Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» Lista & Organização de Vilarejos
Hoje à(s) 21:21 por Rikuda

» [ RP: Episódio ] O Herdeiro das Trevas
Hoje à(s) 21:19 por Olsen

» [Banco] Kyoko Akihito
Hoje à(s) 21:19 por Kyoko Akihito

» [TREINO] 戦う Tatakau
Hoje à(s) 21:18 por Rikuda

» [CENA - Raito] O ancião.
Hoje à(s) 21:15 por Haiszo

» 1) Modificações de Nomes
Hoje à(s) 21:06 por DouglasCapiotti

» 1) Solicitações de Roleplay (Plotting)
Hoje à(s) 21:02 por Haiszo

» [Banco] Omoi
Hoje à(s) 20:42 por Kaginimaru

» [Compras] Omoi
Hoje à(s) 20:42 por Kaginimaru

» [M.F] Lorenzo
Hoje à(s) 20:40 por Kaginimaru


Convidado


17/6/2018, 21:29
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

Campo lixin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Campo lixin - em 16/2/2017, 13:27

Me encontrava no campo de treinamento de Kiri após longas e desvairadas aventuras com minhas últimas missões. Na minha mente, precisava aperfeiçoar ainda mais minha habilidades como uma kunoichi. Pensando nisso, concluí que uma das áreas mais fortes dentre os ninjas e pouco praticada por muitos era o genjutsu. Uma das mais poderosas e versáteis artes, capaz de destruir inimigos facilmente. Contudo, treinar esta arte era bastante custoso ao usuário. Para mim não era diferente. Ali no centro daquele campo me encontrava num grande dilema: como praticar o genjutsu?! Resolvi então voltar a teoria por trás deste: como ele funcionava.

Para utilizar um genjutsu de maior qualidade, deveríamos, primeiramente, sermos capazes de influenciar o sistema circulatório de chakra do adversário. Para tanto, o adversário deveria entrar em contato com algo capaz de provocar este distúrbio. Estudar, esta era palavra certa para desenvolver ainda mais habilidade nesta área. Pelo menos foi o que concluí por enquanto, já que não dominava nenhum genjutsu para praticá-lo. Por sorte, já estava com alguns livros em mãos, levados justamente de minha casa, onde um grande acervo fora deixado pelos meus pais. Comecei a ler o livro de maneira minuciosa, lendo entre cada período o segredo por trás de como funcionavam os mais poderosos genjutsus. Li um bocado, desmembrando cada frase como podia e entendia. Fora como ligar os pontos e, no fim, formar imagens. O conhecimento estava me tornando mais forte aos poucos.

Voltei à mim através de meditação. Comecei a controlar o meu fluxo de chakra e a me observar através daquilo. Manipulei o meu chakra, entendendo como eu seria capaz de causar distúrbios à um sistema alheio. Utilizava, como forma de obter informação, o meu próprio sistema. Estava conseguindo, aos poucos, mudar minha percepção a partir de mim mesma. O chakra conseguia mexer com a mente, no fim das contas. Era isso que experimentava, criando visões diferentes contra mim. Porém, o problema não seria simplesmente produzir as tais visões, mas sim fazer com que elas parecessem verdadeiras para quem estivesse experimentado-as. Mesmo estando tendenciada a não acreditar nas minhas produções, era claro o quanto elas estavam em um nível péssimo. Com aquilo, até mesmo um garoto de academia perceberia que estava preso em um genjutsu e seria capaz de sair delas facilmente.

Pratiquei por horas, produzindo ilusões diferentes, acessando cada vez mais a minha própria mente e a modificando de diferentes maneiras. Fui introduzindo métodos diferentes, tratando minha mente cada vez mais com maior naturalidade. Fui ganhando facilidade em acessá-la, produzindo cada vez mais ilusões capazes de mexer com o meu psicológico, afetando, daquela maneira, o meu físico. Mais alguma prática e estava pronto. Minha habilidade com as ilusões haviam aumentado, muito embora ainda não fosse grande coisa. Eu estava apta a produzir ilusões ainda mais poderosas.

Depois de ter produzido ilusões tão poderosas, era hora de treinar minha capacidade cognitiva. Em poucas palavras, aumentar a minha inteligência. Assim como o treinamento para genjutsu, treinar inteligência era algo um tanto quanto obscuro. Aprender como treiná-la, em si, já seria uma forma de treino. Ainda sentada ao centro do campo, voltei-me à mais alguns livros deixados pela minha falecida mãe. O último, desta vez, tratava-se sobre o conhecimento. Mais precisamente, o conhecimento shinobi sobre estratégias, como trabalhar sua mente nas diferentes situações e outras coisas de mesmo gênero. Debrucei-me sobre aquele livro e comecei uma intensa leitura.

Primeiramente, entendia mais sobre o próprio mundo shinobi em si, como funcionava, como racionalizar melhor diferentes situações e coisas do gênero. Para aprimorar minha memória e não me esquecer de nada que estava lendo no momento, utilizei alguma folhas em branco do fim do livro e comecei a desenhar um mapa mental nesta. Com tal artifício, era capaz de folhear as folhas do livro rapidamente e produzir, para mim mesma, uma explicação por detrás de todo conteúdo contido. Alguns enigmas eram bem complicados de se entender, coisas como frases de escrita mais rebuscada, ou ainda estratégias bem complexas aumentavam bastante o nível da leitura conforme passavam-se as páginas. Em dado momento, meu cérebro não parecia mais conseguir processar tanta informação contida ali. Ainda que utilizando de uma maneira bem efetiva de estudo, minha inteligência atual não era capaz de suprir uma demanda tão grande por conhecimento. Para efetivar e progredir, voltei ao início do livro, tentando ler mais atentamente cada sentença, não deixando nada para trás.

Funcionou. Minha segunda leitura me propiciou um entendimento ainda maior sobre os assuntos tão diversos. Minha capacidade de assimilação foi aumentando progressivamente, sem mesmo ter passado por minha cabeça tal coisa. Horas e horas de leitura foram se somando. Mais problemas e exercícios surgiam e novamente eu tinha de recorrer à uma leitura mais intensa. Era apenas um livro, contendo pouco mais pouco menos de novecentas páginas. E, mesmo sendo um grande resumo, alguns assuntos tinham uma certa peculiaridade que os tornava muito complicados para qualquer humano comum entendê-los. Meu dever como Kunoichi era, aos poucos, entender melhor o que estava sendo abordado, sua importância e como levar aquilo para minha vida, engradecendo ainda mais os meus conhecimentos e, sequencialmente, aumentando a minha capacidade cognitiva.

Fui percebendo, enquanto folheava, uma lógica por trás de todo o livro. Na verdade, aquele era um manual para ninjas especiais. Continha táticas diversas. De todo o modo, o que o livro queria realmente dizer a todos era: como pensar logicamente. Criei diversas situações imaginárias e me coloquei nelas. Em cada uma delas inventei uma situação problema diferente, raciocinando para como resolvê-las. Um ninja inteligente era aquele capaz de ver através da estratégia inimiga e utilizar desta habilidade para vencer o seu oponente. Nas minhas situações criadas mentalmente, produzi um problema cada vez maior e cada vez mais encontrava uma solução bem complexa para resolvê-los. Aos poucos, isto foi se transformando, pois soluções mais simples mas, ao mesmo tempo funcionais, também iam surgindo. Tudo isso graças à leitura bem extensa e detalhada do livro.

Depois de horas devorando todo aquele conhecimento, finalmente havia encontrado um bom nível de inteligência. Estava totalmente apta para seguir em frente e aumentar ainda mais o meu nível.
HP: 200/200
Chakra: 225/225
1000 palavras = +1 ponto em Gen e +1 ponto em Int.
avatar
Genin
Genin
Re: Campo lixin - em 17/2/2017, 22:44

Aprovado

_______________________

avatar
Jōnin
Jōnin
Re: Campo lixin - em 18/2/2017, 00:58

Num devaneio, pensando em minha própria vida, chegava ao meu campo de treinamento após ter vindo da biblioteca. Continha, em mãos, um pergaminho capaz de mudar a minha vida. Ainda carregava o livro deixado por minha mãe. Sentei-me ao centro do extenso campo e desenrolei o pergaminho com as técnicas mais simplórias da vila. Eram todas técnicas simples e, por essa razão, não exigiram muito de mim para treiná-las.

A primeira delas era o Kirigakure no Jutsu. Um ninjutsu desenvolvido especialmente para os nascentes desta poderosa vila. Normalmente, todos os ninjas dentro deste território haviam desenvolvidos táticas inatas e aprenderam a lutar sobre a densa névoa desde cedo. Comigo não era diferente. O diferencial era, portanto, levar uma de nossas características geográficas para o exterior, aproveitando-se de nossa vantagem latente para derrotar adversários diversos. Li a técnica e ela parecia bem simples de ser realizada. Para tanto, deveríamos suspender uma boa quantidade de água no ar, formando, desta maneira, uma névoa feita de chakra. Decorei os selos existentes na técnica, executei-os e, graças a minha grande genialidade, consegui executar a técnica facilmente no campo, criando uma névoa um tanto quanto extensa no ambiente.

Depois de primeira técnica, era hora de aprender o Suiro no Jutsu. Uma prisão d'água capaz de prender diferentes inimigos e colocá-los numa situação complicada para os mesmos. Como já tinha uma grande habilidade com Suiton, leia-se por perícia, já conseguia imaginar como fazê-la facilmente. Fiz alguns selos de mãos, imaginei a técnica se formando a partir de minha mãos esquerda e, a partir de minha boca, expeli água o suficiente para criar uma prisão esférica como a descrita. Aos poucos, tal forma foi se criando ao redor de minha mão e, com facilidade, consegui realizar tal técnica. Um gênio como eu dominava aquelas coisas facilmente.

Mais uma técnica de baixo ranqueamento, imaginei quando li a última contida no pergaminho: Mizu Bunshin no Jutsu. Uma técnica semelhante ao Bunshin no Jutsu comum, porém, utilizando-me de água para dar-lhe massa. Eles, provavelmente, não seriam tão fortes quanto o original, mas ainda sim seriam úteis para diversos fins. Decorei mais uma vez os selos necessários para o jutsu. Depois disso, formei água a partir da minha boca e, por fim, tentei criar uma cópia perfeita de mim. Infelizmente, como uma primeira tentativa, falhei. Não me desanimei. Mais uma segunda e finalmente fui capaz. Por fim, desfiz os clones e voltei à andar pelo centro da vila.
HP: 200/200
Chakra: 196/225
jutsus treinados/usados:

Mizu Bunshin no Jutsu
Rank: C
Descrição: A Técnica do Clone de Água é semelhante aos clones das sombras, exceto que cria clones de água que têm um décimo do poder da pessoa original. Tal como outras técnicas de clones sólidos, os clones podem ser usados ​​para executar as tarefas do usuário que estiver incapaz ou não quiser fazer por si mesmo. O alcance do clone é limitado no entanto, uma vez que não pode viajar muito longe do corpo original, sem perder o controle. Como outros bunshinjutsu, se os clones de água são feridos o suficiente eles viram água normal.

Suirō no Jutsu
Rank: C
Descrição: Esta técnica é utilizada para capturar uma vítima dentro de uma esfera praticamente inevitável de água. A única desvantagem desta técnica é que o usuário deve manter pelo menos um braço dentro da esfera em todos os momentos para que a vítima permaneça presa. Esta técnica requer uma quantidade suficiente de água, que pode ser fornecida ao expeli-la a partir de sua boca. Uma vez preso o alvo é incapaz de se mover ou respirar enquanto dentro dela devido ao peso da água. Por causa da densidade da água, pode ser utilizada, de uma forma limitada, para fins defensivos, se executadas em si mesmo. Ela também pode ser armazenada em pergaminhos como armadilhas.
Clones de água podem ser usados na preparação da técnica, bloqueando um ataque do adversário e prendendo o agressor na prisão usando o próprio clone de água.[4] Neji Hyūga foi capaz de usar sua habilidade para liberar chakra de todos os seus tenketsu simultaneamente para interromper o fluxo de chakra e quebrar a prisão.

Kirigakure no Jutsu
Rank: D
Descrição: Essa técnica de deslocamento é uma especialidade dos ninjas de Kirigakure, onde se cria uma névoa levantando um pouco de água a partir de qualquer fonte existente ou jogando pela boca, eles entram e saem do campo de visão à vontade. A espessura da névoa é controlada pela quantidade de chakra acumulada dentro dela. Ele não pode enganar o Byakugan, mas, devido ao nevoeiro que está sendo criado com o chakra do usuário, qualquer usuário do Sharingan e do Rinnegan verá a cor do chakra do oponente espalhada na névoa, o que possibilita o usuário da técnica se esconder dos usuários de dōjutsu.
Explicações e reduções:

Todos os jutsus treinados foram Ninjutsus de Suiton. Segundo minha ficha, tenho perícia em suiton, 2 pontos em ninjutsu, 1 ponto em inteligência e a qualidade prodígio. Somando-se todas as reduções, temos o seguinte: -30 palavras por perícia, -30 palavras por 2 pontos nin, -15 palavras por inteligência e -50 palavras pela qualidade prodígio. Total das reduções: -125 palavras.

Kirigakure: rank-D: 100 palavras. Palavras necessárias: -25. Palavras escritas: muitas.
Suiro: rank-C: 200 palavras. Palavras necessárias: 75. Palavras escritas: 106.
Mizu Bunshin: rank-C: 200 palavras. Palavras necessárias: 75. Palavras escritas: 108.

Regra: http://narutorpgakatsuki.com.br/t48579-2-aprendendo-comprando
Ficha: http://narutorpgakatsuki.com.br/t50917-kyou-kai
avatar
Genin
Genin
Re: Campo lixin - em 18/2/2017, 07:17

Se está tudo de acordo, Aprovado.

_______________________



- Cores: Eu- Outros - Narrativa
avatar
Narrador
Narrador
Re: Campo lixin - em 18/2/2017, 09:46

Saí do campo indo ao centro da vila. Estava na hora de fazer algumas compras.
HP: 200/200
Chakra: 225/225

considerações:
pelo tempo, já recuperei meu chakra. ainda seguro o livro da minha mãe em mãos
avatar
Genin
Genin

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum