomei a vida de Shihou? 

Eu sei que sempre quis viver uma vida longe de tantas responsabilidades como as que meu pai jogava sobre os meus ombros, mas só isso não justificava ter voltado com o rosto de outra pessoa. Talvez fosse a incapacidade de admitir que, em meio aquela tragédia, eu era um sobrevivente covarde, que deveria ter morrido junto com meus amigos ou, pelo menos, perseguido os bandidos e recuperado os corpos roubados. Ou...Não...Era melhor ficar com as duas possibilidades que eu cogitara...A terceira era algo egoísta demais para que eu aceitasse como possível motivo. 

Já fazia três semanas desde o ocorrido e eu já tinha melhorado a melhor parte do apartamento. Quando cheguei havia louça suja na pia, comida estraga na geladeira e roupa suja na máquina.  Provavelmente por causa da minha inquietação eu sentira a necessidade absurda de organizar tudo aquilo, mesmo que não estivesse totalmente de acordo com a personalidade de Shihou, talvez fosse apenas uma forma de me sentir mais limpo depois do que fizera. 

Encontrara com meu pai algumas vezes. Outra coisa que me magoava era o fato dele parecer não sofrer minha perda, nem que fosse para lamentar um espécime Ootori. Era um pouco doloroso encarar a realidade de que o que realmente importava para ele era a segurança da vila. Imagino que já esteja planejando uma forma de me substituir com alguém mais capaz. 

- Acho que não dá pra passar o resto do dia me lamentando. – Ouvir a voz de Shihou era ainda um pouco apavorante. Era como ouvir um morto falando ou, nesse caso, ser um morto. 

Ergui-me da cama com visível dificuldade.  Meu corpo parecia reclamar de cansaço, ultrajado pela minha insistência em não pegar no sono, mesmo considerando o fato de ter passado a noite toda deitado.

O quarto estava milimetricamente ajeitado, muito diferente de como o encontrei. Acho que falhei em absorver a personalidade desordeira de Shihou, mas sinceramente não consegui ficar sem fazer absolutamente nada durante aquela semanas.

- Preciso mesmo treinar. - Falei pra ninguém em particular. 

- Ótimo, começamos agora então! - A voz feminina me fez saltar da cama e parar na porta da sala, escondendo boa parte do meu corpo, olhando para o vulto da estranha mulher que surgia do banheiro, enrolada na toalha, como se acabasse de tomar banho, o próprio vapor a acompanhava, fazendo gotículas de água escorrerem por seu corpo delgado de forma mais sensual que meus treze anos podiam suportar, fazendo meu rosto corar imediatamente. 

A expressão da mulher era travessa e seus cabelos lilases estavam grudados e seu rosto, ainda molhados pelo banho que não imaginava como ela havia tomado e eu não havia percebido.

Não. Ela não podia estar ali. 

- Quem é você? - Inqueri, procurando algum tipo de arma na escrivaninha onde minha mão estava repousada, mesmo que eu soubesse ter guardado minhas armas nas gavetas do quarto. Um abajur apareceu no meu tato e eu o peguei, sem tirar meus olhos das curvas voluptuosas.

- Além de ter falhado em sua missão, você perdeu a memória, garoto? - Inquiriu dirigindo-se ao guarda roupa e pegando uma muda de roupa sem se importar em deixar a toalha cair, exibindo sua nudez propositalmente. 

Acho que provavelmente a maioria dos garotos da minha idade teriam fechado seus olhos de constrangimento, mas eu não faria isso com uma estranha no meu apartamento. Quer dizer...Apartamento do Shihou.

"Droga! Ela deve ser conhecida do Shihou, talvez uma parente! Maldita hora para não ter estudado a praga do jutsu de roubo de memória com meu pai. Ok...Preciso de uma mentira convincente."

- Quem é você? Não vou perguntar de novo, se não me responder, vou gritar! - Ameacei, com meu olhar assustado erguendo o abajur, tremendo de forma convincente.

Eu vi ela finalmente me encarar com seriedade, havia preocupação em seus olhos. Ótimo, eu tinha sua atenção, precisava que ela apenas me desse algumas informações para seguir com o que eu imaginava que Shihou faria perto dela. Para começar, ele não era maduro o suficiente para encarar uma mulher nua, à menos que ela fosse alguém de sua família. E ele faria uma brincadeira sem graça só para provocá-la.

- Shihou, sou eu, Mahiru, sua vizinha desde o ano passado, que você passou os último semestre pedindo para treiná-lo e eu só aceitei porque você deixou eu usar seu chuveiro. Saí em missão um pouco antes de você e só voltei hoje de manhã. - Disse, com o semblante genuinamente preocupado.

- Eu disse pra você usar meu banheiro, não pra ficar andando pelada pelo meu apartamento, sua peituda. - Reclamei, como Shihou faria, causando uma veia saltada na testa da garota e um soco forte o suficiente para me jogar no chão, além de muitas reclamações. - Então...O treino ainda está de pé? - Perguntei, quando era seguro, recebendo um sorriso travesso da mulher.

Algo me dizia que não seria tão simples quanto eu imaginava.

***


- Esse é um papel especial, feito de uma árvore cultivada e alimentada por chakra. - Começou, pondo em minha mão uma folha que parecia ter sido retirada de seu bloco de notas. Talvez realmente tivesse sido, não dava para saber. - Quando você concentrar chakra nela, irá revelar a sua afinidade elemental natural, então poderemos começar seu treino especial. - Disse e eu ergui uma sobrancelha em descrença, como sabia que Shihou faria.

- De onde você tirou essa asneira, peituda? - Inqueri e vi a veia começar a pulsar em sua testa.

Estávamos nas montanhas ao norte da vila. Havíamos passado o dia todo atravessando as imensas árvore do território de Konoha, que pareciam gigantes e, durante todo o caminho, ela me obrigara a saltar pelas árvores, me movendo de cabeça para baixo entre os galhos, dizendo que era parte do treinamento de fortalecimento para o meu ninjutsu. Durante todo o trajeto ela lançou projéteis contra mim sem que eu pudesse me defender, apenas me esquivar,  e me obrigando a sempre ficar de ponta a cabeça.

Segundo ela, ficaríamos durante muitos dias ali, por isso eu tinha trago nossa bagagem, enquanto tentava não me desprender das árvores e ser morto pelas shurikens assassinas e muito precisas de Mihiru. 

Chegamos no final da tarde e, sem me dar tempo para descansar, ela vinha com aquela conversa de papel. Não conhecia Mihiru muito bem, mas podia dizer que seu método de ensinamento era tão intenso quanto o do meu pai. Se Shihou realmente estivesse treinando com ela antes daquele maldito dia, provavelmente teria se safado como eu.

Olhei para o papel e depois ajeitei o óculos no meu rosto. Era melhor fazer logo. 

Deixei meu chakra fluir pelo meu corpo, de forma que ele se orientasse em um fluxo contínuo direto para minha mão. Não sei se foi por causa disso, mas antes do papel se partir em dois, uma brisa suave passou por mim. Parecia me envolver e juro, que por um segundo em minha mente, eu me senti flutuar, liberar todo o peso daquele maldito dia em que resolvi mudar minha sina.

- Fuuton, ótimo! - Disse Mihiru, com aquele sorriso travesso no rosto.

O resto do meu dia foi um acúmulo de experiências que eu provavelmente não terei como esquecer.

Quando a noite caiu eu estava exausto. Aproveitei que ouvi o barulho da cachoeira para mergulhar na base das quedas d'águas, onde eu lavei minhas roupas e as coloquei para secar no leito, olhando meu reflexo na superfície da água cristalina, meu corpo semi-mergulhado nas águas cristalinas, meu oblíquo bem trabalhado.

Shihou teria gostado de viver.
Itens & Armas


  Kunai: 05;
  Shuriken: 00;
  Fuma Shuriken: 00;
  Senbon: 10;
  Kibaku Fuuda: 08;
  Kemuridama: 02;
  Makibishi: 10;
  Hikaridama: 02;
  Fios: 10m;
  Ampola (Veneno, Medicamentos, etc): 00.

Jutsus

--X--


Observações

--X--


Convidado

avatar
Convidado
Treino :: — MANHÃ — Perícia em Fuuton.
Akito Ootori Shihou Kimizuki

A manhã estava quente e ensolarada, muito diferente da tempestade caótica que havia de abatido contra nós no dia anterior. Eu me sentia particularmente de bom humor, mesmo considerando o treino duro pelo qual vinha passando. Eu não estava arrependido, muito pelo contrário, aceitar o convite de Mahiru para me treinar fora a melhor coisa que alguém como eu poderia querer.

As filhas dançavam a mercê do vento plácido e acolhedor, que acariciava nossos porcos de forma relaxante. Uma cigarra cantava na floresta, anunciando que a temperatura se elevaria bastante e que eu poderia me preparar para suar em bicas. Estranhamente não estava preocupado com isso.

O lago formado pela queda de água fora o mesmo que eu encontrar Shin-chan na primeira noite de treinamento. Lembro-me que na ocasião estávamos nus e eu tive que esconder meu corpo, com medo de que ele notasse minha excitação por estarmos tão próximos um do outro.

O rubor tomou conta de minhas bochechas, conforme eu percebia que eu ainda não tinha resolvido meu problema de não saber qual era a relação dele com Shihou.  Mesmo ciente de que Shihou havia morrido e que agora eu estava assumindo sua vida, eu estava a com ciúmes da relação que aparentemente os dois mantinham. Shin-chan havia ficado semi-nu com o Shihou sem o menor pudor. Será... ?
Itens & Armas


  Kunai: 05;
  Shuriken: 00;
  Fuma Shuriken: 00;
  Senbon: 10;
  Kibaku Fuuda: 08;
  Kemuridama: 02;
  Makibishi: 10;
  Hikaridama: 02;
  Fios: 10m;
  Ampola (Veneno, Medicamentos, etc): 00;
  Óculos: 01.

Jutsus


Fuuton: Surō-fū
Rank: C
Requisito: Afinidade Elemental (Fuuton)
Duração: Segue a regra de Stamina.
Descrição: Após executar os selos necessários, Akito libera seu chakra do elemento Fuuton em forma de brisa num raio de 30m a partir de seu corpo. A brisa não é forte, mas envolve toda a área com uma corrente de ar constante podendo ser ascendente ou descendente - a escolha do usuário-, acariciando os corpos físicos na área com seu toque etéreo, contornando seus traços. A técnica em si não tem maiores utilidades, ao menos não sozinha. Ela é, na verdade, um suporte para usuários de técnicas de rastreamento, especialmente kanchi, que sentem todo o chakra presente nas correntes de ar e podem, de acordo com a forma como a brisa contorna corpos físicos na área da técnica, ter em sua mente praticamente um mapa 3D.
Nota: A técnica se propaga por, no máximo 30m tanto de altura quanto de largura.
Nota: A projeção do mapa 3D só vai funcionar para personagens com inteligência superior a 4, já que é necessária a interpretação do "radar".
Nota: Doujutsus e Kanchi vêem a área como uma massa de chakra, como no caso do Kirigakure, percebendo através dos contornos do vento em objetos tangíveis , suas formas.
Nota: Gasta-se 10 de chakra por post.


Observações

--X--

Note

avatar
Genin
Genin
Faz mai um ai hue. POST FINAL DE BOM CONTROLE DE CHAKRA, pelas regras óbvio.

Ver perfil do usuário

Convidado

avatar
Convidado
Treino :: — MANHÃ — Perícia em Fuuton.
Akito Ootori Shihou Kimizuki

- Pivete, foi pro mundo da lua? - Inqueriu Mahiru com uma sobrancelha erguida.

- Fala o que quer, peituda! - Pedi, me sentindo estranho por desrespeitar tantas vezes a mulher que estava se dispondo a me ajudar. Era muito injusto da parte de Shihou tratar as pessoas assim, mas aparentemente Mahiru simplesmente ignorava essas coisas sem maiores problemas. 

-Sua tarefa hoje vai ser manter-se sobre a água e com seu jutsu de Fuuton ao mesmo tempo, valendo-se do mínimo de chakra possível para isso. - Falou, enquanto caminhava sobre a água como se não fosse nada demais.

Entendi. 

Apesar de ser um jutsu fácil, o Suimen Hokō no Gyō era, na verdade, um método de treinamento feito para que o shinobi ficasse mais confortável com a troca de frequência e a ondulação presente na água para se manter sobre ela, alterando constantemente a quantidade de chakra concentrada no solo de nossos pés para refutar a água e impedir que nós afundemos. O que ela estava propondo era que eu mantivesse dois jutsus ao mesmo tempo de forma que eu gastasse uma quantidade significativa de chakra sem desperdiçar. 

Inspirei fundo antes de entrar na água,  fazendo com que meus pés rejeitasse a lei da física e não permitisse que meus pés afundassem dentro da água, sentindo-me vitorioso por conseguir inicialmente sem maiores problemas, como vi acontecer com muitos antes de mim.

Fiz os selos necessários e deixei que meu chakra se espalhasse pela área em forma de uma brisa leve e acolhedora, como a que circulava pela floresta e havia nos recebido durante todo o trajeto. 

Mahiru observava com atenção, mas eu conseguia ler em sua expressão que aquilo estava prestes de acabar.
Itens & Armas


  Kunai: 05;
  Shuriken: 00;
  Fuma Shuriken: 00;
  Senbon: 10;
  Kibaku Fuuda: 08;
  Kemuridama: 02;
  Makibishi: 10;
  Hikaridama: 02;
  Fios: 10m;
  Ampola (Veneno, Medicamentos, etc): 00;
  Óculos: 01.

Jutsus


Fuuton: Surō-fū
Rank: C
Requisito: Afinidade Elemental (Fuuton)
Duração: Segue a regra de Stamina.
Descrição: Após executar os selos necessários, Akito libera seu chakra do elemento Fuuton em forma de brisa num raio de 30m a partir de seu corpo. A brisa não é forte, mas envolve toda a área com uma corrente de ar constante podendo ser ascendente ou descendente - a escolha do usuário-, acariciando os corpos físicos na área com seu toque etéreo, contornando seus traços. A técnica em si não tem maiores utilidades, ao menos não sozinha. Ela é, na verdade, um suporte para usuários de técnicas de rastreamento, especialmente kanchi, que sentem todo o chakra presente nas correntes de ar e podem, de acordo com a forma como a brisa contorna corpos físicos na área da técnica, ter em sua mente praticamente um mapa 3D.
Nota: A técnica se propaga por, no máximo 30m tanto de altura quanto de largura.
Nota: A projeção do mapa 3D só vai funcionar para personagens com inteligência superior a 4, já que é necessária a interpretação do "radar".
Nota: Doujutsus e Kanchi vêem a área como uma massa de chakra, como no caso do Kirigakure, percebendo através dos contornos do vento em objetos tangíveis , suas formas.
Nota: Gasta-se 10 de chakra por post.


Observações

--X--

Note

avatar
Genin
Genin
O menino so precisava ir embora do local para descançar. 03/04

Ver perfil do usuário

Convidado

avatar
Convidado
Treino :: — MANHÃ — Perícia em Fuuton.
Akito Ootori Shihou Kimizuki

Senti-m bem, sem maiores necessidades de gastos absurdos de minha energia,  ciente de que não corria maiores perigos em relação à isso.

Mahiru parecia satisfeita  com a capacidade demonstrada, as ainda assim quis conferir, forçando-me a me esquivar de suas shurikens assassinas. Primeiro foi um lançamento pela esquerda que era, na verdade, uma armadilha, com uma Kunai com papel bomba que não detonou. 

- Sempre esteja atento a tudo - Finalizou, dando as costas para mim, enquanto voltávamos para o acampamento. 
Itens & Armas


  Kunai: 05;
  Shuriken: 00;
  Fuma Shuriken: 00;
  Senbon: 10;
  Kibaku Fuuda: 08;
  Kemuridama: 02;
  Makibishi: 10;
  Hikaridama: 02;
  Fios: 10m;
  Ampola (Veneno, Medicamentos, etc): 00;
  Óculos: 01.

Jutsus


Fuuton: Surō-fū
Rank: C
Requisito: Afinidade Elemental (Fuuton)
Duração: Segue a regra de Stamina.
Descrição: Após executar os selos necessários, Akito libera seu chakra do elemento Fuuton em forma de brisa num raio de 30m a partir de seu corpo. A brisa não é forte, mas envolve toda a área com uma corrente de ar constante podendo ser ascendente ou descendente - a escolha do usuário-, acariciando os corpos físicos na área com seu toque etéreo, contornando seus traços. A técnica em si não tem maiores utilidades, ao menos não sozinha. Ela é, na verdade, um suporte para usuários de técnicas de rastreamento, especialmente kanchi, que sentem todo o chakra presente nas correntes de ar e podem, de acordo com a forma como a brisa contorna corpos físicos na área da técnica, ter em sua mente praticamente um mapa 3D.
Nota: A técnica se propaga por, no máximo 30m tanto de altura quanto de largura.
Nota: A projeção do mapa 3D só vai funcionar para personagens com inteligência superior a 4, já que é necessária a interpretação do "radar".
Nota: Doujutsus e Kanchi vêem a área como uma massa de chakra, como no caso do Kirigakure, percebendo através dos contornos do vento em objetos tangíveis , suas formas.
Nota: Gasta-se 10 de chakra por post.


Observações

--X--

Note

avatar
Genin
Genin
Bom controle de chakra aprendido.

Obs: Cria outro topico pls. Esse ja ta mt confuso para não ter futuros problemas.

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 2]

Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum